Pior incêndio dos últimos 25 anos em Nova Iorque faz 12 mortos

Alba Vigaray / Lusa

Pelo menos 12 pessoas morreram num incêndio num edifício de apartamentos no Bronx, em Nova Iorque, disse hoje o presidente da câmara daquela cidade norte-americana, Bill de Blasio.

12 pessoas morreram num incêndio num edifício de apartamentos no Bronx, em Nova Iorque, na noite de quinta-feira, entre elas um bebé de apenas um ano de idade, naquele que já está a ser considerado o pior fogo a atingir a cidade norte-americana em pelo menos 25 anos.

Assim afirmou esta madrugada o presidente da câmara de Nova Iorque, o democrata Bill de Blasio, numa entrevista coletiva no local do incêndio, na qual avançou ainda que pelo menos quatro residentes sofreram ferimentos graves e estão a lutar pelas suas vidas no hospital.

Informações preliminares davam conta de pelo menos seis mortos no incêndio que deflagrou por volta da meia-noite em Lisboa, num prédio de cinco andares localizado perto do jardim zoológico do Bronx. O balanço de vítimas mortais seria posteriormente atualizado para 12. Antes disso, os bombeiros de Nova Iorque informaram que 15 pessoas tinham ficado gravemente feridas.

O comissário dos bombeiros, Daniel Nigro, considerou o fogo “histórico na sua magnitude”, devido ao número de vidas perdidas que foi sendo atualizado ao longo da madrugada em Portugal. Cerca de 170 bombeiros foram destacados para o combate às chamas e para resgatar residentes do edifício.

Um dos mais mortíferos recentes incêndios no Bronx remonta a 2007, quando um fogo provocado por um aquecedor causou a morte de nove crianças e um adulto. As causas do incêndio desta semana ainda não são conhecidas.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE