Venezuela pagou 7 milhões para criar o Podemos

xixonsipuede / Flickr

Pablo Iglesias, líder do Podemos

Pablo Iglesias, líder do Podemos

O Governo venezuelano de Hugo Chávez pagou mais de sete milhões de euros à fundação que daria origem ao Podemos, partido de Pablo Iglesias, com o objetivo de “propiciar mudanças políticas em Espanha mais alinhadas com o regime bolivariano”.

O jornal ABC teve acesso a um documento assinado pelo ministro das Finanças venezuelano da altura, Rafael Isea, e pelo próprio Hugo Chávez, que mostra que a fundação ligada aos fundadores do Podemos terá recebido mais de sete milhões de euros, entre 2003 e 2011.

As alegações surgem na semana em que, pela primeira vez desde as eleições, PSOE, Podemos e Ciudadanos vão encontrar-se para tentar formar uma maioria no parlamento. Os partidos deverão encontrar-se na quinta-feira, para tentarem estabelecer condições para a criação de um governo que possa ser aceite por uma maioria de deputados e evitar, assim, a repetição das eleições de dezembro.

O diário espanhol apresenta o documento como “a prova definitiva em como o partido Podemos nasceu como uma extensão do Chavismo em Espanha”.

Na Fundação CEPS – Centro de Estudos Políticos e Sociais trabalharam não só o líder do Podemos, Pablo Iglesias, e o seu número dois, Íñigo Errejón, mas outras figuras centrais do partido como a deputada Carolina Bescansa e o antigo ideólogo e número três da formação, Juan Carlos Monedero.

A Fundação CEPS recebeu 7.168.090 euros entre 2003 e 2011 por trabalhos de consultoria ao Governo de Hugo Chávez para “promover os conceitos de emancipação popular, consciência anticapitalista e controlo social”.

No entanto, no parágrafo 63 do relatório, o ministro explicita que os montantes pagos à fundação que foi o berço do Podemos visam pagar não apenas estas assessorias políticas, mas também unir em Espanha “forças e movimentos sociais” que levassem a mudanças políticas “mais favoráveis” ao regime venezuelano.

“Adicionalmente, segundo o acordado no conselho de ministros, o apoio económico que significará para a Fundação CEPS esta contratação permitirá estreitar laços e compromissos com reconhecidos representantes das escolas de pensamento de esquerda, fundamentalmente anticapitalistas, que em Espanha podem criar consensos de forças políticas e movimentos sociais, propiciando nesse país mudanças políticas ainda mais alinhadas com o Governo bolivariano”, indica o relatório.

O documento especifica que a Fundação CEPS recebeu 2.687.390 euros entre 2003 e 2007. O relatório, datado de 28 de maio de 2008, serve também para pedir a Chávez verbas adicionais para a CEPS: 1.650.700 euros para 2008 e outros 2.830.000 euros para o período entre 2009 e 2011.

No entanto, apesar de já se saber que os fundadores do Podemos prestaram serviços de consultoria a Chávez e ao seu Governo, estes mais de sete milhões de euros são um valor muito superior ao que a própria CEPS admite ter cobrado ao regime da Venezuela, cerca de 3,7 milhões de euros.

ABC

Extrato do documento assinado por Hugo Chávez onde pedia a criação de um partido que criasse consensos de forças políticas e movimentos sociais de esquerda em Espanha

Extrato do documento assinado por Hugo Chávez onde pedia a criação de um partido que criasse consensos de forças políticas e movimentos sociais de esquerda em Espanha

O documento hoje mostrado pelo ABC está já na posse da Unidade de Delinquência Económica e Fiscal (UDEF) da Polícia Nacional espanhola, que já estava anteriormente a investigar o alegado financiamento ilegal do Podemos.

A Fundação CEPS terá trabalhado para o regime chavista até 2012, quando Pablo Iglesias já estava em processo de formação do Podemos, registado oficialmente como partido em janeiro de 2014.

Os dirigentes do Podemos sempre negaram a existência de financiamento ilegal do seu partido, instando a que as autoridades investiguem a fundo as suas contas. Pela lei espanhola, é ilegal um partido político ser financiado por um regime externo.

Podemos nega que a sua formação tenha sido financiada pela Venezuela

O número dois do Podemos, Íñigo Errejón, negou que a constituição do seu partido tenha sido financiada pelo regime venezuelano através de uma fundação.

“É radicalmente falso”, realçou o “número dois” de Pablo Iglesias e líder parlamentar do partido no Congresso dos Deputados.

Questionado sobre se está em condições de afirmar que essas verbas pagas ao CEPS não chegaram ao Podemos em Espanha, Íñigo Errejón explicou que quem disser o contrário terá que apresentar provas disso junto do Supremo Tribunal.

Errejón salientou que o Supremo dirá o mesmo que já disse nas duas ocasiões em que se pronunciou nesse sentido: nada há de ilegal no financiamento do Podemos.

Em janeiro e maio de 2015 o tribunal arquivou queixas apresentadas contra o Podemos por financiamento ilegal.

Em fevereiro último, a procuradoria do Supremo nem sequer aceitou uma queixa de alegado financiamento do regime iraniano, já que um canal de televisão afiliado ao regime de Teerão efetuou vários pagamentos a Pablo Iglesias por comentários políticos.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. O povo passa fome na Venezuela, não há bens de primeira necessidade, e depois são gastos milhões a financiar/criar partidos no estrangeiro… nada disto é novo, também em Portugal todos sabemos que o PCP era financiado pela antiga URSS. Claro que isto será um duro golpe para o Podemos nas prováveis futuras eleições espanholas. A verdade acaba por vir sempre acima como o azeite e não era sem razão que o líder deste partido queria ser vice-primeiro ministro em Espanha. Prevejo uma grande quebra do Podemos que aliás já estava a acontecer….

  2. A ser verdade?!,
    Trata-se apenas de usar a as mesmas armas do capitalismo
    (o dinheiro), para fazer chegar a mensagem ao povo!!!
    Até porque, está visto que este zé povinho, já não conhece outra linguagem…
    Mas cá para mim, este povinho que anda a ser comido pelo capitalismo,
    merece mesmo, é o que já lhe está a acontecer….

  3. As mentiras acabam por cair por si mesmas, embora alguns pretensos órgãos de informação as repitam, como Goobels os ensinou…Esta noticia tem anos e serviu para evitar que o Podemos tivesse bons resultados eleitorais, porque a direita tinha medo do Podemos…Aliás, se verificarem, a noticia é propalada pelo ABC, o jornal que apoiou Hitler e Franco e continua a suportar todos os fascismos…Quanto aos comentários sobre o que se passa na Venezuela, são apenas papagaiadas de quem não sabe o que se passa…e relativamente a Portugal, são mentiras tão antigas que alguns fascistas foram repetindo que nem merecem qualquer atenção…E o Zapping apresenta estas noticias requentadas…será para esconder o lodaçal de corrupção que grassa nos partidos como o PP…????

  4. o joao do 5 de abril deve ser o joao ratao do hotel vitoria pela conversa cheia de bolor bolchevique…..
    graças a democracia, mesmo que manipulada por seres maquiavelicos ainda tem alguma liberdade de expressao que nao agrada a todos.
    era tao bom que so se pudesse publicar o avante..e a televisdao tivesse como apresentador do noticiario permanente o sr jeronimo , um costa, da concordia ou uma marioneta matias!!!!….
    o podemos ja sabemos quem e e porque foi criado e para que foi criado…. e daqui a uns meses vamos saber que vai votyar nesse partido travesti

  5. Miserável povo venezuelano a viver mal e com fome com restrições e bichas de toda a ordem, a ouvirem constantemente a doutrina ideológica deste louco e ainda por cima do pouco que restará aplica-o em partidos estrangeiros para tentar impor a sua ideologia, fanatismo ditatorial!

  6. O cornupto do pablo iglésias pela basófia com que estava em todo o lado, faltando-lhe aquela humildade de quem está de facto ao serviço do bem comum, só podia estar a ser subsidiado por dois sítios: carteis de droga ou ditadores de meia tigela prestes a cair na rua sob o peso da miséria que engendraram. Claro que o pablozito vai já dizer que é a reação mas é a pura verdade.

  7. em Portugal os partidos de direita gastam triliões do erário público para criar jornais para desacreditarem o podemos e fazerem crer ao povo que a única saída para os seus problemas é cumprirem a austerirare imposta por eles. resultado de toda esta tecnica baixa é haver cada vez mais dinheiro roubado nas mãos de meia duzia de energumenos em offshores.

RESPONDER

Trincão ainda não pôs os pés em Camp Nou e já tem pretendentes

O português Francisco Trincão, contratado em março passado pelo Barcelona ao Sporting de Braga, ainda não colocou os pés em Camp Nou e já tem clubes interessados na sua compra ao clube catalão. O negócio que …

Costa e Conte perfeitamente alinhados. Previsões de Bruxelas exigem um acordo europeu imediato

Os primeiros-ministros de Portugal e de Itália defenderam que o agravamento das previsões negativas da economia da Comissão Europeia impõe um acordo entre os 27 Estados-membros já na próxima reunião do Conselho Europeu. Esta posição comum …

Novo Banco vendeu ativos com 70% de desconto a fundo com ligações ao seu chairman

O chairman do Novo Banco, Byron Haines, liderou um banco detido pelo fundo norte-americano Cerberus. Foi precisamente este fundo a que o Novo Banco vendeu quase 200 imóveis com um desconto de 70%. O Novo Banco …

As antigas águas da Austrália estavam cheias de escorpiões gigantes predadores

As antigas águas em redor da Austrália podem ter estado cheias de enormes escorpiões marinhos predadores que mediam 2,5 metros de comprimento. Conhecidos como Eurypterida, estes animais ferozes foram os maiores predadores marinhos a aparecer no …

Siza Vieira sobre Efacec: Estado está a salvar uma empresa viável e não os bancos que financiaram Isabel dos Santos

O ministro da Economia esclareceu esta terça-feira que o Estado está a “salvar uma empresa” e não “os financiadores e os acionistas” da Efacec e que o valor da indemnização não será suficiente para saldar …

Casos de covid-19 encerram Câmara de Paços de Ferreira. Presidente está infetado

A Câmara Municipal de Paços de Ferreira, distrito do Porto, anunciou esta quarta-feira que o seu edifício sede se encontra temporariamente encerrado depois de terem sido detetado casos positivos de covid-19 entre os trabalhadores. "A …

Megaoperação do SEF. Três detidos e 150 possíveis vítimas de tráfico humano e imigração ilegal

Uma megaoperação do SEF, em Santarém, já levou à detenção de três suspeitos de tráfico humano e imigração ilegal. Já foram identificadas 150 possíveis vítimas. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) está a levar a …

Conjuntivite pode ser um sintoma primário de covid-19

Uma equipa de investigadores canadianos identificou a conjuntivite como um novo sintoma primário de covid-19. Os cientistas alertam os oftalmologistas para os perigos inerentes. Os sintomas mais frequentes associados à infeção pela covid-19 são: febre, tosse …

Seis estrangeiros fugiram do aeroporto de Faro. Três já foram encontrados

Um grupo de seis pessoas fugiu esta terça-feira do Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária do aeroporto de Faro, tendo as autoridades já localizado três delas, revelou esta terça-feira o Serviço de Estrangeiros e …

MP investiga “festa covid” que terá gerado contágio entre estudantes do Politécnico da Guarda

O Ministério Público instaurou um inquérito para averiguação da prática dos crimes de propagação de doença contagiosa e de instigação pública após alguns estudantes do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) terem sido infetados com o …