Vídeo filmado por Amber Heard mostra Johnny Depp descontrolado e violento

Johnny Depp surge descontrolado, a dizer palavrões e a atirar uma garrafa e um copo de vinho ao chão num vídeo divulgado por um site de celebridades e que foi filmado por Amber Heard, na cozinha do casal, que está em processo de divórcio, com acusações de violência doméstica.

O vídeo, publicado pelo TMZ, mostra Johnny Depp descontrolado, a atirar as portas dos armários da cozinha com fúria e a dizer palavrões, enquanto Amber Heard vai pedindo desculpa, não se sabe porquê.

Heard parece tentar acalmá-lo, e pergunta-lhe se bebeu quase uma garrafa de vinho inteira durante a manhã.

A modelo e actriz pediu o divórcio do actor, acusando-o de violência doméstica e de consumo excessivo de álcool.

Nas imagens, é possível perceber que Johnny Depp atira um copo cheio de vinho e uma garrafa ao chão, num momento em que parece aperceber-se de que está a ser filmado.

Depp aproxima-se então de Amber Heard, aparentemente para lhe tirar o telefone.

Segundo o TMZ, o vídeo agora divulgado terá sido filmado meses antes do incidente de 21 de Maio, em que Amber Heard alega ter sido agredida pelo actor.

A publicação cita também fontes próximas de Johnny Depp, que argumentam que o vídeo terá sido “fortemente editado”.

Segundo estas fontes, há partes em que a modelo surge “a sorrir e a incitá-lo”, que terão sido removidas, e o vídeo “foi uma completa encenação de Amber“.

O site também acrescenta que as imagens não deverão vir ser aceites como prova em tribunal, porque o actor não sabia que estava a ser filmado.

Entretanto, Amber Heard faltou, pela terceira vez, a uma audiência em tribunal, onde se esperava que fizesse declarações fortes quanto às alegações de violência doméstica contra Johnny Depp.

O TMZ revelou que a atriz justificou a falta com a impossibilidade de conseguir voo a partir de Londres.

O advogado especialista em divórcios Mitch Karpf refere no entanto ao E! News que este pode ser um indício de que os advogados estão “a fazer progressos nos bastidores” e eventualmente, a tentar chegar a um acordo que evite o julgamento.

SV, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma tipo Bárbara Guimarães. Isto desde que as gajas perceberam que há uma caça às bruxas com a violência doméstica, já fazem de tudo para incriminar os gajos. é isso e abuso sexual de menores. quando uma gaja se quer sair bem no divórcio, faz qualquer coisa para tentar provar que o gajo lhe batía e violava os filhos todos diáriamente.

    Não estou a dizer que essas coisas não aconteçam… Estou é a dizer, sem qualquer margem pra dúvida, que o grande aumento de casos desses, se deve às mulheres terem percebido que encenar e caluniar situações dessas é a forma mais fácil de levarem sempre a melhor dos divórcios, e de preferência arruinando a vida ao Ex-Marido, pra facturar com a coisa.

    Epá mas eu estou-me mesmo nas tintas sobre o q é que o gajo faz em casa. Quero saber é dos filmes.

  2. Ninguém pode julgar o Depp. A questão da violência doméstica bem como os direitos dos amimais é uma falácia total de uma sociedade efeminada e dominado pelo lobby gay…

RESPONDER

Relatório dos Sistemas de Saúde arrasa gestão da pandemia

O Relatório de Primavera 2021, do Observatório Português dos Sistemas de Saúde, critica a gestão da pandemia em Portugal, salientando que "não estamos a aprender ainda, com a experiência da pandemia, aquilo que seria necessário …

Líderes independentistas catalães já começaram a sair da prisão

Os nove líderes independentistas catalães que receberam o indulto do Governo espanhol começaram, esta quarta-feira, a sair das prisões onde se encontravam. A ex-presidente do parlamento regional Carme Forcadell foi a primeira a abandonar o estabelecimento …

Afinal, Bruxelas não vai restringir conteúdos britânicos na TV e no streaming

A Comissão Europeia desmentiu o facto de estar a ser preparada uma alteração legislativa para restringir a difusão de conteúdos audiovisuais produzidos no Reino Unido na programação das estações televisivas ou nas plataformas de streaming …

Altice culpa ANACOM e Governo por despedimento colectivo (e ameaça deixar Portugal)

A Altice anunciou o despedimento colectivo de quase 300 trabalhadores depois das saídas de cerca de mil funcionários por mútuo acordo. Mas admite que continua a ter colaboradores "dispensáveis" e deixa o alerta de que …

PCP encerra jornadas parlamentares com sete páginas de críticas ao Governo

Sete páginas do discurso de encerramento das jornadas parlamentares do líder parlamentar do Partido Comunista Português (PCP), João Oliveira, foram dedicadas às queixas contra o Governo e o PS. As jornadas parlamentares do PCP terminaram com …

Um terço dos internados em UCI em Lisboa estava vacinado com a primeira dose

Cerca de um terço dos doentes com covid-19 internados em unidades de cuidados intensivos (UCI) na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) já estava vacinado com a primeira dose quando deu entrada no …

Fernando Santos admitiu mudanças. Eis as mexidas que podem acontecer no "onze"

Fernando Santos admitiu promover alterações no onze inicial de Portugal frente à França. Eis a equipa que pode entrar em campo logo à noite. A derrota por 2-4 frente à Alemanha, no segundo jogo da fase …

MP pede pena de prisão efetiva entre dois e três anos para Armando Vara

O Ministério Público (MP) pediu, esta quarta-feira, a condenação de Armando Vara a uma pena efetiva próxima dos três anos de prisão por um crime de branqueamento de capitais, do qual foi pronunciado em processo …

Imunidade de grupo poderá ser atrasada. Jovens com mais de 18 anos vacinados a partir de 4 de julho

Henrique Gouveia e Melo, coordenador da task force para o Plano de Vacinação contra a covid-19, admitiu um atraso de até 15 dias na meta de 70% de população vacinada com a primeira dose, devido …

Supremo espanhol ordena libertação imediata dos nove políticos catalães

O Supremo Tribunal espanhol ordenou, esta quarta-feira, a libertação imediata dos nove líderes independentistas catalães condenados pela tentativa separatista de 2017, depois de o Governo ter concedido um indulto por "razões de utilidade pública". Segundo a …