Volt entrega nove mil assinaturas no Tribunal Constitucional para oficializar partido

Lusa

O movimento Volt Portugal entregou esta quarta-feira no Tribunal Constitucional (TC), em Lisboa, cerca de nove mil assinaturas para a sua oficialização como partido em Portugal. O fundador do partido mostrou-se confiante para ultrapassar a barreira das 7.500 assinaturas.

Duas dezenas de membros do Volt, que não se assume como de direita ou de esquerda, estiveram hoje no TC para entregar perto de nove mil assinaturas recolhidas pelo movimento. O movimento, que quer dar uma “nova voltagem” ao país e à Europa, não conseguiu oficializar partido a tempo de se candidatar às eleições europeias e legislativas deste ano, como pretendia.

Tiago Matos Gomes, fundador do movimento em Portugal, justificou a demora na recolha de assinaturas com o facto de ter sido “um trabalho só de voluntários” e “sem qualquer recurso a empresas que pudessem fazer essa recolha”. “Estamos confiantes de que conseguimos ultrapassar as 7.500 assinaturas exigidas por lei”, afirmou o fundador.

Segundo o ex-jornalista e atual líder do movimento, o Volt “será o primeiro partido em Portugal que se diz pan-europeu”, sublinhando essa como a “marca identitária” do movimento. O Volt Portugal define-se ainda como um partido “profundamente europeísta” e que quer “democratizar a Europa”, considerando que o Parlamento Europeu deve ter “iniciativa legislativa e que os europeus devem poder escolher o seu governo e um presidente europeu.”

Tiago Matos Gomes, acha ainda “positivo” a atual “pluralidade de opiniões, de ideologias e de propostas no parlamento português”, quando questionado acerca da entrada de novos partidos, resultante das últimas eleições legislativas.

Caso consiga oficializar-se, o Volt será candidato às regionais dos Açores caso consiga “formar uma equipa sólida” na região. No que toca às eleições presidenciais, o Volt “terá um candidato próprio” ou “apoiará um dos candidatos nos quais nos possamos vir a sentir representados”. O movimento pretende estabelecer-se como partido em todos os países europeus e “trabalhar em conjunto” numa solução de futuro marcadamente europeísta.

O Volt surgiu internacionalmente em março de 2017, como reação ao ‘Brexit’, iniciado por um coletivo de estudantes nos Estados Unidos.

Andrea Venzon é o fundador do movimento ‘Volt Europa’, que já é partido na Alemanha, Bulgária, Bélgica, Espanha, Holanda, Itália e Suécia. Tenta agora constituir-se como partido em Portugal, onde surgiu em dezembro de 2017.

A Alemanha está representada pelo ‘Volt’ no Parlamento Europeu por Damian Boeselager, eleito nas últimas eleições europeias.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Operação Rota do Cabo leva à detenção de 22 pessoas

A Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL) anunciou hoje a detenção de 22 pessoas no âmbito a operação Rota do Cabo, efetuada para desmantelar uma alegada rede criminosa de auxílio à imigração ilegal. Em comunicado, a PGDL …

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …