17% das raças de animais de pecuária estão em risco de extinção

Dirk Ingo Franke / Wikimedia

-

A FAO, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, divulgou esta quarta-feira um relatório sobre recursos genéticos animais. O documento revela que 1,458 espécies de animais de pecuária correm risco de extinção – 17% do total de espécies.

Segundo o documento da FAO, o status de 58% das raças é desconhecido, devido à falta de dados no tamanho e na estrutura de suas populações, e quase 100 espécies de pecuária foram extintas entre 2000 e 2014.

Segundo o estudo, o cruzamento de raças é a principal causa da extinção.

Outras ameaças à diversidade genética dos animais são a políticas fracas de regulação o sector da pecuária, declínio dos sistemas tradicionais de produção e negligência de espécies que não são consideradas competitivas.

A Europa e América do Norte são as duas regiões do mundo com as maiores proporções de espécies em risco. A FAO explica que em ambas as áreas, a indústria é altamente especializada, com a utilização de um pequeno número de raças para a produção.

O director-geral da agência da ONU, José Graziano da Silva, relembrou que “durante os últimos milhares de anos, os animais domesticados como ovelhas, galinhas e camelos, têm contribuído para o sustento e a segurança alimentar de milhões de pessoas”.

Desafios

Segundo Graziano da Silva, 70% dos pobres que vivem em áreas rurais dependem da pecuária.

Entre os desafios futuros estão as alterações climáticas, doenças, pressão sobre a terra e a água e mudanças na procura dos mercados.

A FAO calcula que 38 espécies e mais de 8,7 mil raças separadas de aves e mamíferos são utilizadas na agricultura e produção de alimentos.

O estudo contou com a participação de 129 países. Segundo a agência, cada vez mais os governos reconhecem a importância do uso sustentável de recursos genéticos na pecuária.

Segundo a FAO, os produtores de países em desenvolvimento estão a importar material genético como forma de melhorar a produtividade de suas criações – por exemplo, aumentando a produção de leite.

O sul da Ásia e a África, regiões onde se encontram muitos pecuaristas de pequeno porte, estão no centro do crescimento do consumo de leite e de carne.

Esta tendência é preocupante, porque aumentos similares de procura em outras regiões do mundo fizeram com que as produções dos pequenos pecuaristas dessem lugar à produção em larga escala, que utiliza um número mais limitado de raças.

O relatório da FAO realça ainda a necessidade de maior colaboração dos governos e autoridades internacionais em prol do futuro da biodiversidade da pecuária.

ZAP / R-ONU

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …

Documentário da Netflix reacende debate sobre os milhares de tigres em cativeiro nos Estados Unidos

A minissérie documental da Netflix "Tiger King: Morte, Caos e Loucura" veio reacender o debate sobre os grandes felinos que estão em cativeiro, frisando que há cerca de 10.000 espécimes nestas condições nos Estados Unidos. …

Luciano venceu a covid-19 aos 100 anos. Teve direito a bolo, a um desenho e a uma alta hospitalar

Luciano Marques da Silva completou 100 anos no hospital de São João, no Porto, onde se encontrava hospitalizado devido à infeção por covid-19. Depois de dez dias de internamento, conseguiu vencer e recebeu alta. No dia …

Geneinno S2, a scooter subaquática que o impulsiona entre as ondas

Há dois anos, foi anunciada a Trident, uma scooter subaquática fabricada pela startup chinesa Geneinno. Agora, a empresa lançou um modelo mais barato e portátil, conhecido como Geneinno S2. O Trident - ou Geneinno S1 - …

WhatsApp restringe opção de reencaminhar mensagens para evitar desinformação

A rede social anunciou que vai passar a restringir o reencaminhamento de mensagens para tentar diminuir a disseminação de informação falsa sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a revista Newsweek, a partir desta terça-feira, …

"Mostre-me a sua identificação." Na Tunísia, um robô pergunta às pessoas por que não estão em casa

Nas ruas de Túnis, a capital da Tunísia, um robô não pilotado aborda as pessoas na rua e pergunta-lhes por que não estão em casa, exigindo-lhes um documento de identificação. A Tunísia está em confinamento obrigatório …

Putin não quer repetir os erros dos outros países

Vladimir Putin diz que "o pico da epidemia ainda não foi superado", mas garante que tem "em consideração as experiências positivas e negativas de outros países". O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou esta terça-feira para …

É possível fazer uma máscara de tecido em apenas alguns segundos

O cirurgião-geral norte-americano Jerome Adams disse que as máscaras faciais de pano podem ser feitas a partir de utensílios domésticos comuns. No início do mês, Jerome Adams, cirurgião-geral dos Estados Unidos, deixou um aviso ao público …

Há dois mil enfermeiros em casa em vigilância ativa (e 363 infetados)

De acordo com o comunicado da Ordem dos Enfermeiros, que sublinha a necessidade de testar estes profissionais, "já não há nenhum distrito sem enfermeiros infetados". Quase dois mil enfermeiros estão, atualmente, em casa em situação de …