“Vacina universal contra o cancro” teve primeiros testes bem sucedidos em humanos

Rita Elena Serda, NIH / Flickr

Célula cancerígena (a branco) a ser atacada por dois linfócitos T citotóxicos (a vermelho) num processo natural de resposta imune

Célula cancerígena (a branco) a ser atacada por dois linfócitos T citotóxicos (a vermelho) num processo natural de resposta imune

A vacina universal para o tratamento do cancro pode estar um pouco mais próxima da realidade, depois de um grupo de investigadores alemães ter conseguido realizar testes bem sucedidos em três pacientes humanos.

O novo método de tratamento, apelidado de imunoterapia, é um tipo de tratamento de cancro que usa o próprio sistema imunitário do doente para combater as células cancerígenas.

Segundo o Futurism, o processo consiste na aplicação de uma vacina com material genético (RNA) das células cancerígenas do paciente no seu próprio sistema imunológico – o que ajuda o corpo a diferenciar as células más, facilitando o combate do próprio corpo à doença.

A identificação das células prejudiciais é um dos principais desafios no tratamento do cancro porque, em várias situações, o organismo não é capaz de diferenciá-las por serem semelhantes à células normais.

No entanto, depois de os cientistas aplicarem o RNA das células cancerígenas, a produção de anticorpos é estimulada porque passam a ser reconhecidas como células de uma espécie diferente.

O método é considerado universal, já que qualquer paciente poderia usar o material genético das suas próprias células cancerígenas para o seu tratamento, independentemente do tipo de cancro.

A experiência foi desenvolvida por cientistas da Universidade Johannes Gutenberg de Mainz, na Alemanha e os resultados foram publicados na Nature.

Nos testes realizados, três pacientes diagnosticados com melanoma e tratados com a imunoterapia só apresentaram sintomas leves de “gripe” como efeitos colaterais, mas nada que se compare às complicações dos tratamentos como a quimioterapia.

Além disso, segundo o The Independent, um dos pacientes já apresentou uma redução num dos tumores, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido antes que o novo tratamento possa ser aplicado oficialmente.

Apesar de os testes preliminares terem sido bem sucedidos, o método ainda precisa de ser testado por órgãos reguladores da saúde, como a Food and Drug Administration (FDA), nos Estados Unidos – que pode demorar 8 anos a aprovar um novo tipo de medicação ou tratamento.

Mas estes resultados abrem caminho ao que muitos consideram o (impossível) Santo Graal da medicina – uma vacina universal contra o cancro.

ZAP / Ciberia

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …

Documentário da Netflix reacende debate sobre os milhares de tigres em cativeiro nos Estados Unidos

A minissérie documental da Netflix "Tiger King: Morte, Caos e Loucura" veio reacender o debate sobre os grandes felinos que estão em cativeiro, frisando que há cerca de 10.000 espécimes nestas condições nos Estados Unidos. …

Luciano venceu a covid-19 aos 100 anos. Teve direito a bolo, a um desenho e a uma alta hospitalar

Luciano Marques da Silva completou 100 anos no hospital de São João, no Porto, onde se encontrava hospitalizado devido à infeção por covid-19. Depois de dez dias de internamento, conseguiu vencer e recebeu alta. No dia …

Geneinno S2, a scooter subaquática que o impulsiona entre as ondas

Há dois anos, foi anunciada a Trident, uma scooter subaquática fabricada pela startup chinesa Geneinno. Agora, a empresa lançou um modelo mais barato e portátil, conhecido como Geneinno S2. O Trident - ou Geneinno S1 - …

WhatsApp restringe opção de reencaminhar mensagens para evitar desinformação

A rede social anunciou que vai passar a restringir o reencaminhamento de mensagens para tentar diminuir a disseminação de informação falsa sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a revista Newsweek, a partir desta terça-feira, …

"Mostre-me a sua identificação." Na Tunísia, um robô pergunta às pessoas por que não estão em casa

Nas ruas de Túnis, a capital da Tunísia, um robô não pilotado aborda as pessoas na rua e pergunta-lhes por que não estão em casa, exigindo-lhes um documento de identificação. A Tunísia está em confinamento obrigatório …

Putin não quer repetir os erros dos outros países

Vladimir Putin diz que "o pico da epidemia ainda não foi superado", mas garante que tem "em consideração as experiências positivas e negativas de outros países". O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou esta terça-feira para …

É possível fazer uma máscara de tecido em apenas alguns segundos

O cirurgião-geral norte-americano Jerome Adams disse que as máscaras faciais de pano podem ser feitas a partir de utensílios domésticos comuns. No início do mês, Jerome Adams, cirurgião-geral dos Estados Unidos, deixou um aviso ao público …