Khadija foi violada, torturada e tatuada à força durante dois meses de terror. Marrocos pede justiça

governmentza / Flickr

Mohammed VI, rei de Marrocos

A história violenta de uma jovem que foi raptada e violada por um grupo durante dois meses está a chocar Marrocos, que pede a intervenção do rei.

O caso de Khadija foi divulgado através de uma entrevista a uma estação de televisão, em que a jovem, de apenas 17 anos, contou os dias de terror que viveu durante dois meses. A adolescente, a quem nunca se conheceu o rosto, disse que 12 homens mantiveram-na presa, violaram-na repetidamente e torturaram-na.

A história de Khadija chocou e indignou o país que agora se uniu na condenação destes atos contra a rapariga marroquina. Os pedidos para que o rei Mohammed VI intervenha, de modo a assegurar que estes indivíduos são devidamente condenados, não param de aumentar. Pede-se ainda assistência médica e psicológica para a jovem que viveu dois meses de autêntico terror.

Segundo o semanário Expresso, as fotografias divulgadas pela cadeia televisiva Chouf mostram o corpo de Khadija repleto de queimaduras de cigarros, cortes, nódoas negras e tatuagens.

(dr) Chouf TV

“Durante o mês do Ramadão eu fui passar uma semana com a minha tia a Oulad Ayad”, no centro de Marrocos. “Estava à porta de casa e uns homens pegaram em mim e levaram-me para um armazém num sítio desconhecido. Durante dois meses violaram-me e torturam-me. Não os perdoarei nunca. Eles destruíram-me”, afirmou a jovem.

Dois meses depois, o pai de Khadija conseguiu um acordo com os sequestradores que o fizeram prometer que a jovem nunca iria contar à polícia o sucedido. No entanto, a história espalhou-se à velocidade da luz, motivada pela indignação do povo marroquino. Há, inclusivamente, uma petição que conta com mais de 25 mil assinaturas para que o rei se responsabilize pelos tratamentos da jovem.

Mas não é a única. Há também outras petições que pedem um julgamento rápido dos 12 indivíduos, assim como que as autoridades prestem mais atenção aos crimes cometidos contra as mulheres naquele país, aos quais não é dada atenção suficiente.

À agência France Press, Naima Ouahli, da Associação pelos Direitos Humanos, adiantou que os 12 homens foram presos e serão ouvidos em tribunal no dia 6 de setembro.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Triste! É muito triste que a cruz que se vê na foto seja apelidada simplesmete de suástica, numa verdadeira alusão ao nazismo, se fizessem uma pequena pesquisa antes de dizerem asneiras saberiam que a cruz que se vê na foto é um simbolo hindu, muito anterior ao nazismo de Hitler…

    • Caro Pedro Sousa,
      Obrigado pelo reparo.
      O “símbolo hindu” a que se refere chama-se suástica. Apenas não é uma “suástica nazi”.
      Não o sendo, optámos por retirar a referência à mesma, por não fazer sentido individualizá-la em relação às restantes tatuagens.

      • Obviamente que é uma suástica mas, e como vocês bem o interpretaram, a alusão “isolada” e descontextualizada, tendo em conta o nosso passado relativamente recente juntamente com uma enorme falta de conhecimento geral, leva a uma interpretação de uma simbologia nazi.

        Agradeço a rectificação bem como a vossa atensiosa mensagem.

    • Na verdade os NAziz inverteram o símbolo..sabendo que ele era um símbolo sagrado, Hitler como Mago negro que era usou o símbolo..a suástica feminina, invertendo uma ponta e usando o símbolo para o MAL..
      Não foi ao acaso..

  2. …e de muitas outras civilizações, religiões e culturas, mas não entendo a lógica de colocar isso em causa no contexto de tão horrível notícia.
    Se fossem piropos de alguém abonado em vez de violações e agressões que a desfiguraram esta jovem para a vida toda seria capa de muitos jornais.
    Não sei que justiça pode ser feita, mas espero que se faça alguma, será que a castração figura entre as penas possíveis?

    • Castração??? É curto… olho por olho, dente por dente…, pénis fora, corte dos principais tendões de pernas e braços para que não consigam usar a força para se defenderem a abandonarem-os numa daquelas prisões de África para serem sodomizados ate á morte, isso com relatos diarios na comunicação social para servirem de exemplo aos outris que um dia pensem numa cousa dessas…mas não, coitadinhos os direitos humanos… puta que os pariu

RESPONDER

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …