Covid-19. 14 mortos e 1600 infetados em Portugal

José Sena Goulão / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, na Comissão de Saúde

As autoridades de saúde confirmaram, este domingo, que há 14 mortos em Portugal e 1600 casos confirmados de Covid-19.

O novo boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) dá conta de um aumento de 12 para 14 mortos em Portugal e de 1280 para 1600 casos infetados (+320) entre este sábado e hoje, ou seja, um aumento de 25%.

Entre as 14 mortes: cinco são na zona Norte (mais uma do que ontem), quatro na região Centro (igual a ontem), quatro na região de Lisboa e Vale to Tejo (mais uma do que ontem) e mantém-se uma no Sul.

Em conferência de imprensa, a ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou que, deste números, 169 pacientes estão internados, sendo que 41 se encontram em unidades de cuidados intensivos.

A ministra disse ainda que 80% dos casos confirmados são “ligeiros” e que estão em tratamento domiciliário.

12.562 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde, sendo que 1152 aguardam resultado laboratorial. Mantêm-se os cinco casos de doentes que recuperaram.

Dos 1280 infetados, 114 são casos importados (eram 104 ontem), de 16 países diferentes, dos quais se destacam Espanha, França e Itália. Os restantes casos foram infetados já em Portugal.

Neste momento, a situação nas ilhas é: nos Açores, subiram de três para quatro o número de casos infetados, na Madeira passaram de cinco para sete.

“Falsa sensação de segurança”

Na mesma conferência de imprensa, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, voltou a abordar o tema das máscaras. “Não vale a pena a utilização de máscaras, sobretudo se não forem verdadeiras máscaras, mas pedaços de tecido. O importante é o distanciamento social e ter cuidado com o contacto com a boca e com o nariz”.

Sobre as máscaras de pano que algumas empresas estão a produzir, a diretora-geral da Saúde não tem dúvidas: “Aquele pano não é impermeável, vai ficar húmido e os vírus vão passar, só dá uma falsa sensação de segurança“.

Questionada sobre a possibilidade de haver imunidade da doença, a responsável da DGS afirmou que “tudo indica que sim, na maior parte dos casos”, mas recordou que ainda não se sabe “a duração dessa imunidade”. “Nos futuros meses e anos vamos ter de testar muitas pessoas para perceber isso”.

Relativamente ao tratamento usado para curar a doença, Graça Freitas explicou que ainda não existe uma terapêutica conhecida, mas garantiu que autoridades de saúde portuguesas estão atentas ao que se faz lá fora.

“Estão a ser testadas e experimentadas várias terapêuticas e metodologias, o que estamos a fazer é a observar os resultados que se obtêm em diferentes países.”

Já há mais de 300.000 casos de infeção desde o início da pandemia, segundo uma atualização da contagem realizada pela agência AFP, divulgada este domingo, a partir de fontes oficiais. De acordo com a contagem da agência noticiosa, 12.895 pessoas morreram, em 169 países e territórios.

Na China, onde surgiu a pandemia, foram registados 81.054 casos de infetados, dos quais 3.261 morreram. Em Itália, o país que é atualmente o mais atacado pela covid-19, foram verificados 53.578 casos de pessoas infetadas, registando 4.825 mortos.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É incrível, na china continuam a aconselhar a população a não sair à rua sem máscara, a situação está controlada, não vemos uma pessoa na rua ou no trabalho sem máscara.

    Em portugal Espanha e Itália, aconselha-se a População a não usar, porque dá uma falsa sensação de segurança e os casos continuam a aumentar.
    Ao mesmo tempo que afirmam que devem ser usadas apenas médicos , enfermeiros e forças de segurança para sua segurança e evitar a contaminação.

    Se as máscaras,( como afirmam todos os dias) servem apenas para pessoas que possam estar infectadas não infectar o próximo, não é isso que se pretende?? parar o contágio? não devíamos ser obrigados ao uso da máscara sempre que saímos de casa como fazem na China e em Macau??

    As máscaras servem para proteger médicos, enfermeiros e autoridades e na restante população não têm o mesmo efeito?

    Com todo o respeito, isto não é uma critica acredito que há uma explicação que eu ainda não compreendi apenas isso.

    Julgo que os órgãos de comunicação social, (quando a Srª directora Geral da Saudade recomenda que a população não se deve usar máscara ) deveriam questioná-la, porque razão diz que deve ser usada por médicos enfermeiros e autoridades!

  2. A directora da DGS acabou por se descair e dizer que aconselhava o não uso de mascara porque estão esgotadas em Portugal.E sim deve-se usar sempre mascara quando em espaços publicos. atendendo ao modo como se manipula a mesma.

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …