Uso moderado das redes sociais é bom para a saúde mental

Arne Hoel / World Bank

-

O uso regular de redes sociais contribui para uma boa saúde mental, revela um estudo publicado por investigadores australianos, que analisaram 70 pesquisas sobre a relação entre as redes sociais e a depressão, ansiedade e bem-estar.

De acordo com a Agência Xinhua, os cientistas descobriram que as redes sociais revelaram-se úteis para a boa comunicação entre as pessoas e fazer com que estas recebam apoio social, além de serem uma fonte única de apoio para indivíduos que têm dificuldade com interações face a face.

No entanto, as redes sociais não foram boas para todos, já que algumas pessoas se comparavam frequentemente a outras, criavam pensamentos negativos ou eram viciadas nas redes sociais, correndo um maior risco de desenvolverem depressão e ansiedade.

O estudo publicado no JMIR Mental Health, foi realizado por investigadores das Universidades de Melbourne e de Monash, na Austrália.

Peggy Kern, da Universidade de Melbourne, disse que as pessoas com ansiedade social eram mais propensas a usar passivamente as redes sociais em vez de se envolverem diretamente, enquanto que os indivíduos com sintomas depressivos eram mais suscetíveis a publicar os seus pensamentos negativos.

“As redes sociais fornecem não só uma janela para os pensamentos e emoções que as pessoas decidem partilhar, mas também alguns dos seus padrões comportamentais que podem ajudar ou prejudicar a saúde mental”, afirmou Kern.

“Ao compreender as ligações entre as redes sociais e a saúde mental, podemos fazer melhores escolhas sobre como usá-las de maneira produtiva e promover uma boa saúde mental”.

Elizabeth Seabrook, da Universidade de Monash, disse que o estudo revela que as redes sociais podem ser usadas no futuro para identificar a presença de depressão e ansiedade social num utilizador.

“A continuidade da investigação pode ser uma ferramenta poderosa para a identificação precoce do risco da saúde mental”, disse Seabrook.

Os utilizadores de redes sociais dedicam diariamente, em média, 91 minutos do seu tempo a estes sites, revela um estudo da Marktest divulgado em setembro.

O Facebook destaca-se claramente das restantes redes sociais, com 94% de utilizadores, a que se segue o Youtube, Google+, WhatsApp e Instagram, que foi a rede que mais subiu face a 2015″.

ZAP / EcoDesenvolvimento

PARTILHAR

RESPONDER

Juiz Neto de Moura muda nome com que assina acórdãos

O juiz Neto de Moura, envolvido em algumas decisões polémicas sobre violência doméstica, alterou o nome com que assina os acórdãos, avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa deste domingo. De acordo com …

Violenta tempestade faz pelo menos 30 mortos em Minas Gerais

A violenta tempestade que desde quinta-feira assola o estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, já provocou pelo menos 30 mortos e 17 desaparecidos, anunciou este domingo a Proteção Civil. De acordo com o novo balanço, …

Descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham

Foram descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham usando as suas barbatanas. Ao todo são já conhecidas nove espécies deste tipo de tubarões. Investigadores encontraram tubarões que caminham nas águas do norte da Austrália e …

Caso suspeito de infeção por coronavírus em Portugal deu negativo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou este domingo que o primeiro caso suspeita de coronavírus em Portugal, com um paciente sob observação no Hospital de Curry Cabral, em Lisboa, deu negativo após  análises. "A Direção-Geral da …

Francisco Rodrigues dos Santos é o novo líder do CDS

A moção de estratégia de Francisco Rodrigues dos Santos, sob o título "Voltar a Acreditar", foi a mais votada na madrugada domingo no 28.º congresso do CDS, em Aveiro, avançaram à agência Lusa fontes partidárias. A …

Cientistas descobrem proteína capaz de imitar os efeitos do exercício físico

A proteína, chamada de Sestrin, é capaz de proporcionar benefícios musculares muito semelhantes aos da prática de exercício físico. Um grupo de cientistas da Universidade de Medicina do Michigan, nos Estados Unidos, descobriu uma proteína …

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …