Adeus óculos ou cirurgias. Umas novas gotas podem ser a solução para a vista cansada

O medicamento chama-se Vuity e funciona ao contrair a pupila. Pode ser aplicado uma vez por dia e o seu efeito dura seis horas.

Com o avançar da idade, é normal que a qualidade da nossa visão de perto comece a diminuir. Afinal, não é por nada que os telemóveis criados especificamente para idosos costumam ter os números tão grandes.

Esta condição chama-se presbiopia — também conhecida como vista cansada — e afeta mais de mil milhões de pessoas em todo o mundo. Mais especificamente, a presbiopia é a falta de capacidade dos olhos se focarem em olhos próximos, o que resulta em imagens desfocadas. Começa a agravar-se por volta dos 40 anos e piora até estabilizar aos 60 anos.

Os investigadores sabem que a idade é a principal agravante da presbiopia, mas atualmente há um debate sobre as causas mecânicas na sua raiz.

Uma teoria sugere que com o envelhecimento das nossas lentes, elas tornam-se mais pesadas e não conseguem mudar de forma facilmente. Outra teoria sugere que o músculo que puxa a lente se torna mais fraco com a idade.

Independentemente da causa, há agora uma promessa para uma solução. Em 2021, a Administração de Alimentos e Medicamentos aprovou uma nova medicação em gotas que trata a presbiopia.

Antes do lançamento destas gotas — chamadas Vuity — as pessoas usavam óculos, lentes de contacto ou recorriam às cirurgias para aliviar a presbiopia. Mas estas gotas podem ser uma alternativa mais fácil e com menos riscos.

As gotas compensam a falta da capacidade das lentes mudarem de forma ao fazerem a pupila ficar mais pequena. Contrair a pupila reduz a quantidade de luz dispersa e isto faz com que a luz que entra no olho seja mais concentrada na retina, o que alarga o alcance das distâncias em que os objetos estão focados.

Quando pomos as gotas nos olhos, são precisos 15 minutos para que o ingrediente ativo, a pilocarpina, comece a funcionar. A pilocarpina é uma medicação que foi desenvolvida inicialmente no fim do século XVII e pode tratar condições como glaucoma e hipertensão ocular. O efeito nas pupilas pode durar cerca de seis horas.

Ter as pupilas mais pequenas também significa que menos luz entra no olho. Apesar disto não ser um problema durante o dia quando há muita luz solar, isto pode causar dificuldades em condições com pouca luz. Para além disto, as dores de cabeça e os olhos vermelhos são os efeitos secundários mais comuns das luzes.

Atualmente, a Vuity está aprovada para um uso diário em cada olho e está sujeota a receita médica. O futuro do tratamento da presbiopia parece, assim, promissor.

  ZAP // The Conversation

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE