No Zimbabué, a cura para a depressão são os avós

No Zimbabué, a depressão é chamada “kufungisisa”, que significa “pensar demais”. Na tentativa de combater o reduzido número de psiquiatras e psicólogos nesta região, foi criado um programa da saúde mental inovador: o Friendship Bench.

O número de casos de depressão no Zimbabué são justificados por eventos traumáticos ocorridos no país, como a Guerra Civil da Rodésia e o Gukurahundi – uma série de massacres de civis durante quatro anos.

Em 2005, durante uma campanha do governo que tinha como objetivo limpar as favelas do país, foram desalojadas mais de 700 mil pessoas. Foi neste altura que Dixon Chibanda, um dos doze psiquiatras que atuam no Zimbabué, percebeu a dimensão do problema.

Para tentar resolver o problema, e devido à escassez de profissionais competentes, o especialista criou, em 2006, o programa Friendship Bench, distribuído gratuitamente por 70 comunidades da região, que treinou mais de 400 avós em psicoterapia.

Inicialmente, o psiquiatra não acreditou na eficácia do projeto, mas começou a treinar os avós utilizando a terminologia do Ocidente, com palavras como “depressão” e “suicídio”. Rapidamente se apercebeu de que não ia funcionar. Para chegar aos doentes, os avós precisavam de usar a sua própria linguagem, para que as comunidades sentissem empatia com os avós.

Assim, o treino foi feito em conjuntos: em linguagem xona, desenvolvendo as ideias de fortalecimento de espírito e abertura da mente. “Acho que foi um dos motivos pelo qual foi tão bem sucedida”, contou Dixon Chibanda, citado pela Visão. “Conseguiu reunir essas diferentes peças, usando o conhecimento e a sabedoria das comunidades”.

A relação entre os avós e os doentes

Os avós acompanham quase diariamente vários tipos de pacientes, desde toxicodependentes a seropositivos no limiar da pobreza, passando ainda por idosos em solidão e mulheres grávidas e solteiras.

6 meses mais tarde, explica a BBC, o grupo que tinha recebido o acompanhamento dos avós mostrava menos sintomas de depressão em relação a um grupo submetido a um tratamento convencional.

Ao contrário do que se pensava, apesar de os avós terem passado pelos mesmos traumas sociais, os especialistas descobriram que têm taxas muitos baixas de transtornos relacionadas com stress pós-traumático. Além disso, o facto de lidarem com pessoas com problemas de saúde mental não os torna mais frágeis e propensos aos mesmos.

“O que parece estar a acontecer é esse conceito de altruísmo. As avós sentem que estão a tirar proveito de alguma coisa que realmente faz a diferença na vida dos outros”, explicou o médico.

Programa reconhecido e expandido para outros países

Em 2009, o programa já era reconhecido e realizado em várias clínicas, escolas e estabelecimentos policiais e, em 2016, o especialista publicou os resultados de um ensaio clínico com 600 pessoas que testou a eficácia do programa na revista científica Journal of American Medical Association.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo têm depressão, que, por sua vez, leva a 800 mil suicídios por ano, a maioria deles em países em desenvolvimento.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …