Volt entrega nove mil assinaturas no Tribunal Constitucional para oficializar partido

Lusa

O movimento Volt Portugal entregou esta quarta-feira no Tribunal Constitucional (TC), em Lisboa, cerca de nove mil assinaturas para a sua oficialização como partido em Portugal. O fundador do partido mostrou-se confiante para ultrapassar a barreira das 7.500 assinaturas.

Duas dezenas de membros do Volt, que não se assume como de direita ou de esquerda, estiveram hoje no TC para entregar perto de nove mil assinaturas recolhidas pelo movimento. O movimento, que quer dar uma “nova voltagem” ao país e à Europa, não conseguiu oficializar partido a tempo de se candidatar às eleições europeias e legislativas deste ano, como pretendia.

Tiago Matos Gomes, fundador do movimento em Portugal, justificou a demora na recolha de assinaturas com o facto de ter sido “um trabalho só de voluntários” e “sem qualquer recurso a empresas que pudessem fazer essa recolha”. “Estamos confiantes de que conseguimos ultrapassar as 7.500 assinaturas exigidas por lei”, afirmou o fundador.

Segundo o ex-jornalista e atual líder do movimento, o Volt “será o primeiro partido em Portugal que se diz pan-europeu”, sublinhando essa como a “marca identitária” do movimento. O Volt Portugal define-se ainda como um partido “profundamente europeísta” e que quer “democratizar a Europa”, considerando que o Parlamento Europeu deve ter “iniciativa legislativa e que os europeus devem poder escolher o seu governo e um presidente europeu.”

Tiago Matos Gomes, acha ainda “positivo” a atual “pluralidade de opiniões, de ideologias e de propostas no parlamento português”, quando questionado acerca da entrada de novos partidos, resultante das últimas eleições legislativas.

Caso consiga oficializar-se, o Volt será candidato às regionais dos Açores caso consiga “formar uma equipa sólida” na região. No que toca às eleições presidenciais, o Volt “terá um candidato próprio” ou “apoiará um dos candidatos nos quais nos possamos vir a sentir representados”. O movimento pretende estabelecer-se como partido em todos os países europeus e “trabalhar em conjunto” numa solução de futuro marcadamente europeísta.

O Volt surgiu internacionalmente em março de 2017, como reação ao ‘Brexit’, iniciado por um coletivo de estudantes nos Estados Unidos.

Andrea Venzon é o fundador do movimento ‘Volt Europa’, que já é partido na Alemanha, Bulgária, Bélgica, Espanha, Holanda, Itália e Suécia. Tenta agora constituir-se como partido em Portugal, onde surgiu em dezembro de 2017.

A Alemanha está representada pelo ‘Volt’ no Parlamento Europeu por Damian Boeselager, eleito nas últimas eleições europeias.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …