Ursos polares alimentam-se de golfinhos devido a mudanças climáticas no Ártico

Jon Aars / Norwegian Polar Institute

Cientistas noruegueses descobriram que os ursos polares estão a alimentar-se de golfinhos no oceano Ártico, e consideram que esta mudança de dieta se deve ao aquecimento das águas.

Os ursos polares alimentam-se normalmente de focas, mas a edição deste mês da revista Polar Research mostra golfinhos a serem devorados por um urso, em imagens captadas por Jon Aars, do Instituto Polar norueguês.

“É possível que novas espécies estejam a surgir na dieta dos ursos polares devido às mudanças climáticas, uma vez que isso está a propiciar a chegada de novas espécies ao norte”, disse Jon Aars à AFP.

O primeiro incidente que documentou ocorreu em 24 de abril de 2014, quando a sua equipa se deparou com um urso polar a alimentar-se das carcaças de dois golfinhos-de-bico-branco.

Apesar de os golfinhos serem vistos regularmente nos meses de Verão no Ártico norueguês, na altura em que o gelo derrete, estes nunca foram vistos durante o Inverno ou na Primavera quando o mar se encontra coberto de placas de gelo.

No entanto, os cientistas noruegueses têm relatado um forte recuo das placas de gelo e dois invernos quase sem gelo nos últimos anos. Segundo os especialistas, esta poderá ter sido a razão que atraiu a norte os golfinhos, que podem ter ficado presos com a chegada repentina do gelo e a formação de placas densas.

Jon Aars refere ainda que o urso que fotografou tinha, possivelmente, apanhado os dois golfinhos quando estes vieram à tona para respirar através de um pequeno buraco no gelo.

“Mesmo que tenham visto o urso, certamente os golfinhos não tiveram outra alternativa”, disse. Nas fotos vê-se um urso macho velho, visivelmente magro, a devorar um dos golfinhos e aparentemente a guardar outro sob a neve, para mais tarde – algo que o cientista nunca tinha visto antes.

“Nós pensamos que ele tentou cobrir o golfinho de neve na esperança de que outros ursos, raposas ou pássaros tivessem menos hipóteses de encontrá-lo”, esclareceu o cientista, acrescentando que tal permitiria ao urso comer o golfinho “um ou dois dias mais tarde, após digerir o primeiro”.

Após o primeiro incidente em 2014, foram notificados mais cinco casos de golfinhos presos no gelo ou capturados, os quais foram depois devorados por ursos.

“Penso que isso não significa uma grande perturbação” na dieta dos carnívoros, argumentou, dizendo ainda que “trata-se apenas do facto de os ursos polares estarem a confrontar-se com espécies que, até agora, desconheciam”.

Situado no topo da cadeia alimentar do Ártico, os ursos polares são predadores oportunistas igualmente conhecidos por se alimentarem de pequenas baleias, se tal oportunidade surgir.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Apoio a pais de crianças em isolamento profilático mantém-se a 100%

Os pais de crianças que têm de ficar em isolamento profilático têm direito a subsídio pago. A regra é válida para crianças menores de 12 anos. O subsídio pago aos trabalhadores que têm de ficar em …

Barbosa Ribeiro, que não quer ser o Rei Sol, distribuiu álcool gel para "desinfetar" a Câmara

Tiago Barbosa Ribeiro, candidato socialista à Câmara Municipal do Porto, rejeita a ideia de que não é muito conhecido, afasta a ambição de querer ser o "Rei Sol" e admite ficar na Invicta nos próximos …

Coronavírus: há 21 mil anos a causar pandemias

Os coronavírus só foram identificados como distintos dos vírus da gripe nos anos 60 do século passado, e neste houve apenas duas pandemias de coronavírus —  MERS e SARS — registadas antes da atual, mas …

Parlamento discute propostas para travar preços dos combustíveis e da eletricidade

Os deputados votam esta sexta-feira, no Parlamento, o diploma do Governo para limitar as margens de combustíveis, assim como uma série de outras propostas sobre energia, da responsabilidade de vários partidos. O Governo aprovou em julho, …

Marcelo admite que se "fechou uma página" - mas já deixou recados para o Natal

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quinta-feira que Portugal é visto por outros países europeus como exemplo pela taxa de vacinação e combate à covid-19, mas que este "é um processo …

UGT quer salário mínimo de 1.000 euros em 2028

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, defendeu a necessidade de acabar com a política de baixos salários e precariedade. Carlos Silva, secretário-geral da UGT, defendeu esta quinta-feira que o Governo socialista tem obrigação de aumentar os …

Vermes partilham "memórias" através do ARN para avisar do perigo

Um artigo publicado recentemente na Cell mostra que os vermes têm uma forma peculiar de partilhar memórias: transmitem-nas através do ARN. Partilhar informação é crucial para a sobrevivência das espécies, mas como é que formas de …

Manchester United: jogador expulso e chamado a tribunal em 48 horas

Aaron Wan-Bissaka irá depor em tribunal, no final deste ano. Jovem futebolista foi apanhado a conduzir sem carta e sem seguro. Não estão a ser dias fáceis para Aaron Wan-Bissaka. O futebolista do Manchester United soube …

15 mil cadeiras vazias: Guardiola não gostou mas já ouviu um "recado"

Estádio do Manchester City voltou a ficar longe de lotação esgotada, num jogo da Liga dos Campeões. "Espero que apareça mais gente no sábado", admitiu o treinador. As palavras foram estas, depois da goleada que o …

"Fomos enganados, geologicamente enganados." Novos segredos vulcânicos revelados

Um estudo levado a cabo por cientistas da Universidade de Queensland revelou novos detalhes sobre a composição geológica da crosta terrestre. Até agora, os cientistas pensavam que a lava arrefecida dos chamados vulcões "hot spot" era …