18 pessoas morreram em atentado no Burkina Faso

STR / EPA

Os dois homens responsáveis pela morte de quase duas dezenas de pessoas num ataque contra um restaurante na capital do Burkina Faso foram abatidos pelas autoridades, disse à AFP uma fonte das forças de intervenção.

O balanço do ataque é de 18 mortos; 14 cadáveres ainda estão no local, entre os quais os corpos dos dois atacantes”, disse a mesma fonte, que pediu para não ser identificada.

Dois homens armados atacaram, no domingo à noite, a cafetaria Azis Istambul, situada numa avenida do centro de Ougadougou, frequentada por estrangeiros residentes na capital do Burkina Faso.

A operação da polícia prolongou-se durante quatro horas, tendo os dois atacantes sido abatidos pela polícia.

Segundo os Serviços de Informação do Governo, desconhecem-se as nacionalidades das vítimas.

As forças de segurança chegaram ao local com veículos blindados, na sequência de relatos de tiros disparados junto do restaurante turco Aziz Istanbul, em Ouagadougou.

Este é o segundo ataque a um restaurante popular entre estrangeiros em Ouagadougou nos últimos dois anos.

O Burkina Faso é um dos países mais pobres do mundo. Partilha a fronteira norte com o Mali, que há muito combate extremistas islâmicos.

Em janeiro de 2016, um ataque a um café causou a morte de 30 pessoas. O grupo extremista Al-Qaida no Magrebe Islâmico (AQMI), juntamente com o grupo Al Mourabitoun, reivindicaram o atentado.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.