37 anos depois, voltou a nevar no deserto do Sahara

Um fotógrafo amador conseguiu registar o momento em que caiu neve no deserto do Sahara, algo que já não acontecia desde 1979.

O deserto do Sahara é o último lugar no mundo onde alguém esperaria encontrar neve. Afinal, trata-se de uma das regiões mais secas e quentes do planeta, com uma temperatura média de 50 graus na altura do verão.

Mas, na passada segunda-feira, a cidade de Ain Sefra, na Argélia, deu-nos um espetáculo que pode muito bem marcar o fim de um ano bastante surreal.

A pequena civilização acordou com as suas dunas de areia alaranjada inesperadamente brancas, um fenómeno que já não acontecia há mais de 37 anos.

E, como se costuma dizer, há quem tenha a sorte de estar no lugar certo à hora certa e essa pessoa chama-se Karim Bouchetata.

O fotógrafo amador estava na cidade argelina quando começou a nevar e, por isso, não deixou escapar a oportunidade de registar o momento.

Todas as pessoas ficaram maravilhadas quando viram a neve a cair no deserto”, contou, citado pelo The Independent.

“Deu uma paisagem incrível e um conjunto muito bom de fotografias. A neve ainda aguentou durante um dia mas agora já derreteu”, explicou.

Foi a segunda vez em toda a história que o deserto do Sahara viu neve. A primeira aconteceu em 1979, também na Argélia.

ZAP / Hypeness

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Setor da restauração diz que os apoios e horários estabelecidos aumentam a “escravização"

Segundo um documento da PRO.VAR, dois em cada três (66,4%), dos estabelecimentos localizados em centros comerciais, ponderam apresentar pedidos de insolvência. O trabalho tem por base um inquérito a empresas do sector realizado entre os dias …

Ucrânia diz que Rússia não responde a pedido de conversações, mas conta com o apoio da NATO

O Presidente ucraniano, Volodimir Zelenskii, disse que ainda não conseguiu falar com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para discutir a escalada do conflito no Leste da Ucrânia. A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente de …

"O trabalho liberta." Polícia comunica pichagem nazi no Porto ao Ministério Público

A Polícia Municipal vai comunicar ao Ministério Público (MP) uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi "o trabalho liberta". Uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, …

Um morto e um ferido em tiroteio junto a hospital em Paris. Atirador encontra-se em fuga

Um tiroteio numa rua no bairro 16 da capital francesa causou a morte de um segurança do hospital Henry Dunant e ferimentos muito graves numa utente. Os disparos deram-se em frente ao hospital Henry Dunant, …

Bloco de Esquerda quer plano nacional de férias de Verão financiado pelo Governo

O Bloco de Esquerda vai entregar um projeto de lei na Assembleia da República para que o Governo defina um programa de férias de Verão. Catarina Martins, coordenadora do partido, frisa que a maior parte …

Índia ultrapassa Brasil e é o segundo país mais afetado pela covid-19

A Índia é o segundo país mais afetado pela pandemia de covid-19, ultrapassando o Brasil, depois de registar um valor máximo de 168 mil novas contaminações nas últimas 24 horas. O país, com 1,3 mil milhões …

Dois anos depois, mulher de Assange pede que Reino Unido pressione EUA para acusações caírem

A mulher de Julian Assange, Stella Moris, disse que a Grã-Bretanha seria mais forte a fazer campanha contra regimes autoritários se pressionasse o Governo Biden a retirar o seu apelo para o extraditar sob acusações …

Operação Marquês. Ministério Público pede alargamento do prazo previsto na lei para recorrer

Depois da decisão instrutória tomada pelo juiz Ivo Rosa, os procuradores Rosário Teixeira e Vítor Pinto já entregaram um requerimento a pedir 120 dias para o recurso. O alargamento do prazo passaria assim a ser …

Duas mortes e 271 infetados em 24 horas. Rt continua a subir em Portugal

O boletim da DGS desta segunda-feira dá conta de mais 271 novos casos. Registaram-se ainda mais duas mortes por covid-19. Segundo a DGS existem 25.784 casos ativos, menos 176 do que na véspera, e há mais …

Maioria dos pobres em Portugal trabalha (os "três D" da pobreza e 4 perfis que são uma "supresa")

Um quinto da população portuguesa é pobre e a maior parte das pessoas em situação de pobreza trabalha, mantendo vínculos laborais sem termo. As conclusões são de um estudo promovido pela Fundação Francisco Manuel dos …