Covid-19. 14 mortos e 1600 infetados em Portugal

José Sena Goulão / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, na Comissão de Saúde

As autoridades de saúde confirmaram, este domingo, que há 14 mortos em Portugal e 1600 casos confirmados de Covid-19.

O novo boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) dá conta de um aumento de 12 para 14 mortos em Portugal e de 1280 para 1600 casos infetados (+320) entre este sábado e hoje, ou seja, um aumento de 25%.

Entre as 14 mortes: cinco são na zona Norte (mais uma do que ontem), quatro na região Centro (igual a ontem), quatro na região de Lisboa e Vale to Tejo (mais uma do que ontem) e mantém-se uma no Sul.

Em conferência de imprensa, a ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou que, deste números, 169 pacientes estão internados, sendo que 41 se encontram em unidades de cuidados intensivos.

A ministra disse ainda que 80% dos casos confirmados são “ligeiros” e que estão em tratamento domiciliário.

12.562 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde, sendo que 1152 aguardam resultado laboratorial. Mantêm-se os cinco casos de doentes que recuperaram.

Dos 1280 infetados, 114 são casos importados (eram 104 ontem), de 16 países diferentes, dos quais se destacam Espanha, França e Itália. Os restantes casos foram infetados já em Portugal.

Neste momento, a situação nas ilhas é: nos Açores, subiram de três para quatro o número de casos infetados, na Madeira passaram de cinco para sete.

“Falsa sensação de segurança”

Na mesma conferência de imprensa, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, voltou a abordar o tema das máscaras. “Não vale a pena a utilização de máscaras, sobretudo se não forem verdadeiras máscaras, mas pedaços de tecido. O importante é o distanciamento social e ter cuidado com o contacto com a boca e com o nariz”.

Sobre as máscaras de pano que algumas empresas estão a produzir, a diretora-geral da Saúde não tem dúvidas: “Aquele pano não é impermeável, vai ficar húmido e os vírus vão passar, só dá uma falsa sensação de segurança“.

Questionada sobre a possibilidade de haver imunidade da doença, a responsável da DGS afirmou que “tudo indica que sim, na maior parte dos casos”, mas recordou que ainda não se sabe “a duração dessa imunidade”. “Nos futuros meses e anos vamos ter de testar muitas pessoas para perceber isso”.

Relativamente ao tratamento usado para curar a doença, Graça Freitas explicou que ainda não existe uma terapêutica conhecida, mas garantiu que autoridades de saúde portuguesas estão atentas ao que se faz lá fora.

“Estão a ser testadas e experimentadas várias terapêuticas e metodologias, o que estamos a fazer é a observar os resultados que se obtêm em diferentes países.”

Já há mais de 300.000 casos de infeção desde o início da pandemia, segundo uma atualização da contagem realizada pela agência AFP, divulgada este domingo, a partir de fontes oficiais. De acordo com a contagem da agência noticiosa, 12.895 pessoas morreram, em 169 países e territórios.

Na China, onde surgiu a pandemia, foram registados 81.054 casos de infetados, dos quais 3.261 morreram. Em Itália, o país que é atualmente o mais atacado pela covid-19, foram verificados 53.578 casos de pessoas infetadas, registando 4.825 mortos.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É incrível, na china continuam a aconselhar a população a não sair à rua sem máscara, a situação está controlada, não vemos uma pessoa na rua ou no trabalho sem máscara.

    Em portugal Espanha e Itália, aconselha-se a População a não usar, porque dá uma falsa sensação de segurança e os casos continuam a aumentar.
    Ao mesmo tempo que afirmam que devem ser usadas apenas médicos , enfermeiros e forças de segurança para sua segurança e evitar a contaminação.

    Se as máscaras,( como afirmam todos os dias) servem apenas para pessoas que possam estar infectadas não infectar o próximo, não é isso que se pretende?? parar o contágio? não devíamos ser obrigados ao uso da máscara sempre que saímos de casa como fazem na China e em Macau??

    As máscaras servem para proteger médicos, enfermeiros e autoridades e na restante população não têm o mesmo efeito?

    Com todo o respeito, isto não é uma critica acredito que há uma explicação que eu ainda não compreendi apenas isso.

    Julgo que os órgãos de comunicação social, (quando a Srª directora Geral da Saudade recomenda que a população não se deve usar máscara ) deveriam questioná-la, porque razão diz que deve ser usada por médicos enfermeiros e autoridades!

  2. A directora da DGS acabou por se descair e dizer que aconselhava o não uso de mascara porque estão esgotadas em Portugal.E sim deve-se usar sempre mascara quando em espaços publicos. atendendo ao modo como se manipula a mesma.

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …