Vulcão Mayon tem duas novas erupções e faz 60 mil deslocados

Francis R. Malasig / EPA

Esta quarta-feira, o vulcão Mayon, nas Filipinas, expulsou lava e cinzas em duas novas erupções. O número de deslocados já superou as 60 mil pessoas, face à ameaça de uma explosão mais potente.

O Mayon amanheceu esta quarta-feira com uma primeira erupção às 6h02 locais (22h02 em Lisboa), que provocou rios de lava abundantes e uma coluna de gases e cinzas de três quilómetros de altura.

Quatro horas depois, seguiu-se uma segunda erupção de magnitude semelhante, acompanhada de fortes estrondos, disse à agência espanhola Efe Winchelle Sevilla, da agência vulcanológica das Filipinas, que advertiu para o risco de erupções mais potentes nos próximos dias.

O vulcão mais ativo das Filipinas está em atividade há dez dias, mas as explosões têm sido mais frequentes desde o início desta semana.

As autoridades já aumentaram o nível de alerta de três para quatro, por considerarem possível uma erupção perigosa nas próximas horas ou dias. A zona de exclusão foi também ampliada a um raio de oito quilómetros à volta da cratera.

Segundo a agência vulcanológica, os rios de lava emanados desde a cratera superam três quilómetros de longitude e o fluxo piroclástico, fragmentos de materiais heterogéneos arrastados, alcança cinco quilómetros de distância.

No total, 60.821 pessoas de 16.326 famílias que residiam na zona de perigo foram retiradas e a maioria encontra-se em cerca de 30 abrigos da região, segundo dados do gabinete de proteção civil da província de Albay. “Temos pedido às pessoas que não regressem à zona de perigo sob nenhum pretexto”, disse um responsável.

O recente despertar do Mayon causou medo que se repita a trágica explosão do vulcão Pinatubo, a noroeste de Manila, em 1991, a segunda maior do século passado e que causou perto de 850 mortos e mais de 1,3 milhões de deslocados. Nos último 30 anos, o Mayon entrou em erupção outras cinco vezes.

No entanto, especialistas da agência filipina já acalmaram os cidadãos, afastando a possibilidade de o Mayon ter uma erupção tão potente como a do Pinatubo.

Com 23 vulcões ativos, o arquipélago filipino assenta sobre uma zona de intensa atividade sísmica e vulcânica conhecida como o chamado “Anel de Fogo do Pacífico“, que se estende a costa oeste do continente americano até à Nova Zelândia, passando pelo Japão e Indonésia, entre outros países.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …

Esqueletos revelam que fosso entre ricos e pobres começou a abrir-se há 6.600 anos

A análise a ossos encontrados numa sepultura na Polónia mostram que o fosse entre ricos e pobres na Europa começou a abrir-se muito antes daquilo que se pensava. O desaparecimento da classe média é um problema …

Super-Terras quentes podem ter atmosferas metálicas brilhantes

Os cientistas querem perceber porque é que as super-Terras quentes possuem um brilho tão chamativo - e já há uma hipótese em cima da mesa. Os exoplanetas, chamados de super-Terras quentes, podem ser particularmente brilhantes e …

As larvas de peixe-sol são adoráveis (mas crescem e tornam-se gigantescos "nadadores")

Uma equipa de cientistas australianos e neozelandeses descobriram as fases iniciais da larva gigante de peixe-sol. Pela primeira vez, o sequenciamento de ADN identificou as larvas do peixe-sol (Mola alexandrini). O peixe-sol, conhecido cientificamente como Mola …

Telescópio Webb vai estudar Júpiter, os seus anéis e duas intrigantes luas

Júpiter, que tem o nome do rei dos antigos deuses romanos, comanda a sua própria miniversão do nosso Sistema Solar de satélites circundantes; os seus movimentos convenceram Galileu Galileu de que a Terra não era …

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …