Os ursos estão a acordar um mês antes do previsto (e já se sabe porquê)

Os zoólogos estão a ter uma grande surpresa, uma vez que os ursos de todo o mundo estão a acordar fora de estação devido aos invernos mais quentes. Ursos em cativeiro e selvagens na Rússia, Finlândia e Reino Unido saíram da hibernação cedo. Algumas populações nem hibernaram.

A hibernação é um evento anual para os ursos. A sesta longa que se prolonga no meses de inverno permite que os animais esperem que passem as condições mais severas em que a comida é escassa. Durante a hibernação, o metabolismo, respiração, batimento cardíaco e atividade física dos ursos diminuem para que os animais consigam preservar o seu stock precioso de gordura.

A duração da hibernação depende de cada animal e varia de caso a caso. Porém, é certo que chega ao fim quando chega a primavera, que traz temperaturas mais quentes e fontes de alimento mais abundantes.

Na Rússia, trabalhadores do Jardim Zoológico de Moscovo esperam que os seus ursos saiam da sua toca quatro semanas antes em comparação com o ano anterior, uma vez que as temperaturas quentes despertam os seus dois ursos dos Himalaias e um urso castanho Kamchatka.

Num comunicado, citado pelo jornal russo The Moscow Times, Svetlana Akulova, CEO do zoo, disse que os zoólogos esperavam uma chegada antecipada devido ao inverno anormalmente quente. Os picos das suas atividades indicaram aos funcionários do jardim zoológico que apareceriam muito antes do normal, com a chegada prevista para o final de março. Estes ursos normalmente acordam no final de abril ou maio.

A tendência está a espalhar-se por todo o continente. A sul de Moscovo, os ursos no jardim zoológico de Voronezh já acordaram e os caçadores do leste na região de Kirov já viram um urso selvagem a vaguear pelas florestas.

Na Finlândia, no jardim zoológico de Korkeasaari, os ursos acordaram após uma breve hibernação de apenas dois meses, fazendo a sua primeira aparição em fevereiro.

Também no Reino Unido, três ursos pardos europeus no ZSL Whipsnade Zoo, acordaram brevemente em fevereiro depois de iniciarem a hibernação em novembro. “Aproveitaram o sol de fevereiro por uns bons 20 minutos antes de voltarem para a sua toca para mais uma sesta. Quando os ursos saem da hibernação, tendem a pressionar o botão “snooze” algumas vezes, assim como alguns de nós de manhã”, disse Felicity Ball, do ZSL Whipsnade Zoo, em comunicado.

Esta não é a primeira vez que uma interrupção foi relatada nos comportamentos anuais de hibernação de ursos na Rússia. Em 2019, ursos pardos na Sibéria não hibernaram por causa do calor. O mesmo efeito foi visto com centenas de ursos nma reserva natural do sul da Rússia durante o inverno de 2018.

O surgimento precoce de ursos em todo o mundo fornece mais evidências do impacto das mudanças climáticas nos ritmos biológicos dos animais. Ursos em cativeiro que acordam cedo podem ter as suas dietas suplementadas com pequenas porções de bagas e frutos antes de passar para porções maiores, incluindo carne.

Porém, as populações selvagens terão de se defender sozinhas, o que pode ser difícil se as espécies de plantas nativas não começarem a frutificar ou se o frio voltar até à verdadeira chegada da primavera.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado…
    Estão os ursos a sair da hibernação mais cedo e estamos nós a experimentar o que é hibernar.
    A vida tem destas merdas…

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …