Venezuela pagou 7 milhões para criar o Podemos

xixonsipuede / Flickr

Pablo Iglesias, líder do Podemos

Pablo Iglesias, líder do Podemos

O Governo venezuelano de Hugo Chávez pagou mais de sete milhões de euros à fundação que daria origem ao Podemos, partido de Pablo Iglesias, com o objetivo de “propiciar mudanças políticas em Espanha mais alinhadas com o regime bolivariano”.

O jornal ABC teve acesso a um documento assinado pelo ministro das Finanças venezuelano da altura, Rafael Isea, e pelo próprio Hugo Chávez, que mostra que a fundação ligada aos fundadores do Podemos terá recebido mais de sete milhões de euros, entre 2003 e 2011.

As alegações surgem na semana em que, pela primeira vez desde as eleições, PSOE, Podemos e Ciudadanos vão encontrar-se para tentar formar uma maioria no parlamento. Os partidos deverão encontrar-se na quinta-feira, para tentarem estabelecer condições para a criação de um governo que possa ser aceite por uma maioria de deputados e evitar, assim, a repetição das eleições de dezembro.

O diário espanhol apresenta o documento como “a prova definitiva em como o partido Podemos nasceu como uma extensão do Chavismo em Espanha”.

Na Fundação CEPS – Centro de Estudos Políticos e Sociais trabalharam não só o líder do Podemos, Pablo Iglesias, e o seu número dois, Íñigo Errejón, mas outras figuras centrais do partido como a deputada Carolina Bescansa e o antigo ideólogo e número três da formação, Juan Carlos Monedero.

A Fundação CEPS recebeu 7.168.090 euros entre 2003 e 2011 por trabalhos de consultoria ao Governo de Hugo Chávez para “promover os conceitos de emancipação popular, consciência anticapitalista e controlo social”.

No entanto, no parágrafo 63 do relatório, o ministro explicita que os montantes pagos à fundação que foi o berço do Podemos visam pagar não apenas estas assessorias políticas, mas também unir em Espanha “forças e movimentos sociais” que levassem a mudanças políticas “mais favoráveis” ao regime venezuelano.

“Adicionalmente, segundo o acordado no conselho de ministros, o apoio económico que significará para a Fundação CEPS esta contratação permitirá estreitar laços e compromissos com reconhecidos representantes das escolas de pensamento de esquerda, fundamentalmente anticapitalistas, que em Espanha podem criar consensos de forças políticas e movimentos sociais, propiciando nesse país mudanças políticas ainda mais alinhadas com o Governo bolivariano”, indica o relatório.

O documento especifica que a Fundação CEPS recebeu 2.687.390 euros entre 2003 e 2007. O relatório, datado de 28 de maio de 2008, serve também para pedir a Chávez verbas adicionais para a CEPS: 1.650.700 euros para 2008 e outros 2.830.000 euros para o período entre 2009 e 2011.

No entanto, apesar de já se saber que os fundadores do Podemos prestaram serviços de consultoria a Chávez e ao seu Governo, estes mais de sete milhões de euros são um valor muito superior ao que a própria CEPS admite ter cobrado ao regime da Venezuela, cerca de 3,7 milhões de euros.

ABC

Extrato do documento assinado por Hugo Chávez onde pedia a criação de um partido que criasse consensos de forças políticas e movimentos sociais de esquerda em Espanha

Extrato do documento assinado por Hugo Chávez onde pedia a criação de um partido que criasse consensos de forças políticas e movimentos sociais de esquerda em Espanha

O documento hoje mostrado pelo ABC está já na posse da Unidade de Delinquência Económica e Fiscal (UDEF) da Polícia Nacional espanhola, que já estava anteriormente a investigar o alegado financiamento ilegal do Podemos.

A Fundação CEPS terá trabalhado para o regime chavista até 2012, quando Pablo Iglesias já estava em processo de formação do Podemos, registado oficialmente como partido em janeiro de 2014.

Os dirigentes do Podemos sempre negaram a existência de financiamento ilegal do seu partido, instando a que as autoridades investiguem a fundo as suas contas. Pela lei espanhola, é ilegal um partido político ser financiado por um regime externo.

Podemos nega que a sua formação tenha sido financiada pela Venezuela

O número dois do Podemos, Íñigo Errejón, negou que a constituição do seu partido tenha sido financiada pelo regime venezuelano através de uma fundação.

“É radicalmente falso”, realçou o “número dois” de Pablo Iglesias e líder parlamentar do partido no Congresso dos Deputados.

Questionado sobre se está em condições de afirmar que essas verbas pagas ao CEPS não chegaram ao Podemos em Espanha, Íñigo Errejón explicou que quem disser o contrário terá que apresentar provas disso junto do Supremo Tribunal.

Errejón salientou que o Supremo dirá o mesmo que já disse nas duas ocasiões em que se pronunciou nesse sentido: nada há de ilegal no financiamento do Podemos.

Em janeiro e maio de 2015 o tribunal arquivou queixas apresentadas contra o Podemos por financiamento ilegal.

Em fevereiro último, a procuradoria do Supremo nem sequer aceitou uma queixa de alegado financiamento do regime iraniano, já que um canal de televisão afiliado ao regime de Teerão efetuou vários pagamentos a Pablo Iglesias por comentários políticos.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. O povo passa fome na Venezuela, não há bens de primeira necessidade, e depois são gastos milhões a financiar/criar partidos no estrangeiro… nada disto é novo, também em Portugal todos sabemos que o PCP era financiado pela antiga URSS. Claro que isto será um duro golpe para o Podemos nas prováveis futuras eleições espanholas. A verdade acaba por vir sempre acima como o azeite e não era sem razão que o líder deste partido queria ser vice-primeiro ministro em Espanha. Prevejo uma grande quebra do Podemos que aliás já estava a acontecer….

  2. A ser verdade?!,
    Trata-se apenas de usar a as mesmas armas do capitalismo
    (o dinheiro), para fazer chegar a mensagem ao povo!!!
    Até porque, está visto que este zé povinho, já não conhece outra linguagem…
    Mas cá para mim, este povinho que anda a ser comido pelo capitalismo,
    merece mesmo, é o que já lhe está a acontecer….

  3. As mentiras acabam por cair por si mesmas, embora alguns pretensos órgãos de informação as repitam, como Goobels os ensinou…Esta noticia tem anos e serviu para evitar que o Podemos tivesse bons resultados eleitorais, porque a direita tinha medo do Podemos…Aliás, se verificarem, a noticia é propalada pelo ABC, o jornal que apoiou Hitler e Franco e continua a suportar todos os fascismos…Quanto aos comentários sobre o que se passa na Venezuela, são apenas papagaiadas de quem não sabe o que se passa…e relativamente a Portugal, são mentiras tão antigas que alguns fascistas foram repetindo que nem merecem qualquer atenção…E o Zapping apresenta estas noticias requentadas…será para esconder o lodaçal de corrupção que grassa nos partidos como o PP…????

  4. o joao do 5 de abril deve ser o joao ratao do hotel vitoria pela conversa cheia de bolor bolchevique…..
    graças a democracia, mesmo que manipulada por seres maquiavelicos ainda tem alguma liberdade de expressao que nao agrada a todos.
    era tao bom que so se pudesse publicar o avante..e a televisdao tivesse como apresentador do noticiario permanente o sr jeronimo , um costa, da concordia ou uma marioneta matias!!!!….
    o podemos ja sabemos quem e e porque foi criado e para que foi criado…. e daqui a uns meses vamos saber que vai votyar nesse partido travesti

  5. Miserável povo venezuelano a viver mal e com fome com restrições e bichas de toda a ordem, a ouvirem constantemente a doutrina ideológica deste louco e ainda por cima do pouco que restará aplica-o em partidos estrangeiros para tentar impor a sua ideologia, fanatismo ditatorial!

  6. O cornupto do pablo iglésias pela basófia com que estava em todo o lado, faltando-lhe aquela humildade de quem está de facto ao serviço do bem comum, só podia estar a ser subsidiado por dois sítios: carteis de droga ou ditadores de meia tigela prestes a cair na rua sob o peso da miséria que engendraram. Claro que o pablozito vai já dizer que é a reação mas é a pura verdade.

  7. em Portugal os partidos de direita gastam triliões do erário público para criar jornais para desacreditarem o podemos e fazerem crer ao povo que a única saída para os seus problemas é cumprirem a austerirare imposta por eles. resultado de toda esta tecnica baixa é haver cada vez mais dinheiro roubado nas mãos de meia duzia de energumenos em offshores.

RESPONDER

Covid-19 já faz estragos na indústria espacial. Concorrente da Space X declara falência

A empresa de satélites OneWeb, que tinha como objetivo ligar os lugares mais remotos do mundo à Internet, declarou esta sexta-feira falência depois de ter perdido um importante investidor por causa da pandemia de covid-19. …

CR7, Bernardo, Mourinho, Lage e mais 22 personalidades do futebol doaram 150 mil máscaras ao Hospital de Santo António

O agente Jorge Mendes juntou 26 personalidade do futebol, que vão desde jogadores, treinador e amigos, com o objetivo de dotar unidades hospitalares com materiais para combater a Covid-19. A iniciativa, que contou com a …

Italiana de 102 anos recuperou da covid-19. "Chamamos-lhe imortal"

Uma italiana, de 102 anos, recuperou da covid-19, depois de ter passado mais de 20 dias no hospital. Os médicos que a acompanharam vão agora estudar o seu caso. "Chamamos-lhe Highlander, a imortal", contou à CNN …

China já lucra com a Covid-19 (mas se a economia não engrenar depressa, pode nascer uma tempestade)

A China já está em fase de recuperação da Covid-19 e a economia do país dá sinais de vida, embora ainda longe dos patamares pré-pandemia. E o facto de o contágio continuar a alastrar por …

Cientistas de todo o mundo trabalham em 20 vacinas e 30 potenciais medicamentos

Cientistas em todo o mundo estão a trabalhar num total de 20 vacinas e 30 possíveis medicamentos contra o Covid-19, alguns dos quais já estão na última fase de testes antes da aprovação definitiva. De acordo …

Há uma vila na Lombardia sem infetados por Covid-19

Em Ferrera Erbognone, uma vila da Lombardia com mil habitantes e uma média de idades de 60 anos, ainda não se registaram casos de Covid-19, embora esteja no epicentro do surto em Itália. De acordo com …

Rei da Tailândia isola-se em hotel de luxo na Alemanha com 20 mulheres e vários servos

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, decidiu isolar-se num hotel de luxo na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, com a sua comitiva, que inclui um "harém" de 20 mulheres e vários servos. De acordo com o …

Rendas podem ser suspensas durante estado de emergência e mês seguinte

Empresas e famílias vão poder suspender o pagamento da renda nos meses em que vigore o estado de emergência e mês subsequente, de acordo com a proposta que cria um regime excecional de proteção aos …

Mais 11 pessoas detidas por desobediência. Número total sobe para 81

A PSP e a GNR detiveram até esta segunda-feira 81 pessoas pelo crime de desobediência no âmbito do estado de emergência iniciado dia 22 e decretado devido à pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da …

Reembolsos de IRS arrancam em abril

No próximo mês, o fisco vai devolver valores retidos em IRS à medida que os contribuintes entreguem as declarações do imposto e é concluída a liquidação, uma iniciativa da Autoridade Tributária (AT) que arranca na …