Vídeo perturbador mostra caçadores furtivos a matar mãe urso e os seus filhotes em hibernação

Um vídeo divulgado por organização de defesa animal norte-americana mostra “um incidente profundamente perturbador”, em que pai e filho atiram e matam ilegalmente uma mãe urso e os seus filhotes, que estavam em hibernação numa ilha do Alasca (Estados Unidos), comemorando o feito de seguida.

No início deste ano, Andrew Renner, residente em Wasilla (Alasca), foi condenado a três meses de prisão e impedido de caçar por uma década, depois de se declarar culpado por caça ilegal. O seu filho, Owen Renner, de 18 anos, recebeu uma pena suspensa de 30 dias e foi obrigado a prestar serviço comunitário, informou o Independent esta sexta-feira.

Esta semana, a organização Humane Society of the United States divulgou um vídeo, gravado sem o conhecimento dos dois homens, onde se pode ver o crime. As câmaras tinham sido instaladas naquele local como parte de um estudo do Departamento de Pesca e Jogo do Alasca e do Serviço Florestal dos Estados Unidos (EUA).

Foi uma dessas câmaras que capturou os dois homens a matar a mãe urso e os seus filhotes. O vídeo começa com pai e filho “em esquis, a avistar uma mãe urso a hibernar numa árvore oca na Ilha Esther, em Prince William Sound”, escreveu a organização.

“Através do áudio é evidente que a mãe urso está ciente do perigo e faz sons que indicam o seu medo. Os dois homens retiram as suas armas e disparam vários tiros na cavidade da árvore, matando a mãe urso, enquanto os gritos dos seus filhotes enchiam o ar”, referiu.

A gravação capturou também os homens a retornar ao local, vários dias depois, para esconder as provas, colocando os corpos dos filhotes numa sacola, descartando um colar de rastreamento colocado na mãe urso e recuperando os invólucros das balas utilizadas.

O vídeo mostra ainda o homem mais jovem – que posa para uma fotografia com a carcaça do animal – a congratular-se pelo crime.

Segundo a organização, embora legal nalgumas áreas do Alasca, a matança de ursos e dos seus filhotes é ilegal no local onde o pai e o filho realizaram o crime. As imagens divulgadas são a prova do que poderia acontecer se entrassem em vigor novas regras que permitissem “métodos cruéis” de caçar ursos negros e outros animais, frisou a mesma.

Quando os dois homens foram condenados, no início deste ano, o procurador-geral adjunto responsável, Aaron Peterson, disse em tribunal que este era o caso de caça furtiva de filhotes de urso mais escandaloso que já havia visto. “Vimos dois filhotes de urso completamente indefesos, baleados à queima-roupa”, afirmou.

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Malditos. Chorei vendo esse vídeo. Os sons dos ursos urrando de dor é horrível. Os dois deveriam ser presos e não apenas um. Os dois participaram deste ato tenebroso.
    Colocar só câmeras não adianta. É importante colocar também alarmes e altos falantes e vigias 24h monitorando as câmeras. Pq agora o mal já está feito e as vidas desses ursos estão perdidas pra sempre.

  2. Entristece-me saber que foi a minha espécie que efectuou este crime tão bárbaro.
    Como podemos atingir um nível assim tão baixo.
    Por mim, estes dois seriam condenados a prisão perpétua, e assim mostraríamos ao mundo que os animais merecem tanto ou mais respeito que a nossa espécie.
    Sinto uma enorme tristeza hoje pois acho que nunca teremos salvação!

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …

Cirque du Soleil despediu 95% dos trabalhadores e pode ir à falência (mas vai dando shows online)

O Cirque du Soleil pode ser mais uma vítima do coronavírus. A empresa que gere o circo está a analisar a possibilidade de declarar a falência devido a dívidas avultadas e depois de ter despedido …

Ordem dos Médicos está a avaliar uso de medicamento não testado para travar Covid-19

Portugal pode tornar-se no segundo país do mundo a usar hidroxicloroquina como forma de prevenção de Covid-19. A Ordem dos Médicos (OM) estará a estudar essa possibilidade, de acordo com o Expresso. O semanário refere que …