60% dos desempregados ficaram sem subsídio de desemprego em Agosto

José Sena Goulão / Lusa

-

O Estado português atribuiu cerca de 215 mil prestações de desemprego em agosto, deixando sem estes apoios perto de 352 mil desempregados, de acordo com as contas feitas pela agência Lusa com base nos últimos dados oficiais disponíveis.

De acordo com os dados disponibilizados na página da Segurança Social, em agosto existiam 215.330 beneficiários de prestações de desemprego, menos 2.860 pessoas do que em julho e o equivalente a 38% do último número total de desempregados contabilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (estimativas provisórias de julho).

Os últimos dados divulgados pelo INE, relativos a julho, contabilizavam um total de 567,3 mil desempregados (mais 0,3% face ao valor definitivo de junho), com a taxa de desemprego a situar-se nos 11,1% (igual a junho).

Das prestações contabilizadas pela Segurança Social, 111.014 referem-se a mulheres e as restantes 104.316 dizem respeito a homens.

Os números da Segurança Social incluem o subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego inicial, subsídio social de desemprego subsequente e prolongamento do subsídio social de desemprego, prestações que atingiram em agosto o valor médio de 457,31 euros, face aos 454,20 euros registados um ano antes.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Que tristeza de país com tantos desempregados. Onde estão os empresários deste Portugal que tão bem sabem explorar os trabalhadores?

  2. Pelo seu ponto de vista os empresários são todos exploradores. Pois assim: vá para o c******* e quando finalmente empregar alguém depois diga-me porque é que não lhe aumenta o salário. Falar sempre foi mais fácil. Já não há paciência para gente BURRA

  3. Ana, por favor, use a cabeça ao invés de usar o disco riscado da esquerda.
    Os empresarios são os que fazem a economia funcionar e aquecer.
    Sem eles, e os tais ricos, o país não vai a lado nenhum.
    Lembre-se que geralmente as empresas estatais não dão nada à economia, e estão dependentes dos privados.
    Como tal, esses empresários e colaboradores, andam a pagar o salário de todos os funcionários publicos e regalias inerentes.
    Tentei por um vocabulário simples, para não a confundir.
    Por favor, estude antes de comentar.

    • Ah?
      Mas qual empresários?!
      Quem faz a economia funcionar são, obviamente, os consumidores/clientes!!
      Por favor, estude antes de escrever imbecilidades!

      • Se os consumidores/clientes adquirirem produtos/serviços a empresas estrangeiras, a nossa economia vai funcionar? Nem estamos a conseguir atrair investimento estrangeiro…

  4. ELE-O Verdadeiro
    és verdadeiramente um estupido se nao houver empresarios nao hà salarios e se nao houver salarios nao hà consumidores.porque é que esses srs e sras da funçao publica tem salarios exorbitantes sem fazer nada?sabes porquê porque pegam por lorpas os trabalhadores do privado e em geral a populaçao em fazendo greve sem motivo.toda essa gente que tralha na funçao publica devia imigrar para os paises do norte da europa para saber o que é trabalhar.estao comendo o dinheiro que vem de bruxelas e esse nao chegou que ainda foram buscar as icomias dos imigrantes de 40 anos de trabalho.

RESPONDER

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …

Apoio do Governo para pagar conta da luz em Janeiro não passa dos 2,40 euros por família

O apoio extraordinário que o Governo vai dar às famílias portuguesas para o pagamento da conta da luz, neste mês de Janeiro, devido ao confinamento e às temperaturas anormalmente baixas, é modesto. A verba máxima …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: um clássico que valia 14 pontos

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-1-1-benfica-o-musical-1 Chegámos.   Chegámos ao grande jogo do campeonato. Desta vez aparece no calendário só a meio de Janeiro, mas cá está ele. O grande jogo. "Ai não! Há Sporting, há Boavista, há Braga!". O Sporting e o …

Armin Laschet sucede a Angela Merkel na liderança da CDU

Este sábado, Armin Laschet foi eleito líder do partido alemão União Democrata-Cristã (CDU), depois de Angela Merkel ter abandonado o cargo, em setembro. Armin Laschet, chefe do governo da Renânia do Norte-Vestfália, é o novo líder …