Vala comum revela que já no Neolítico havia violência extrema

Christian Meyer

Traumatismo craniano de uma criança de 8 anos, encontrada a partir da vala comum do período Neolítico

Traumatismo craniano de uma criança de 8 anos, encontrada a partir da vala comum do período Neolítico

Uma vala comum encontrada na Alemanha com pelo menos 26 esqueletos humanos mostra que os conflitos há cerca de sete mil anos na Europa eram brutais, com tortura e mutilação das vítimas, indica um novo estudo científico.

O achado traz novas provas para a teoria de que a violência em massa desempenhou um papel crucial no início da era do Neolítico e pode ter contribuído para o declínio da chamada cultura da cerâmica linear – de agricultores e criadores de gado – no centro da Europa, de acordo com o estudo, publicado na segunda-feira, na revista da Academia de Ciências dos Estados Unidos.

O significado destas valas comuns – que continuam a ser raras – tem sido alvo de intensos debates entre especialistas.

A última vala comum foi encontrada em 2006, também na Alemanha, durante a construção de uma estrada.

Universidade de Mainz

Christian Meyer, arqueólogo responsável pelo estudo da Universidade de Mainz

Christian Meyer, arqueólogo responsável pelo estudo da Universidade de Mainz

Até à data, os dados obtidos sugerem que os “massacres de comunidades inteiras não eram ocorrências isoladas, mas frequentes nas últimas fases” da cultura da cerâmica linear, concluíram os autores.

As análises dos 26 esqueletos encontrados na vala indicam que as vítimas não foram enterradas de acordo com os rituais funerários típicos da época.

Ao contrário, os crânios de muitos dos esqueletos foram violentamente esmagados, além de ferimentos causados por setas que podem ter matado ou imobilizado as vítimas.

Único neste achado são os esqueletos com traumas significativos nas zonas inferiores, por exemplo nas pernas, indicando que foram torturados ou mutilados depois de mortos, disseram arqueólogos da Universidade de Mainz, liderados por Christian Meyer.

Na vala foram encontrados esqueletos de crianças, homens adultos e idosas, não tendo sido encontradas ossadas de mulheres ou raparigas.

O estudo considera possível que o conflito entre os grupos tenha sido desencadeado pela posse de recursos.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Qual a admiração? Os alemães são os dignos descendentes dos alanos e vandalos, não se recordam? As tendências mantêm-se.
    A historia o tem provado, não é ?

RESPONDER

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …