Volkswagen revela o novo ID.3, “o carro elétrico do povo”

No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço “abaixo dos 30 mil euros”, é tido como acessível para as massas.

A revolução dos automóveis elétricos está a alastrar-se exponencialmente e a Volkswagen não podia ficar fora dessa corrida. Como tal, a fabricante alemã aproveitou o Salão Automóvel de Frankfurt para anunciar o novo ID.3, o seu primeiro veículo elétrico.

O ID.3 estará disponível em três variantes de autonomia: entre 330 e 550 quilómetros. A versão com a capacidade para 330 quilómetros custará “abaixo dos 30 mil euros” e conta com uma bateria de 45kWh. A marca germânica não revelou os preços para as outras duas variantes.

De acordo com o The Verge, a Volkswagen diz que versão básica do ID.3 apenas carrega até 50kW, sendo necessário pagar extra para que carregue mais rapidamente (até 100kW). A bateria do automóvel terá uma garantia de oito anos ou de 160 mil quilómetros.

O Grupo Volkswagen está a engendrar um grande investimento no mercado dos veículos elétricos, tendo já feito um investimento multimilionário no setor. Espera-se que dentro dos próximos anos, as várias marcas do grupo expandam a sua gama de carros movidos a eletricidade. No caso da Volkswagen, estão planeados muitos mais veículos dentro da linha “ID”: I.D. Crozz, I.D. Vizzion, I.D. Roomzz, I.D. Buzz e I.D. Buggy.

Com um preço inferior a grande parte dos elétricos no mercado e com semelhanças ao VW Golf, o novo ID.3 terá mais espaço no interior. Além disso, destaca-se um painel touchscreen de dez polegadas e outros botões “touch” espalhados no seu interior. Aliás, as únicas coisas que são controlados com um botão físico são as janelas e os “quatro piscas”.

Uma das principais novidades é também a opção de Realidade Aumentada, que dispõe informações no para-brisas do carro. À semelhança da Siri, há ainda comandos de voz que podem ser usados para realizar certas funções.

Apesar de o novo ID.3 ser conduzido manualmente, os futuros veículos da gama “ID” serão lançados com vista a serem completamente autónomos.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. O governo português estará atento às oportunidades estratégicas ou andará demasiado “ocupado” com a caça às cruzinhas?
    Hum… esta é difícil!

  2. “acessível para as massas”, quais massas? Esparguete, Fusilli, Rigatoni ou Fettuccine???
    Não será certamente para o povo português que ganha na sua maioria abaixo de 1000€ por mês com renda, comida, água, luz e gás pra pagar? Tudo isto com uma carga tributária absurda…

    • Também não queres dado? E quem é que o produzia e como? Deves pensar que os fornecedores oferecem as peças à VW… E para além disso não te esqueças que os trabalhadores da VW e dos seus fornecedores também almoçam e jantam e também têm famílias.

      • É… e mais importante do que isso: também tem administradores vigaristas/mafiosos pagos a peso de ouro para fazer burlas!!
        Milhões gastos pela Volkswagen que dedicava (dedica?) mais tempo a ludibriar as leis do que a inovar e a melhorar a produtividade!…

  3. Estou na alemanha ganho 1200 euros por mês tenho 2 filhos família ambos trabalha mos e mesmo aqui nao estou a ver eu conseguir nem um carro por 10 mil quanto mais 30 mil, carro do povo sim claro daqui a 20 anos talvez haja usados a 4 mil, 5 mil, agora vamos pensar pois Portugal ja ta a pensar em enventar taxas para os elétricos, ou seja de uma forma ou outra o povo nao vai deixar de ser roubado para se poder deslocar ao trabalho etc… E triste mas deslocação devia ser considerado uma das prioridades a nivel essencial de vida pois e real sem deslocação nao ha trabalho sem trabalho nao ha dinheiro…. Povo vamos sofrer so mais um pouco… E triste meus amigos mas temos que ser pissados por estes idiotas que inventam “carros do povo” que na real nao esta ao nosso alcance e se tiver so daqui a 20 anos e quando la chegar mos os ricos ja andam em carros voadores

  4. A bateria terá uma garantia de 160.000km, leia-se duração muito proximo disso. Após isso o carro é para a sucata, valor comercial 0€ pois as baterias custarão tanto como um carro novo.
    Esse é o problema dos eléctricos por enquanto.

  5. Uma frente bonita, uma traseira copiada do Golf e um painel de uma pobreza ímpar… Pensava que era só aqui no Brasil que a VW economizava no design… Só que aqui não é só no design, mas também no acabamento e itens de série. Chega a ser revoltante.

RESPONDER

Concelho de Portalegre registou o seu primeiro caso (e revela "segredo" para combater pandemia)

Um comportamento recatado e os habitantes sempre alerta com "o bicho" são apontados como os "segredos" que têm "protegido" Fronteira (Portalegre) da covid-19, que só esta semana registou o primeiro infetado desde o início da …

Rio de Janeiro vai ter "réveillon" com espetáculos e fogo de artifício (mas sem público)

O Rio de Janeiro encerrará 2020 com espetáculos e concertos ao vivo em seis palcos montados na cidade brasileira, mas aos quais o público não terá acesso devido à pandemia. Apenas poderá vê-los nas redes …

GP de Portugal. Há 14 casos de covid-19 em equipas de Fórmula 1

Em conferência de imprensa, a Proteção Civil do Algarve revelou que foram identificados 14 casos de covid-19 entre pilotos e staff de equipas da Fórmula 1 que estiveram em Portimão. Foram identificados 14 casos de covid-19 …

Islâmicos "têm o direito" de matar franceses. Twitter retira comentário de ex-primeiro-ministro da Malásia

A rede social Twitter retirou um comentário controverso do antigo primeiro-ministro malaio ​​​​​​​Mahathir Mohamad, relativo ao debate desencadeado pelas palavras do Presidente francês, Emmanuel Macron, sobre o islão. Numa série de mensagens, em que Mahathir Mohamad …

Governo pondera decretar recolher obrigatório e restrições em mais municípios

O Governo está a avaliar avançar com o recolhimento obrigatório e alargar as restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, recusando, no entanto, um novo confinamento geral, disse hoje o …

Gigante americana Walmart retira (temporariamente) armas e munições das prateleiras

A gigante de distribuição norte-americana Walmart decidiu retirar temporariamente armas e munições das prateleiras das suas lojas, anunciou na quinta-feira um porta-voz da cadeia. A medida preventiva foi tomada a cinco dias de uma eleição presidencial …

BE afasta para já estado de emergência e defende requisição civil na saúde

A coordenadora do BE afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência e defendeu que o Governo utilize toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores …

Sismo de magnitude 7 abala Turquia e Grécia e provoca mini-tsunami. Pelo menos 4 pessoas morreram

Quatro pessoas morreram no oeste da Turquia, depois de um forte terramoto de magnitude 7 atingir o Mar Egeu na tarde desta sexta-feira. O abalo derrubou edifícios em áreas costeiras e fez pelo menos 120 …

EDP desiste de processo contra o Estado, mas vai levar tarifa social a Bruxelas

A EDP desistiu da litigância judicial com o Estado sobre a contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE), mas vai pedir à Comissão Europeia uma análise sobre o mecanismo de financiamento da tarifa social a …

"Fora com os pretos". Universidades e escolas de Lisboa vandalizadas com mensagens racistas

Várias universidades e escolas secundárias da região de Lisboa foram vandalizadas com mensagens de teor racista e xenófobo. "Viva a Europa Branca" ou "Fora com os pretos" são algumas das frases escritas. Várias pessoas denunciaram esta …