Mais de 100 mortos em batalha no porto de Hodeida, no Iémen

A guerra civil no Iémen estende-se desde março de 2015

A batalha de repressão pelas forças governamentais para a tomada do porto de Hodeida, no Iémen, liderado pelos rebeldes, fez mais de 100 mortos no espaço de uma semana, indicaram hoje fontes médicas e militares.

As tropas fiéis ao presidente do Iémen, Abd Rabbo Mansour Hadi, apoiado por uma coligação militar comandada pela Arábia Saudita, avançaram nos últimos dias cerca de duas dezenas de quilómetros para a cidade de Hodeida (oeste) onde procuram rebeldes huthi, apoiados pelo Irão.

Hodeida, no Mar Vermelho, é o principal porto de entrada para importações e ajuda humanitária ao Iémen, um país pobre e devastado pela guerra desde 2015.

A coligação afirma que Hodeida também é um ponto de partida para ataques rebeldes contra navios e o lugar pelo qual se supõe que o Irão entregue armas aos huthis, o que Teerão nega.

As autoridades médicas e de segurança, revelaram igualmente que lutas intensas entre as forças pró-governo e os rebeldes xiitas fizeram pelo menos 28 mortos de ambas as fações.

Forças do governo, apoiadas por ataques aéreos da aliança liderada pela Arabia Saudita, têm avançado ao longo da costa ocidental nas últimas semanas enquanto combatem os rebeldes, conhecidos como huthi.

Os rebeldes mataram 18 pessoas das forças pró-governo e feriram 30 num ataque na sexta-feira na cidade de el-Faza, controlada pelo governo, que durou oito horas, segundo as autoridades.

A guerra civil no Iémen estende-se desde março de 2015, com os xiitas apoiados pelo Irão, que controlam a capital e grande parte do norte do país, em conflito com a coligação liderada pelos sauditas.

Nas regiões do sul e do este do Iémen, há presença de grupos de jihadistas radicais como a Al Qaeda.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Concelho de Portalegre registou o seu primeiro caso (e revela "segredo" para combater pandemia)

Um comportamento recatado e os habitantes sempre alerta com "o bicho" são apontados como os "segredos" que têm "protegido" Fronteira (Portalegre) da covid-19, que só esta semana registou o primeiro infetado desde o início da …

Rio de Janeiro vai ter "réveillon" com espetáculos e fogo de artifício (mas sem público)

O Rio de Janeiro encerrará 2020 com espetáculos e concertos ao vivo em seis palcos montados na cidade brasileira, mas aos quais o público não terá acesso devido à pandemia. Apenas poderá vê-los nas redes …

GP de Portugal. Há 14 casos de covid-19 em equipas de Fórmula 1

Em conferência de imprensa, a Proteção Civil do Algarve revelou que foram identificados 14 casos de covid-19 entre pilotos e staff de equipas da Fórmula 1 que estiveram em Portimão. Foram identificados 14 casos de covid-19 …

Islâmicos "têm o direito" de matar franceses. Twitter retira comentário de ex-primeiro-ministro da Malásia

A rede social Twitter retirou um comentário controverso do antigo primeiro-ministro malaio ​​​​​​​Mahathir Mohamad, relativo ao debate desencadeado pelas palavras do Presidente francês, Emmanuel Macron, sobre o islão. Numa série de mensagens, em que Mahathir Mohamad …

Governo pondera decretar recolher obrigatório e restrições em mais municípios

O Governo está a avaliar avançar com o recolhimento obrigatório e alargar as restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, recusando, no entanto, um novo confinamento geral, disse hoje o …

Gigante americana Walmart retira (temporariamente) armas e munições das prateleiras

A gigante de distribuição norte-americana Walmart decidiu retirar temporariamente armas e munições das prateleiras das suas lojas, anunciou na quinta-feira um porta-voz da cadeia. A medida preventiva foi tomada a cinco dias de uma eleição presidencial …

BE afasta para já estado de emergência e defende requisição civil na saúde

A coordenadora do BE afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência e defendeu que o Governo utilize toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores …

Sismo de magnitude 7 abala Turquia e Grécia e provoca mini-tsunami. Pelo menos 4 pessoas morreram

Quatro pessoas morreram no oeste da Turquia, depois de um forte terramoto de magnitude 7 atingir o Mar Egeu na tarde desta sexta-feira. O abalo derrubou edifícios em áreas costeiras e fez pelo menos 120 …

EDP desiste de processo contra o Estado, mas vai levar tarifa social a Bruxelas

A EDP desistiu da litigância judicial com o Estado sobre a contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE), mas vai pedir à Comissão Europeia uma análise sobre o mecanismo de financiamento da tarifa social a …

"Fora com os pretos". Universidades e escolas de Lisboa vandalizadas com mensagens racistas

Várias universidades e escolas secundárias da região de Lisboa foram vandalizadas com mensagens de teor racista e xenófobo. "Viva a Europa Branca" ou "Fora com os pretos" são algumas das frases escritas. Várias pessoas denunciaram esta …