Virgil van Dijk eleito jogador do ano da UEFA. É o primeiro defesa a ganhar o troféu

Peter Powell / EPA

Cristiano Ronaldo foi superado por Virgil van Dijk, esta quinta-feira, na disputa do galardão de melhor jogador das competições da UEFA em 2018/19.

Virgil Van Dijk conquistou o prémio de Melhor Jogador do Ano da UEFA e Cristiano Ronaldo foi o segundo classificado. O central do Liverpool e da seleção holandesa venceu o prémio individual pela primeira vez.

Cristiano Ronaldo, que já recebeu esta distinção três vezes (2013/14, 2015/16 e 2016/17), é o segundo mais votado pelo segundo ano consecutivo, já que em agosto do ano passado ficou atrás do médio croata.

Lionel Messi, do Barcelona e da seleção argentina e vencedor do troféu em duas ocasiões (2010/11 e 2014/15), foi agora o terceiro classificado.

O holandês torna-se assim o primeiro defesa a ser considerado o melhor jogador da UEFA e o primeiro defesa desde 2006, quando o italiano Fabio Cannavaro conquistou a Bola de Ouro, a ganhar um prémio individual aberto a todas as posições no relvado.

“Agradeço aos meus colegas de equipa. Sem eles não teria conseguido o que consegui. Foi um caminho longo mas é parte da minha jornada, é parte do que eu sou. Precisava de ter passado por tudo isto, tive de batalhar. Estou muito orgulhoso por receber este troféu”, disse.

https://twitter.com/ChampionsLeague/status/1167124419850002438

Como jogadora do ano da UEFA foi eleita a defesa-direita inglesa Lucy Bronze, que alinha nas francesas do Lyon, tendo superado outras duas companheiras da equipa que conquistou a Liga dos Campeões feminina, a norueguesa Ada Hegerberg e a francesa Amandine Henry.

Van Dijk foi eleito ainda o defesa do ano. O prémio de guarda-redes foi para o brasileiro Allison Becker, do Liverpool, o de médio para o holandês Frenkie de Jong, do Barcelona, e o do avançado para Messi. Eric Cantona venceu o prémio Presidente da UEFA.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …