Cientistas analisaram tweets e concluíram: 2020 foi mesmo uma montanha-russa emocional

Cientistas da Rutgers University–Camden, nos Estados Unidos, decidiram analisar os altos e baixos emocionais dos habitantes de New Jersey codificando o conteúdo das publicações do Twitter. O resultado da análise foi claro: 2020 foi uma verdadeira montanha-russa emocional naquele estado norte-americano.

Um dos dados mais surpreendentes do estudo, destacados pelo Phys, foi o facto de os residentes de New Jersey terem entrado na pandemia de covid-19 com otimismo e esperança. Quando Phil Murphy, governador do estado, anunciou em março que a vida seria afetada pelo vírus, o Twitter foi alvo de um ponto alto de emoções positivas.

Mas as emoções negativas não tardaram a chegar. Na rede social, estas emoções atingiram o pico em meados de março, ainda no início da pandemia. O intervalo de dias mais infelizes ocorreu, de acordo com o estudo, entre 11 e 13 de março.

“Nessas datas, soubemos que a pandemia se estava a espalhar e o governador Murphy pediu ações drásticas para conter a doença”, disse Dan Hart, professor de estudos infantis e psicologia da universidade norte-americana, em comunicado.

Os residentes de New Jersey adaptaram-se rapidamente às novas realidades da vida pandémica, com os extremos de meados de março a serem “silenciados” no final do mês. Ainda assim, as emoções negativas expressas no Twitter eram mais comuns em todo o estado do que no mesmo período do ano anterior.

À medida que abril e maio avançavam, as esperanças de resolução da pandemia diminuíam e as emoções positivas expressas na plataforma também.

O assassinato de George Floyd, no dia 25 de maio, desencadeou emoções fortes em todo o país e, uma semana depois, marcou o segundo pico de emoções negativas em New Jersey.

A campanha presidencial também não foi indiferente. Nos dias antes da eleição, as pesquisas revelaram uma preferência nacional consistente por Biden, enquanto que o pensamento conspiratório nos condados republicanos aumentou, como resultado das falsas alegações do ex-Presidente Donald Trump de que a fraude eleitoral generalizada seria a única explicação para uma vitória de Biden.

Lentamente, os residentes do estado norte-americano recuperaram o equilíbrio emocional. Dezembro de 2020 teve a maior média de emoções positivas expressas no Twitter desde o início da pandemia, o que não é, de todo, uma surpresa, já que o dia de Natal teve as emoções mais positivas do mês.

Os investigadores também descobriram que as comunidades mais felizes eram as mais ricas, enquanto que as comunidades com altas taxas de pobreza registaram menos emoções positivas durante o ano na rede social.

A investigação revelou ainda que os dias mais felizes tendem a ser a meio do mês. As emoções negativas começam a surgir no final do mês e continuam durante os primeiros dias do início do mês seguinte.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Medida "excessiva". PSD vai pedir a apreciação parlamentar do prolongamento do teletrabalho até final do ano

O PSD vai pedir a apreciação parlamentar do prolongamento do teletrabalho até final do ano, considerando a medida "excessiva". O ECO avança, esta quarta-feira, que o PSD vai pedir, ainda esta semana, a apreciação parlamentar do …

Portugal regista mais 684 casos e 8 mortos. Incidência da doença a subir

O boletim epidemiológico desta quarta-feira indica que Portugal registou nas últimas 24 horas, 684 novos casos de covid-19 e mais 8 óbitos. Segundo o boletim da DGS o país tem 447 doentes com covid-19 internados, dos …

Acesso ao Ensino Superior terá as mesmas exceções do ano passado

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior disse, esta terça-feira, que o acesso ao Ensino Superior terá, este ano, as mesmas medidas excecionais implementadas no ano passado devido à pandemia da covid-19. "Olhar para a …

Europa vai receber mais 50 milhões de vacinas da Pfizer ainda este mês

Depois de se saber que a UE não vai renovar os contratos com a Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano, a Comissão Europeia anunciou que a Pfizer vai fornecer 50 milhões de doses …

Agente que matou Daunte Wright e chefe da polícia demitiram-se. Mas os protestos continuam

A polícia que matou a tiro um jovem afro-americano em Brooklyn Center, nos Estados Unidos, no domingo, e o chefe da polícia local demitiram-se. Mas os protestos continuam na cidade. Mike Elliott, mayor de Brooklyn Center, …

Família de Ihor pondera recorrer se inspetores não forem condenados por homicídio

A família de Ihor Homenyuk está a ponderar recorrer se os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) forem condenados por ofensas à integridade física agravada e não por homicídio qualificado. A notícia é …

"Sofagate". Michel pede desculpa a Von der Leyen por falta de reação a incidente em Ancara

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu esta terça-feira solenemente desculpa à líder da Comissão Europeia (UE) pela falta de reação ao "desplante diplomático" protagonizado por Ancara na semana passada. Von der Leyen destacou …

Altice Portugal acredita que "SIRESP vai acabar a 30 de junho"

O presidente da Altice Portugal disse que a empresa não teve "qualquer tipo de contacto por parte do SIRESP" sobre a continuidade do contrato, pelo lhe parece que a rede de emergência "vai acabar no …

Polícia do Capitólio foi avisada do ataque mas ordenada a não agir agressivamente

A Polícia do Capitólio dos Estados Unidos foi avisada antecipadamente sobre a violência dos atacantes do dia 6 de janeiro, mas os seus comandantes ordenaram aos oficiais que não usassem as suas táticas "mais agressivas" …

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …