Vírus gigante com 30 mil anos volta à vida

NASA

-

Um vírus que estava adormecido há 30 mil anos terá ”voltado à vida” novamente, segundo cientistas da Universidade de Aix-Marseille, em França.

O vírus foi encontrado na Sibéria, numa camada profunda de permafrost, solo encontrado na região do Ártico formado por terra, gelo e rochas permanentemente congelados. Depois de descongelado, o vírus voltou a tornar-se contagioso.

Os cientistas afirmam que não há risco do contágio representar perigo para humanos ou animais, mas alertaram para o possível risco para humanos de outros vírus infecciosos que podem ser liberados com o eventual descongelamento do permafrost.

O estudo foi divulgado na publicação especializada Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

”Esta é a primeira vez que vemos um vírus permanecer contagioso durante tanto tempo”, disse o professor Jean-Michel Claverie, da Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS, na sigla original em francês), da Universidade de Aix-Marseile.

Enterrado

O antigo vírus foi descoberto enterrado a trinta metros do solo congelado. Chamado Pithovirus sibericum, pertence a uma categoria de vírus descoberta há dez anos.

Estes vírus são tão grandes que, ao contrário de outros, é possível vê-los ao microscópio. O Pithovirus sibericum mede 1,5 micrómetros de comprimento, e é o maior já encontrado.

Cientistas atentam que expor camadas profundas de solo poderá gerar riscos de novos vírus.

A última vez que este vírus infectou um organismo foi há mais de 30 mil anos, tendo sido “reactivado” em laboratório.

Os testes indicaram que o vírus ataca amebas, que são organismos monocelulares, mas não infecta humanos ou animais.

”O vírus entra na célula, multiplica-se e, por fim, mata a célula. O vírus consegue matar a ameba, mas não infecta uma célula humana”, afirmou Chantal Abergel, co-autora do estudo e também pertencente ao CNRS.

Os investigadores acreditam, contudo, que outros agentes patogénicos mortais possam ter ficado presos no permafrost da Sibéria.

”Encontramo-nos a estudar a questão por meio de sequenciamento do DNA que está presente nessas camadas. Essa é a melhor maneira de descobrir o que existe de perigoso nessas camadas”, afirmou Abergel.

Ameaça

Cientistas dizem que a região está ameaçada. Desde a década de 70, o permafrost tem vindo a perder a sua espessura, e as previsões de mudanças climáticas indicam que irá perder ainda mais.

Como se tem vindo a tornar mais acessível, o permafrost está a ser, inclusive, encarado como fonte de recursos, devido aos ricos recursos naturais que possui.

O professor Claverie adverte, contudo, que expor camadas profundas poderá criar novas ameaças de vírus.

”É uma receita para o desastre”, afirmou. Segundo o professor, a mineração e a perfuração farão com que as antigas camadas sejam penetradas ”e é daí que vem o perigo”.

Claverie disse à BBC que antigas variantes de varíola, que foi erradicada há 30 anos, poderiam tornar-se activas novamente.

”Se for verdade que esses vírus sobrevivem da mesma forma que os vírus da ameba, então a varíola pode não ter sido erradicada do planeta, simplesmente da sua superfície”, afirmou Claverie.

Não está claro, contudo, se todos os vírus podem ou não tornar-se ativos novamente, depois de terem permanecido congelados por milhares ou mesmo milhões de ano.

ZAP / BBC

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Elefantes encontrados mortos numa reserva florestal. Envenenamento pode ser a causa

As autoridades estão a tentar perceber de que forma é que os 18 elefantes selvagens asiáticos morreram no nordeste da Índia. Os elefantes, que incluíam cinco filhotes, foram encontrados mortos na reserva florestal protegida de Kondali, …

"Máxima segurança". Porto de Lisboa com protocolo de segurança para receber cruzeiros

A administração do Porto de Lisboa assinalou este domingo o regresso do movimento de passageiros de cruzeiros a partir desta segunda-feira, com o levantamento das restrições ao desembarque de passageiros em viagens não essenciais, sublinhando …

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …