/

2020 foi “ano negro” com seis picos de mortalidade ( e a covid-19 só explica dois)

2

Mário Cruz / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) identificou seis picos de mortalidade em 2020, mas só justifica dois deles com a covid-19. As causas para os outros vão do frio ao calor, e não há justificações para um desses picos.

O relatório “Mortalidade Geral e por Grandes Grupos de Causas” da Direção-Geral da Saúde (DGS), a que o Público teve acesso, avança que em 2020, se registaram seis períodos de excesso de mortalidade ao longo do ano. Mas apenas dois deles foram motivados pela covid-19 – o primeiro logo no início da pandemia e o último pico logo no fim do ano, quando a atividade pandémica estava em alta.

A covid-19 foi a quarta causa de morte mais frequente, com 5,9% de todos as mortes, num ano em que houve mais 14% de óbitos do que na média dos seis anos anteriores, segundo o documento da DGS citado pelo Público.

Houve mais mortes devido a doenças do aparelho circulatório, nomeadamente acidentes vasculares cerebrais (mais 1.618 do que o que seria esperado) e mais 45% de mortes por doenças relacionadas com a hipertensão.

Quanto aos picos de mortalidade, além dos dois provocados pela covid-19, a DGS justifica-os com o frio e a gripe, uma onda de calor e um período de temperaturas elevadas.

Há um período de excesso de mortalidade cujas causas a DGS não consegue apontar.

O Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, admite que algumas das mortes verificadas se possam ter devido à falta de cuidados de saúde.

Miguel Guimarães salienta, em declarações ao Observador, que 2020 foi “um ano negro” para a saúde, com “milhões de consultas e de exames complementares de diagnóstico por fazer”. A pandemia criou, assim, “um excesso de dificuldade de acesso aos cuidados de saúde“, conclui.

  ZAP //

2 Comments

  1. a covid assim como a operação militar na ucrânia têm as costas extremamente largas, conseguem explicar os crimes destes políticos que não são incompetentes pq sabe muito bem o que andam a fazer.

    e o que andam a fazer nada tem de bom para os povos.

  2. Penso poder explicar os outros quatro !……….com tudo concentrado na COVID19 , a profilaxia mais básica , tratamentos e intervenções cirurgias atempadas ficaram para trás !…capito ?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.