Neste zoo tailandês, os pinguins mantêm-se em forma (mesmo com o confinamento)

Num jardim zoológico na Tailândia, os funcionários tiveram de arranjar forma de manter os pinguins ocupados durante o confinamento e, assim, não pôr em causa o seu estilo de vida saudável.

A Tailândia está a enfrentar o seu pior surto de covid-19 desde o início da pandemia, o que obrigou o país a introduzir novas restrições. Vários locais públicos encontram-se encerrados, como é o caso dos jardins zoológicos. O Khao Kheow Open Zoo, nos arredores de Banguecoque, é um deles e até os animais começam a estranhar este ambiente tão calmo.

“Percebi que os pinguins se sentiram um pouco confusos porque, quando saem, geralmente há muitas pessoas à espera deles”, contou à agência Reuters Tossapol Kosol, especialista em pinguins que trabalha neste zoo.

“Agora, quando eles saem e não há ninguém aqui, às vezes ficam parados a observar, como se se estivessem a perguntar para onde é que foram as pessoas todas”, disse ainda.

Durante o último ano, os funcionários deste jardim zoológico tailandês tiveram de encontrar formas de exercitar estes animais. Por isso, depois de os alimentarem com os habituais 25 quilos de cavala, Tossapol e os colegas “obrigam-nos” a marchar pelo longo corredor que os leva até à piscina no exterior.

“Se ficassem sempre no seu compartimento, com ar-condicionado, podiam acabar por ficar doentes. Por isso, trazemo-los cá para fora para apanharem sol, comerem e nadarem, para manterem um estilo de vida saudável”, explicou Kosol.

Em declarações à agência noticiosa, o diretor do zoo, Tawin Rattanawongsawat, explica que, embora não possam receber visitantes (que normalmente ajudam a alimentar os pinguins), a vida tem de continuar para assegurar o bem-estar dos animais.

“Não há visitantes, então neste momento estão a ser alimentados pelos seus cuidadores. Devem estar a questionar-se porque é que são sempre as mesmas caras e onde é que estão as crianças e os seus pais. Devem sentir-se um pouco solitários”, lamentou.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.