Universidade investiga o professor racista mais odiado do país

Nmcamacho / Wikimedia

Edificio Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Edificio Faculdade de Economia da Universidade do Porto

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto está a investigar um dos seus professores, Pedro Cosme Vieira, que tem sido assunto nas redes sociais, nos últimos dias, por causa do seu discurso assumidamente racista. A Procuradoria-Geral da República também pondera abrir um inquérito.

Pedro Cosme Vieira, que é docente da Faculdade de Economia do Porto (FEP) há 20 anos, começou a ser falado depois de o jornal i ter citado algumas das opiniões que expressa no blogue Económico-Financeiro e é já considerado o “professor mais odiado de Portugal“.

Nesta publicação criada em 2010, o professor tece considerações sobre economia, mas nos últimos tempos tem analisado o caso dos naufrágios no Mediterrâneo e a migração constante de pessoas para a Europa, referindo-se a essas pessoas como “pretalhada” e avançando como eventual solução para o problema abatê-las a tiro.

Não se inibe de assumir que é racista e também escreveu que “se se fizesse o abate sanitário de todos os infectados com SIDA, a doença desapareceria da face da terra”.

d.r. Pedro Cosme Vieira

Pedro Cosme Vieira, docente da Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Pedro Cosme Vieira, docente da Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Perante o burburinho que este tipo de discurso vem causando, a Comissão de Ética da Universidade do Porto estará já a avaliar o caso, conforme nota enviada pela instituição ao Económico.

“A Universidade do Porto considera que as declarações proferidas pelo professor Pedro Cosme Vieira são fruto de uma opinião pessoal, que vincula apenas o próprio, não reflectindo os valores e as posições defendida” pela Universidade, refere-se ainda na mesma nota.

Entretanto, o Correio da Manhã adianta que a Procuradoria-Geral da República pondera abrir um inquérito ao professor.

Em sua defesa, Pedro Cosme Vieira refere que é “racista como todas as outras pessoas e por isso é que ainda não vi manifestações a pedir que os refugiados que dão à costa em Itália venham para Portugal”, conforme declarações ao Correio da Manhã.

“Quantas pessoas pensarão que a solução para a SIDA é lavar a coisa com lixívia?”, diz ainda o professor no mesmo jornal.

No seu blogue Pedro Cosme Vieira tem um apelo aos visitantes para que enviem um e-mail para o Conselho Pedagógico da FEP frisando que a publicação “não põe em causa o prestígio” da instituição. Isto para aqueles que consideram que “a liberdade de expressão ainda é algo que precisa ser defendido” e que consideram que o professor tem “o direito a escrever o que bem [lhe] apetecer”, conforme escreve.

SV, ZAP

PARTILHAR

31 COMENTÁRIOS

  1. Não há palavras que descrevam tamanha estupidez. Este Senhor Professor Pedro Cosme Vieira, de certeza não tem espelhos em casa…devia olhar-se e ver a cara de maluco que tem. De certeza, daria um número fantástico no circo, junto dos leões.

  2. Pedro Cosme Vieira é um alarve. Mas gostava de saber em que inquérito de opinião a imprensa se baseou para o considerar “o professor mais odiado de Portugal”.
    Talvez com mais rigor poderiam classificar o SPAC como “o sindicato mais odiado de Portugal”…

  3. Minha cara amiga Cristina, posso até não concordar com a opinião do professor Pedro Cosmo Vieira, mas liberdade de opinião e expressão é isto mesmo!!! as pessoas têm direito a emitir aquilo que pensam limitados logicamente ás fronteiras da boa educação. Aliás, tem-se pensado nos últimos anos apenas nos direitos das minorias, em vez de se pensar mais nas maiorias!!!

    • A liberdade e principalmente a liberdade de expressão tem destas coisas, muitas vezes estamos sujeitos ver actos e a ouvir opiniões que não são conforme as nossas (opiniões, crenças, etc). Esta liberdade de Abril tão arduamente conquistada, dá o direito a cada um de exprimir as suas opiniões, livremente e sem medo de represálias, desde que não infrinja a lei. Decidir ou legislar sobre o que se deve ou não dizer, é decidir CENSURAR as opiniões dos outros, por não coincidirem com as nossas. Podemos falar de liberdade de expressão o dia inteiro, e continuamente poderemos chegar a opiniões diferentes, pois é na defesa da diferença que a democracia se distingue dos outros sistemas de governo. Sim, há que olhar todas as pessoas como seres humanos que são e tratá-las com dignidade. Haja no entanto nalguns casos, a coragem de denunciar os abusos daqueles que utilizam a diferença como forma de vida e de obter benefícios em detrimento de outros quiçá mais necessitados, mas que não jogam a carta do coitadinho, e estes abusadores encontramos-los em Portugal, presentes quer em cidadãos nacionais quer em estrangeiros, de todas as raças e credos. Será que os meus caros concidadãos e comentadores estão dispostos por exemplo a pagar mais impostos, para dar-mos mais dignidade aos desfavorecidos que por cá temos, e que crescentemente nos procuram como porto de abrigo? Já agora só um pensamento, é esta liberdade que vocês tão rapidamente querem negar a outros, que vos dá o direito de desejar fazer e acontecer coisas à pessoa desta notícia e a outros comentadores, que fariam se a vós fosse negada a expressão da vossa opinião?

    • Este indivíduo é um perfeito ignorante que não sabe do que fala. A tal ponto que eu duvido que ele seja da minha “raça”, já que humano não é concerteza. Tratar-se-á, talvez, de um homúnculo. Aliás quem olhar com atenção para as suas arcadas supraciliares protuberantes e para o maxilar exagerado, verá nele um verdadeiro australopiteco.

  4. deixemos de complexos…porque nao mandam uma bomba atomica nesses racistas de EIL…no Iraque…Libia…Boko Haram??
    tenha coragem de ser dignos das vossas consciencias….so nos prendemos com ninharias para poder assobiar para o lado

  5. O pEdro pode expresasar como quiser, sob capa de liberdade de expressao,tudo bem!
    Mas por ser um professor universitario, devia ser afastado imediamente, pelas declaracoes proferidas.So em Portugal e aceite esses tipos de merdas.Portugueses ainda mostram um nivel grande de atraso e dai esses tiques de racismo acentuado.

    • Só em Portugal??!
      Bem… um “nível grande de atraso” mostras tu com esse comentário (como é costume em alguém que começa fases com “só em Portugal”)!!
      Vê-se logo que não conheces nada do resto do mundo (nem de Portugal, quanto mais…)!

      Fez ele muito bem em expressar a sua opinião, dando azo a algo que está bem patente na sociedade europeia (ocidental): a hipocrisia!!

  6. Isto só mostra que não é a formação académica que faz o caracter de uma pessoa.
    Há ANORMAIS em todas as classes sociais/politicas/economicas/profissionais.

  7. Uma coisa é o direito à liberdade de expressão, que deve ser respeitado, outra coisa é termos pessoas à “frente da educação” dos nossos filhos a exprimirem este tipo de ideais. Não nos podemos esquecer que na idade em que os jovens frequentam as escolas (Universidade incluída) ainda estão a “construir”o seu carácter e a sua escala de valores. A pergunta que fica é se queremos alguém que exprime este tipo de opiniões a formar os nossos jovens……

  8. Bem, é a opinião dele. Têm direito a ela…. Tal como eu tenho direito a minha opinião que este devia ser castrado, de forma a não poder passar a má genética e higiene mental que tanto o caracteriza.

  9. As pessoas têm, por enquanto, (já andam a pensar voltar à censura), a liberdade de expressar a sua opinião.
    Eu estou a fazê-lo, como vós, estimados comentaristas. Contudo, verifico que nem todos os comentadores têm a coragem de assinar o que escrevem. O Prof Cosme Vieira, fá-lo num blogue.
    Dá a cara!
    Alguns de vocês, escudam-se no anonimato!
    Curiosamente, verifico que o Prof, é ainda um jovem mas, ao que parece, suficientemente erudito, para assumir a responsabilidade das palavras que profere, o que não deve ser o caso dos comentadores supra.
    Não estar de acordo com a invasão de migrantes oriundos de África ou de Leste, não é ser racista. É constatar que a Europa não está em condições de receber toda esta migração, dado o estado da economia, mais as suas exigências sociais e religiosas.
    E digo-lhes, com conhecimento de causa, que não conheço povo mais racista que o de origem africana.
    Igualmente, não reconheço capacidade de avaliação, às pessoas “filhas” do 25 de Abril, nem aos jornalistas que professam os princípios do Clube de Bilderberg.
    Cultivem-se…
    Estou consigo, Professor.

    • “que não conheço povo mais racista que o de origem africana”??? O povo africano, foram explorados nas suas próprias terras, durante anos e agora não guarda nenhum tipo de rancor. Em África os Europeus são bem tratados, porque somos um povo humilde. E se existe migração de africanos para Europa é por necessidade, devido a guerra. Por isso, é bom não se esquecer que estamos num mundo globalizado, ou seja, hoje preciso, e amanhã poderá ser você a precisar”
      Saudações

  10. Quem não respeita diferenças étnicas, antropológicas e morfológicas é algo degenerado civilizacionalmente, é aborto biológico, ou seja, para mim é lixo.
    A civilização humana produz cada vez mais lixo deste e, uma sociedade é tanto mais civilizada quanto melhor souber desfazer-se do lixo que produz de forma a não colocar em perigo o colectivo.
    Não chamem a isso crime, homicídio e outras tretas enquadradas num manancial de (pre)conceitos que a democracia tem andado estes a anos a disseminar (desde que tenha o carimbo de humanos são todos filhinhos de deus e têm todos direitos e deveres).
    Este tipo de coisa que profere essas opiniões só tem um direito – o de ser colocado num contentor de lixo, para ser depois levado para uma estação de tratamento adequado e incinerado (o lixo deve ser tratado sériamente e não apenas deixado ao canto ou para debaixo do tapete, porque deixará sempre efeitos nefastos)
    Quem dera que aparecesse a Brigada de Limpeza do lixo humano – violadores, traficantes, pedófilos, incendiários, racistas…e é capaz de me faltar mais qualquer coisa

    • Mas, isso não é exactamente o mesmo que ele diz??!
      Então chamas-lhe “lixo” e depois tens o mesmo discurso do que ele?!!
      Viva a demagogia e estupidez….

  11. A liberdade de expressão é um dado adquirido, (e conquistado) sem dúvida. E até aqueles que fazem declarações contra a mesma, devem usufruir desse direito. Mas o que eu não posso aceitar é que um professor; enquanto professor (e na sala de aula – Na Universidade o que torna esta RESPONSÁVEL pelos seus actos…) faça essas mesmas declarações. Este encontra-se a ensinar e não a expressar ideologias (esteja eu de acordo com elas ou não, e; neste caso, NÃO!!!!). Devia ser impedido de o fazer, sob pena de ser despedido! Mas o que ele faz fora da Universidade, é lá com ele. Ainda (e sublinho, ainda) estamos numa democracia.

  12. Para acabar com dogmas, o conhecimento não é igual a sabedoria ou entendimento. Infelizmente quem se acha sábio aos seus próprios olhos, não tem entendimento. Infelizmente este professor só mostrou que embora tenha conhecimento, não demonstra amor ao próximo. O amor ao próximo é o fruto das bases ocidentais com genese cultural judaico-cristã. Só que se esquecermos essa génese,então depois corremos o perigo de cair em erros como estes. Nós não somos como os fundamentalistas. Pois eles é que pagam com a mesma moeda. Mas com a genese cristã, pelo que aprendo nas escrituras, “a vingança é de Deus”. Ele é juiz, não nós. “Ama o teu inimigo”. É isto. Quando estaremos nós, pessoas inteligentes e cultas (e não ignorantes) a debater as escrituras sagradas em comparação com as nossas geneses culturais? Ou não é o amor ao próximo, humildade, mansidão, amar o inimigo, uma questão cultural ocidental? Será necessário colocar aqui os versiculos das escrituras? Não destruamos isso em nós, porque é essencial que nos mantenhamos por essas boas práticas. Quem delas se escapa, concerteza terá juizo de Deus das suas obras, más ou boas. Olhar as noticias da Síria e aquilo que por lá fazem, é um horror. Graças a Deus que isso não está aqui. E oxalá que o mal se combata com o bem, para bem da nossa sociedade civica ocicental.

  13. atençao que o que o dito professor diz, nao deve ser entendido literalmente. ele refere-se ao problema dos imigrantes e à indiferença do ocidente. é isso que esta em causa. utiliza termos fortes e assume que ele proprio é indiferente ao problema porque nada faz para o mudar, como qualquer um de nos e por isso se intitula racista. utiliza termos que para alguns podem ser insultuosos ou racistas, mas eu pessoalmente ate nao vejo problema nenhum, porque na verdade nao era intençao insultar ninguem a nao ser, a propria sociedade ocidental e a sua hipocrisia.

  14. 1º Pedro Cosme Vieira podia ter nascido negro, por ex. Por acaso nasceu «Branco» e em Portugal europeu…Portanto, se ele fosse uma pessoa com senso de equilíbrio e de seriedade intelectual faria esta reflexão pessoal antes de escrever de forma impulsiva no seu Blog pessoal !

    2º Indivíduos com ideias “racistas” existem por toda a parte, inclusive entre os “pregadores Abrilinos” esquerdistas. Os mesmos que controlam a democracia Travesti em que vivemos. Aliás, uma razão “sociológica” para a Abrileirada foi exactamente porque “não queriam misturas”! O resto é conversa fiada….
    Aliás, “isto” nem sequer é uma “democracia Travesti”, mas, Sim, uma partidocracia cleptocrática Traidora, controlada a partir de subterrâneos esconsos…..

    3º Muitos milhares de Negros foram destruídos e de Brancos foram escorraçados de África pelos “amanhãs que cantariam” e os “Sóis que brilhariam” da propaganda esquerdista, que entregou Povos inteiros em África a psicopatas e ao Deus dará ! Claro que, aí, já não era racismo! No altar do marxismo gramsciano era “libertação” !
    Agora, a «esquerda caviar» não sabe o que dizer, nem fazer, porque as suas “receitas” levam milhões de Negros “libertados” a fugir dos “milagres” criados por ela, onde o ” o leite e o mel” iam correr, finda a “opressão”, e a virem procurar uma côdea no Continente da antiga “opressão” ….Uma tremenda chatice para a cartilha do agit-prop, da manipulação gramsciana, da super-estrutura de manipulação mental, desinformativa, arroxeada, avermelhada, e rosada dos últimos 50 anos….

    As mentirolas chocam de frente no muro da Realidade ! Não adianta nada ! Depois, hipócritas claro, fingem-se muito “chocados” com as reacções epidérmicas dos “Pedros Vieiras”…..”Os Pedros Vieiras” são o resultado da vossa sementeira dos últimos 40 anos, não se queixem. Só têm o que merecem! São os vossos filhos, ponto final !
    Racistas foram o Ford e o Lindberg, por ex. As teorias hitlerianas foram todas paridas na América yankkee. E, dos negros que eu conheci da Universidade Lumumba, de Moscovo, nenhum me gabou o “anti-racismo” da altura !

  15. Nós europeus contruímos uma Europa à custa de trabalho de muitas gerações. A África é muito rica, apesar de todos os saques sofridos. Só precisa de mãos que peguem na enxada e a fecundem. Sabemos que os africanos, habituados à abundância da Natureza não têm o hábito de trabalhar. O que eles querem é ter nas mãos uma Kalashnikov. Isso é que dá estatuto. E os que não a conseguem fogem de quem as tem. Mas nesta Europa onde há tanta gente a viver à custa dos tolos que trabalham temos o direito de recusar mais dependentes. E sobre racismo vejam quem é racista: Utos contra Tutsis no Ruanda; Zulus contra Bantus na África do Sul; Bailundos contra todos em Angola; Macuas que se consideram superiores aos outros em Moçambique. Todos estes ódios racistas têm produzido muita guerra e mortes nas últimas décadas. E são pretos contra pretos.

    • O seu conhecimento da sociedade “negra” é avassaladora… É pena que não seja. Quem é sério e tem olhos de ver sabe que o que se passa em África é o que se passa em todo o mundo (em África numa maior escala): Uns (meia dúzia…) roubam fortunas e o resto vive na pobreza.
      Os africanos, como se refere, são trabalhadores árduos, (não foi á toa que forma utlizados de forma massiva para escravatura… todas as outras etnias “não trabalhavam” tanto) mas são pagos (quando o são…) miseravelmente. Isto tudo para que outros (meia dúzia…) locais ou não, brancos, pretos, amarelos ou de outra cor qualquer, enrriqueçam mais e mais.
      Ódios existem em todo o lado, mas para si preto não é gente, por isso nem ódio existe por “eles”, não é?…
      Todos têm direito á sua opinião, mas quando é para dizer disparates, têm a obrigação (e o dever) de não “a mostrar” e não contaminar os pensamentos de pessoas que consideram que a raça humana é um todo, e não “secções”.
      Blah!

  16. Por acaso, tenho de onde em onde acompanhado as escrituras deste Autor. Que parece que (justamente) está por estes dias a ficar na berra. Para além do estilo (que à primeira visa choca), na verdade o conteúdo é rico e sumarento, quer em termos de ideias e ideais, quer em termos de explicações, quer de rigor técnico-económico. É na verdade o seu, um estilo arriscado, pois exige que os seus Leitores percebam onde está a explicação dos problemas e as propostas de solução, e até onde vai (apenas) o embrulho. Necessita pois de ser Lido por Leitores, com calma e com atenção, sendo pressuposto o conhecimento (ou o nesse sentido estudo) básico de economia. Pelo menos. O problema dos mass media (que o Autor aproveita para surfar os seus 15 minutos de fama a que também tem direito) é precisamente este: a não leitura.

