A cada 5 segundos morre uma criança no mundo por causas evitáveis

Wikimedia

Em 2017 morreram 6,3 milhões de crianças e adolescentes em todo o mundo vítimas de violência, doenças ou acidentes. Este valor representa uma morte evitável de uma criança a cada 5 segundos. 

Quando tiver acabado de ler esta notícia, terão morrido 18 crianças por uma causa que podia ter sido evitada.

Os dados, avançados pela agência ANSA, foram divulgados através de um relatório conjunto da Organização Mundial de Saúde (OMS), da UNIFEC, da divisão de população do Departamento de Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas e do Banco Mundial publicado nesta terça-feira.

De acordo com o documento, e apesar dos avanços alcançados nos últimos 25 anos no combate contra a pobreza no mundo, o número de mortes de crianças é ainda inaceitável. Só em 2017, morreram 6,3 milhões de crianças, e nota o relatório, a maior parte das mortes poderia ter sido evitada.

“Estas mortes são reflexo do acesso limitado das crianças e das comunidades a atos médicos como vacinação e o tratamento de doenças infecciosas, à nutrição adequada, água limpa e ao saneamento”, analisam os autores do documento citados pelo jornal Público.

“Alcançar metas de sobrevivência infantil ambiciosas requer que haja acesso universal a cuidados efetivos, de alta qualidade e acessíveis para mulheres, crianças e adolescentes”.

Do número total de mortes, 5,4 milhões das vítimas eram crianças com menos de 5 anos. Apesar do número continuar alto, é muito inferior às 12,6 milhões que morreram em 1990.

“Sem uma intervenção urgente, 56 milhões de crianças morrerão até 2030. Fizemos enormes progressos para salvar crianças desde 1990, mas ainda há milhões que estão a morrer e devido ao local onde nasceram. Soluções médicas fáceis, água limpa, eletricidade e vacinas podem mudar a vida de muita gente”, alertou Laurence Chandy, responsável pelo levantamento dos dados.

Metade das mortes de 2017 foram registadas nos países da África Subsariana, como Níger, Burúndi, Chade, e República Centro-Africana – alguns dos países com os piores Índices de Desenvolvimento Humano do Mundo.

Já na Europa, por exemplo, morre uma criança a cada 185 com menos de 5 anos. Na África, a proporção dispara para 13 a cada 15.

O documento revelou ainda que um recém-nascido na África ou em outro qualquer país do sudeste Asiático tem nove vezes mais probabilidade de morrer no primeiro mês de vida comparativamente aos países ricos.

“Devemos priorizar o fornecimento de acesso universal a serviços de saúde de qualidade para todas as crianças, em particular logo após o nascimento e nos primeiros anos de vida, para que estas crianças tenham as melhores hipóteses de sobreviver e prosperar”, disse Nono Simelela, diretor geral da saúde da Família, da mulher e da criança da OMS.

Nos 120 segundos que demorou a chegar ao fim deste texto, morreram 18 crianças cujas mortes podiam ter sido evitadas.

ZAP // ANSA

PARTILHAR

RESPONDER

Jerónimo frisa que passes de transportes mais baratos foram obra da CDU

O secretário-geral comunista vincou o papel do PCP e "Os Verdes" na redução dos preços dos passes dos transportes públicos, numa sessão pública com trabalhadores das empresas do setor, na estação de comboios de Santa …

Morte de menina de oito anos com bala perdida revolta Brasil

A morte de Ágatha Félix, uma menina de oito anos atingida, alegadamente, por uma bala perdida da polícia do Rio de Janeiro, está a provocar indignação no Brasil. Ágatha Felix tinha oito anos e foi baleada …

Nós, Cidadãos! defende mudanças na escolha do PGR para combater corrupção

O presidente do partido Nós, Cidadãos! defende mudanças na escolha do Procurador-Geral da República, afirmando que boa parte dos 42 mil milhões de euros que a corrupção custou aos portugueses se deveu à inoperância desta …

"Estranhos sintomas" que afligiam diplomatas em Cuba podem ter sido causados por pesticidas

A misteriosa origem dos estranhos sintomas (entre eles, zumbidos, tonturas, náuseas, perdas de audição e de memória e outras dificuldades cognitivas) que afligiram diplomatas canadianos e norte-americanos em Cuba entre 2016 e 2018 dever-se-á a …

Testes rápidos ao VIH já podem ser feitos em casa

A partir da próxima semana vai ser possível comprar nas farmácias autotestes ao vírus da SIDA para fazer em casa. Os resultados demoram apenas 15 minutos. As farmácias portuguesas vão começar a vender, a partir da …

Polícia dispara balas de borracha sobre manifestantes em Hong Kong

A polícia disparou no domingo balas de borracha em confrontos com manifestantes pró-democracia, em Hong Kong, perto de um centro comercial no qual causaram distúrbios. Pelo décimo sexto fim de semana de mobilização, milhares de manifestantes …

Portugal já paga juros mais baixos que Itália e Espanha, diz Costa

"Todos em Portugal estão hoje a viver melhor do que viviam há quatro anos", afirmou António Costa, durante uma ação de campanha do PS. António Costa disse, este domingo, que Portugal já está a pagar a …

Os últimos cinco anos foram os mais quentes de sempre

Um relatório das Nações Unidas revelou que, entre 2015 e 2019, foram atingidos níveis históricos. Desde 1850, as temperaturas aumentaram 1,1ºC. O período entre 2015 a 2019 é o mais quente alguma vez registado, indicou este …

Duarte Lima perde último recurso e deve ser julgado pela morte de Rosalina Ribeiro em Portugal

O Supremo Tribunal brasileiro indeferiu um novo recurso de Duarte Lima que assim está mais próximo de ser julgado em Portugal, pelo homicídio de Rosalina Ribeiro, em Maricá, em 2009. Ao recurso extraordinário, interposto de uma …

Governo britânico cumprirá decisão do Supremo sobre suspensão do Parlamento

O Governo britânico cumprirá a decisão do Supremo Tribunal do Reino Unido sobre a legalidade ou ilegalidade da suspensão do Parlamento, uma decisão que deverá ser anunciada esta semana. A garantia foi dada este domingo à …