5 dos melhores mercados de Natal da Europa

Chegou a hora de pensar no Natal. A menos de 3 meses da grande data, os primeiros sinais da época festiva começam a espalhar-se um pouco por toda a Europa. Luzes, presentes, enfeites e os famosos mercados natalícios. Imperdíveis.

O AEIOU e o motor de busca especialista em voos baratos momondo escolheram alguns dos principais mercados de Natal para te inspirar para a época. Viena, Colónia, Praga, Bruges e Copenhaga foram os eleitos, mas muitos mais há por explorar. Basta escolher o destino e apanhar o avião.

 

a-haranghy / Flickr

Viena (foto: flickr.com/a-haranghy)

Viena (foto: flickr.com/a-haranghy)

Viena

As pitorescas cidades austríacas ficam ainda mais engraçadas no Inverno. Viena não é excepção com os seus mercados sazonais, que pedem passeios demorados com paragens em cada

banca. Estes são dos mais antigos da Europa, datando de 1294. O Punsch ou Glühwein – o vinho quente local- é um dos mais cobiçados, embora as amêndoas torradas (gebrannte mandeln) e os biscoitos de gengibre (lebkuchen) também tenham muita saída.

Se fores a Viena não percas o mercado Rathausplatz, na praça principal, com iluminações típicas e decorado por artistas locais, o Schönbrunn Palace market e as suas barraquinhas decoradas a rigor e o Altwiener Christkindlmarkt, dedicado a roupas feitas à mão. Começam dia 24 de Novembro.

 

Colónia (foto: CGPGrey.com)

Colónia (foto: CGPGrey.com)

Colónia

Também na Alemanha os mercados de Natal são um must see. Os seis mercados de Colónia acontecem todos os anos e dão ainda mais alegria e aos visitantes. Uma grande variedade de oferta, que vai do artesanato aos chocolates que enchem as banquinhas locais e as vistas dos turistas.

Também os souvenirs alusivos aos irmãos Grimm, petiscos e outras curiosidades não faltam.

Para aquele presente de última hora, dar um passeio descontraído ou fazer uma visita ao Museu do Chocolate (com o seu próprio mercado), Colónia já não escapa aos destinos Natalícios. Nem que seja para ver um espectáculo dos gnomos ‘Heinzelmännchen’, também um clássico.

 

Praga

Praga (foto: flickr.com/tammets)

Praga (foto: flickr.com/tammets)

A capital da República Checa continua a ser um dos destinos favoritos dos meses anteriores ao Natal.

Em Praga, os mercados principais são montados nas praças da Cidade Antiga e Wenceslas. Lá os milhares de visitantes podem experimentar comidas e bebidas exóticas e diferentes e comprar presentes para os mais queridos.

Um prato imperdível são as carpas, típicas da quadra, uma espécie de água ardente e o licor de mel dão um toque especial à refeição.

As canções de Natal checas acompanham as iluminações e as conversas animadas dos locais e curiosos. De 1 de Dezembro a 1 de Janeiro.

 

Bruges (foto: flickr.com/richbs)

Bruges (foto: flickr.com/richbs)

Bruges

Considerada uma das mais bonitas da Europa, a cidade medieval fica ainda mais apelativa perto do Natal.

Os mercados nunca desiludem e ganham ainda mais graça com as outras catividades natalícias, o festival de neve e esculturas no gelo que merecem por si só uma visita.

Mas Bruges não se fica por aqui. As praças castiças, as luzes coloridas, as decorações, a pista de gelo no Grote Markt, tudo sempre acompanhado dos melhores petiscos e chocolate quente.

Ainda no tema chocolate, estes são um dos presentes mais cobiçados ou não fossem os chocolates belgas uma das maravilhas gastronómicas europeias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

 

Copenhaga (flickr.com/mattphipps)

Copenhaga (flickr.com/mattphipps)

Copenhaga

Copenhaga é considerada por muitos uma das capitais mais bonitas da Europa, sempre organizada e com muitos cantos por explorar. No Natal não é excepção, com mais de meio milhão de visitantes ávidos por descobrir os mercados locais, sobretudo o maior e mais imponente nos jardins Tivoli.

As temperaturas baixas e a habitual neve ajudam para o cenário natalício, bem como as decorações tipicamente nórdicas. Por todo o lado, tudo faz lembrar os contos de fadas, com sinos e duendes.

O ponto alto vai para o Pai Natal sentado no seu trono, que faz as alegrias e miúdos e graúdos.

 

 

AEIOU / momondo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.