A vida na Terra começou púrpura (e a alienígena também)

De acordo com um novo estudo, a vida alienígena poderá ser de cor púrpura, tal como os primeiros organismos vivos na Terra.

Publicado a 11 de outubro na Revista Internacional de Astrobiologia, a investigação afirma que antes das plantas começarem a aproveitar a energia solar para gerar energia, pequenos organismos púrpura arranjaram uma maneira de fazer o mesmo.

Segundo Shiladitya DasSarma, microbiologista da Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland e autor principal do estudo, a vida extraterrestre poderá ter evoluído e prosperado tal como estes organismos de cor púrpura.

“Astrónomos descobriram recentemente milhares de novos planetas extra-solares e estão a desenvolver a capacidade de detetar bioassinaturas de superfície” na luz refletida por esses planetas, disse o microbiologista.

DasSarma disse ainda já existirem várias maneiras de detetar “vida verde” nesses planetas, mas que é preciso começar a procurar pelo roxo.

Terra púrpura

A ideia de uma terra primitiva de cor púrpura não é recente, tendo sido desenvolvida em 2007 por DasSarma e os seus companheiros de investigação.

De acordo com a teoria da Terra Púrpura, as plantas e algas fotossintéticas usam clorofila para absorver energia do sol, mas não absorvem a luz verde (daí a sua cor).

Este facto mostra-se estranho para os cientistas porque a luz verde é bastante rica em energia. Este facto levou DasSarma e os seus colegas a questionarem a existência de algum organismo que estivesse a absorver essa parte do espectro de cores enquanto os fotossintetizadores de clorofila das plantas evoluíam.

Na teoria, esse organismo seria simples e capturaria a energia solar através de uma molécula chamada retinal. Os pigmentos desta molécula seriam mais simples que a clorofila e absorveriam mais eficazmente a luz verde apesar de serem menos eficazes na captação da energia solar.

A captação de luz através da molécula retinal é ainda comum entre bactérias e organismos unicelulares chamados Archae – estes organismos de cor púrpura foram descobertas em toda a parte, desde os oceanos até ao Antártico passando pelas superfícies das folhas, contou Edward Schwieterman, investigador da Universidade da Califórnia.

Os pigmentos desta molécula são também encontrados nos sistemas visuais de animais complexos. Segundo os investigadores, o aparecimento dos pigmentos em muitos dos organismos vivos sugere que estes podem ter evoluído muito cedo a partir do mesmo ancestral comum.

Há ainda evidências de que os modernos organismos consumidores de sal e de cor púrpura, os halófilos, podem estar relacionados com algumas das primeiras formas de vida na Terra que se desenvolveram através das fontes de metano dos oceanos.

Aliens púrpura

Independentemente da primeira vida na Terra ser ou não púrpura, DasSarman e Schwieterman argumentam que a vida em tons de púrpura serviu os propósitos de alguns organismos, o que poderá indicar que a vida alienígena usou a mesma estratégia.

De acordo com os investigadores, no caso de a vida extraterrestre estar, de facto, a usar estes pigmentos púrpura para captar energia, os astrobiólogos só os irão encontrar procurando por assinaturas de luz específicas.

Segundo Schwieterman, a clorofila absorve principalmente a luz vermelha e azul mas o espetro refletido por um planeta coberto por plantas exibe aquilo que os astrobiólogos chamam de “borda vermelha da vegetação“.

Essa “borda vermelha” é uma mudança repentina no reflexo da luz na parte dos infravermelhos próximos do espectro onde as plantas param de absorver comprimentos de onda vermelhos e começam a refleti-los.

Por outro lado, os fotossintetizadores baseados na retina tem uma “vantagem verde”, explica Schwieterman – absorvem a luz até à porção verde do espectro e, em seguida, começam a refletir comprimentos de onda mais longos.

De acordo com o investigador, os astrobiólogos há muito que tentam detetar vida extraterrestre através da “borda vermelha” mas agora, precisam de considerar a procura pela “borda verde”.

“Se esses organismos estiverem presentes em densidades suficientes num exoplaneta, essas propriedades de reflexão seriam imprimidas no espectro de luz refletida pelo planeta”, explicou Schwieterman.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vocês não tem é.o que fazer esses cientistas ficam brincando com a opinião pública vocês não tem.subsiduos para comprovar tal.mentira…isso é um absurdo.

  2. A ciência é mesmo assim; investiga, primeiramente em teoria passando depois á investigação empírica. Apresenta eventuais factos, sujeitos a confirmação sistemática, que devem ser demonstráveis por outros cientista para então, em caso de passarem pelos apertados “furos” das confirmações, darem origem a uma teoria, que pode a qualquer altura, mediante a presentação de novos factos, ser totalmente confirmada, adaptada ou mesmo rejeitada. A ciência não é dogmática.
    Foi isso que permitiu á Humanidade no curto prazo de 50 mil anos (considero aqui apenas a ascensão do chamado Homo Sapiens Superior) sair das cavernas, conquistar a Lua e estar já a preparar para breve a ida de Homens a Marte.

RESPONDER

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …

Itália vai construir um túnel submarino para unir Sicília ao continente

Itália está a planear construir um túnel para ligar a região insular da Sicília ao continente italiano. O projeto de cinco mil milhões de euros vai ser pago com a parte do Fundo de Recuperação …

Point Roberts tinha um pé nos EUA e outro no Canadá (mas agora não "pertence" a nenhum)

Point Roberts, em Washington, está numa posição única. Localizada na ponta da Península de Tsawwassen, a cidade fica totalmente abaixo do paralelo 49, a linha que separa o Canadá dos Estados Unidos. Agora, a cidade …

Milhares de processadores quebraram um trilião de chaves para resgatar um Zip com bitcoins

Um misterioso homem perdeu o acesso a um ficheiro Zip onde estavam encriptadas as suas chaves privadas de bitcoins. Os 300 mil dólares foram resgatados por dois especialistas em criptografia — e por muitos milhares …

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …