Winnie the Pooh foi banido da China

O famoso desenho animado foi banido das redes sociais chinesas por ser cada vez mais utilizado pelos internautas para ridicularizar o presidente Xi Jinping.

As autoridades de censura chinesas decidiram banir esta semana Winnie the Pooh, o famoso urso da Disney que adora mel, das redes sociais do país. A repressão não foi ainda justificada mas, segundo a imprensa, tudo estará relacionado com o Presidente chinês.

O urso tem sido cada vez mais usado nas redes sociais chinesas para ridicularizar as parecenças de Xi Jinping com o desenho animado.

Por isso, todos os utilizadores que escreverem “Winnie the Pooh” nas redes sociais chinesas vão ser confrontados com uma mensagem de erro porque “o conteúdo é ilegal”.

As comparações entre o presidente do país asiático e o urso surgiram, em 2013, quando surgiu uma fotografia de Xi Jinping com Barack Obama, na altura ainda presidente dos EUA, ao lado de uma imagem em que Pooh aparecia ao lado do seu amigo tigre.

Posteriormente, o chefe de Estado foi novamente comparado com o urso da Disney numa fotografia em que cumprimenta o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, com uma imagem em que Pooh agarra o casco do burro, outra das personagens.

A China é um dos países com uma atuação mais rígida na Internet e prova disso é o facto de redes sociais como o Facebook e o Twitter estarem há muito tempo bloqueados no país.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da IPSS "O Sonho" constituído arguido

O presidente da Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) ‘O Sonho’, em Setúbal, foi constituído arguido e ouvido esta sexta-feira na Polícia Judiciária de Setúbal, disse à agência Lusa o diretor daquela polícia, Vítor Paiva. Segundo …

Cirurgiões retiram o "maior tumor cerebral de sempre"

No passado dia 14 de fevereiro, cirurgiões indianos conseguiram remover o maior tumor cerebral de sempre. Santlal Pal, de 31 anos, vivia desde 2015 com um tumor de 1,8 quilos. Santlal Pal viu nos últimos anos …

Tripulantes da Ryanair marcam greve para 29 de março, 1 e 4 de abril

Os tripulantes de cabine da Ryanair exigem o cumprimento da legislação laboral e afirmam que a situação laboral na empresa é "insustentável". Os tripulantes de cabine da Ryanair anunciaram hoje que vão estar em greve nos …

Governador do Missouri detido por chantagear uma mulher

O governador do Estado do Missouri foi detido esta quinta-feira sob acusação de ter chantageado uma mulher com quem manteve um relacionamento extraconjugal em 2015. Eric Greitens foi libertado sem fiança, esta sexta-feira. Eric Greitens foi …

PJ de Setúbal faz buscas na IPSS "O Sonho"

A Polícia Judiciária está a realizar buscas à instituição particular de solidariedade social (IPSS) "O Sonho", em Setúbal, por suspeitas dos crimes de fraude na obtenção de subsídio, participação económica em negócio e peculato. "As buscas, …

À luz das regras europeias, despedimento coletivo pode abranger grávidas

Segundo o Tribunal de Justiça, as grávidas podem ser despedidas em caso de despedimento coletivo. Em Portugal, a entidade patronal deve comprovar que a demissão não está relacionada com a gravidez. O Tribunal de Justiça da …

Sindicatos falam em adesão de 68% à greve dos CTT

Os sindicatos afetos aos CTT afirmam que estão cerca de duas mil pessoas na manifestação contra a atual situação dos Correios, enquanto a polícia aponta para 1.500, disseram à Lusa os responsáveis no local. Os trabalhadores …

Adalberto Campos Fernandes

Concurso de médicos recém-especialistas publicado na próxima semana

O despacho com a abertura do concurso para a colocação dos médicos recém-especialistas nos hospitais, reclamado há meses por estes profissionais, será publicado na próxima semana, anunciou hoje o ministro da Saúde. Adalberto Campos Fernandes fez …

Benfica e Jorge Jesus chegam a acordo

O atual treinador do Sporting confirmou ter chegado a acordo com o Benfica, no processo em que os encarnados pediam 14 milhões de euros de indemnização na sequência da saída do técnico da Luz. "Quem chegou …

"Uma vergonha" diz a Ordem sobre decreto que permite aos engenheiros assinar projetos

O projeto de lei que permite aos engenheiros assinar projetos de arquitetura, aprovado esta quinta-feira no parlamento, é "um retrocesso e uma vergonha" para o vice-presidente da Ordem dos Arquitetos, Daniel Fortuna do Couto. Daniel Fortuna …