  17. Eu tenho o direito à liberdade de expressão.
    Nós temos o direito à liberdade de expressão.
    Ele tem direito à liberdade de expressão… se não for professor, se não for polícia, se não for militar, se não estiver no governo, se não for banqueiro, se não for de direita, se…
    HIPOCRISIA!!!

    • A liberdade de um acaba quando afecta a liberdade de outro… Por isso existe limites á liberdade. Caso contrário seria a anarquia.

  18. Nao crtitiquem aquilo que nao sabem. Estou em Mocambique ha dois anos e tenho provas dos racistas que estes pretos sao para com os portugueses, da forma se acham superiores. Por favor tenham voces vergonha na cara porque o senhor disse uma grande verdade. Andei a trabalhar para pagar impostos aos pretos que ai estao que nada sao e que souberam viver a custa do estado social pelo qual eu e todos quanto se esforcaram agora nada temos nem as nossas criancas. Venham ca para ver e sentirem na pele o racismo e dizerem mal do nosso amado pais.

  19. Os europeus fazem paradas gay de pederastas podres e os macacos africanos invadem a Europa! O Prof.Pedro Cosme Vieira está certo.

  20. Há aqui uma gente que gosta tanto dos pretos que dá vontade de perguntar por que razão não gosta nada dos brancos. Chama-se a isto racismo invertido. Leiam os blogues dos brasileiros pretos, angolanos e moçambicanos, e entendam o racismo que nos dedicam.

RESPONDER

Inflação congela pensões superiores a 658 euros. Só pensões mais baixas vão receber aumento de 10 euros

No próximo ano, as pensões mais baixas deverão receber um aumento extraordinário de 10 euros. As demais pensões ficarão congeladas em 2021. De acordo com o ECO, quando a média do crescimento real do PIB, nos …

Espanha. Governo de Aznar suspeito de adjudicações irregulares de 600 milhões de euros

As autoridades espanholas estão a investigar alegadas irregularidades em 23 adjudicações de obras públicas de cinco ministérios do último mandato de José María Aznar, ex-primeiro-ministro de Espanha, de 600 milhões de euros. Segundo noticiou esta segunda-feira …

Anthony Fauci prevê "explosão" de casos nos EUA após Dia de Ação de Graças

O epidemiologista norte-americano Anthony Fauci alertou este domingo para um forte aumento do número de contaminações por covid-19, após o feriado de Ação de Graças, marcado pelo movimento de milhões de pessoas em todo o …

Irão diz que cientista nuclear foi assassinado remotamente por Israel

O Irão despediu-se hoje, com um funeral digno dos maiores "mártires" do país, do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que segundo um responsável iraniano foi assassinado remotamente por Israel com recurso a "aparelhos eletrónicos". Mohsen Fakhrizadeh, que segundo …

Trump insiste em rejeitar vitória de Biden. Bolsonaro diz que tem "informações" sobre "fraude"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse este domingo que não desiste da rejeição da vitória do Presidente eleito Joe Biden, um democrata, insistindo nas acusações de suposta “fraude” eleitoral, apesar de os tribunais terem desvalorizado …

Lei da eutanásia pode ficar pronta em dezembro e seguir para Marcelo antes das presidenciais

A lei da eutanásia deverá estar concluída, na especialidade, em dezembro, podendo ser aprovada este ano e enviada para decisão do Presidente antes das eleições presidenciais de janeiro, disseram à Lusa fontes parlamentares. À Lusa, a …

90% dos docentes têm medo de serem infetados. Diretores das escolas ponderam abandonar o cargo

Nove em cada dez professores estão preocupados ou têm medo de estar nas escolas por considerarem que estão a ser ignoradas regras que garantem higienização e distanciamento correto em tempo de pandemia, revela um inquérito …

Rui Pinto fala em "tortura psicológica na prisão" (e critica António Costa)

O alegado pirata informático Rui Pinto criticou este domingo o primeiro-ministro António Costa no Twitter, acusando-o de desvalorizar “as questões de Estado de direito” . Numa mensagem publicada no Twitter, Rui Pinto acusou António Costa de …

Polónia avisa que mecanismo de condicionalidade pode ser usado contra Portugal

O Governo polaco avisou esta segunda-feira que o mecanismo de condicionalidade do pacote financeiro europeu, que vincula a distribuição de fundos ao Estado de Direito, poderia também ser usado no futuro contra Portugal, Espanha ou …

Apesar do apelo das autoridades, centenas de pessoas saíram à rua para fazer a festa em Guimarães

Foram muitos os nicolinos que se juntaram, na manhã deste domingo, no Centro Histórico de Guimarães. O típico cortejo do Pinheiro deveria ter-se realizado ontem à noite mas devido às restrições aplicadas no âmbito do …