Ursos polares alimentam-se de golfinhos devido a mudanças climáticas no Ártico

Jon Aars / Norwegian Polar Institute

Cientistas noruegueses descobriram que os ursos polares estão a alimentar-se de golfinhos no oceano Ártico, e consideram que esta mudança de dieta se deve ao aquecimento das águas.

Os ursos polares alimentam-se normalmente de focas, mas a edição deste mês da revista Polar Research mostra golfinhos a serem devorados por um urso, em imagens captadas por Jon Aars, do Instituto Polar norueguês.

“É possível que novas espécies estejam a surgir na dieta dos ursos polares devido às mudanças climáticas, uma vez que isso está a propiciar a chegada de novas espécies ao norte”, disse Jon Aars à AFP.

O primeiro incidente que documentou ocorreu em 24 de abril de 2014, quando a sua equipa se deparou com um urso polar a alimentar-se das carcaças de dois golfinhos-de-bico-branco.

Apesar de os golfinhos serem vistos regularmente nos meses de Verão no Ártico norueguês, na altura em que o gelo derrete, estes nunca foram vistos durante o Inverno ou na Primavera quando o mar se encontra coberto de placas de gelo.

No entanto, os cientistas noruegueses têm relatado um forte recuo das placas de gelo e dois invernos quase sem gelo nos últimos anos. Segundo os especialistas, esta poderá ter sido a razão que atraiu a norte os golfinhos, que podem ter ficado presos com a chegada repentina do gelo e a formação de placas densas.

Jon Aars refere ainda que o urso que fotografou tinha, possivelmente, apanhado os dois golfinhos quando estes vieram à tona para respirar através de um pequeno buraco no gelo.

“Mesmo que tenham visto o urso, certamente os golfinhos não tiveram outra alternativa”, disse. Nas fotos vê-se um urso macho velho, visivelmente magro, a devorar um dos golfinhos e aparentemente a guardar outro sob a neve, para mais tarde – algo que o cientista nunca tinha visto antes.

“Nós pensamos que ele tentou cobrir o golfinho de neve na esperança de que outros ursos, raposas ou pássaros tivessem menos hipóteses de encontrá-lo”, esclareceu o cientista, acrescentando que tal permitiria ao urso comer o golfinho “um ou dois dias mais tarde, após digerir o primeiro”.

Após o primeiro incidente em 2014, foram notificados mais cinco casos de golfinhos presos no gelo ou capturados, os quais foram depois devorados por ursos.

“Penso que isso não significa uma grande perturbação” na dieta dos carnívoros, argumentou, dizendo ainda que “trata-se apenas do facto de os ursos polares estarem a confrontar-se com espécies que, até agora, desconheciam”.

Situado no topo da cadeia alimentar do Ártico, os ursos polares são predadores oportunistas igualmente conhecidos por se alimentarem de pequenas baleias, se tal oportunidade surgir.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …