Hussein deu 6532 passos (e foi preso por homicídio)

Os dados da popular app de monitorização de saúde Apple Health foram usados num caso de violação e homicídio na Alemanha. Pela primeira vez, um iPhone é a “testemunha principal” de um crime.

Os casos de utilização de dados registados por “smart devices” em investigações criminais tem vindo a aumentar, e na Alemanha há mais um caso em que um potencial criminoso poderá ter sido “apanhado” através dos dados de actividade registados pela app Apple Health no seu iPhone.

O caso de violação e morte de uma jovem de 19 anos na Alemanha tem dado bastante que falar, depois de o principal suspeito, um refugiado afegão, não ter conseguido elucidar as autoridades quanto ao seu paradeiro no momento em que o crime se terá realizado.

Hussein K., refugiado afegão residente em Freiburg, na Alemanha, está a ser julgado desde setembro do ano passado, acusado de ter violado e assassinado uma estudante local, cujo corpo terá depois tentado atirar a um rio.

Segundo a Motherboard, há uma “misteriosa discrepância” entre os dados registados pelas câmaras de vigilância e o alegado paradeiro do acusado na altura aproximada do crime.

Mas embora o suspeito se tenha recusado a dar o código do seu iPhone às autoridades, estas contrataram uma empresa informática que conseguiu aceder aos dados do smartphone por vias alternativas – o que lhes permitiu analisar os movimento registados no dito período crítico e reconstruir os passos que o suspeito deu na ocasião.

No momento em que o crime estava a ser cometido, o iPhone do indivíduo registou actividade que ficou marcada como sendo “subir escadas”, e que coincide com a altura em que estaria a arrastar o corpo da jovem numa descida para um rio – para seguidamente subir de novo para a estrada.

Para minimizar a hipótese de erros, os investigadores replicaram os movimentos no local do crime e obtiveram um registo idêntico ao que tinha sido registado pelo iPhone do suspeito. Ao que tudo indica, serão os registos da famosa app de monitorização de saúde a “tramar” o suspeito e provar a sua culpa.

É cada vez mais normal considerar aceitável que as autoridades usem a localização dos telemóveis e smartphones para averiguar por onde andavam vítimas e suspeitos em casos de crime.

Mas o aumento exponencial dos dados que os smartphones e outros dispositivos registam, por opção do utilizador e para os mais variados efeitos e funcionalidades, está a tornar cada vez mais difícil a um criminoso esconder os seus actos… dos seus próprios dispositivos pessoais.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ah, e não nos esqueçamos todos de agradecer a Angela Merkel por esse “refugiado” ter conseguido entrar no país e tirar a vida a essa jovem!

    • Caro Tiago, infelizmente os refugiados também são pessoas como todas as outras e por isso também cometem crimes. O que este indivíduo fez foi repugnante e monstruoso, mas não devemos culpar por isso a ideia de dar refúgio à pessoas que fogem de guerra ou de perseguição.

      • Quando a probabilidade é muito alta então há que ser pragmático. Se 20% dessas pessoas actuam dessa maneira já é muito. Angela Merkel teve uma péssima ideia descontrolada.

RESPONDER

Primeiro não flutuava. Agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …