Um em cada três casos de demência pode ser evitado (sem recorrer a medicamentos)

Um em cada três casos de demência pode ser evitado as pessoas cuidarem da saúde do cérebro ao longo da vida. Estima-se que 47 milhões de pessoas sofram desta doença no mundo e a expectativa é de que os casos cheguem a 131 milhões em 2050.

“Apesar de a demência ser diagnosticada mais tarde na vida, as mudanças no cérebro geralmente começam a ocorrer vários anos antes“, disse o autor principal do estudo, Gill Livingston, da University College London, acrescentando que “tomar medidas mais cedo irá melhorar bastante a vida de pessoas com demência e dos seus familiares, transformando o futuro da sociedade”.

O estudo, publicado no jornal científico The Lancet, combina o trabalho de 24 especialistas internacionais e revela que o estilo de vida de cada indivíduo tem um papel importante no risco de demência.

De acordo com o relatório da Comissão para a Prevenção e Cuidados da Demência da Lancet, os factores que contribuem para o risco de demência são: a perda de audição na meia-idade (9%), a não conclusão do ensino médio (8%), fumar (5%), a depressão (4%), o sedentarismo (3%), o isolamento social (2%), a obesidade e a diabetes (1%).

Esses factores de risco são evitáveis e representam 35% do total. Os outros 65% dos riscos de demência vêm de factores que não podem ser controlados pelo indivíduo.

O estudo examinou os benefícios de se construir uma “reserva cognitiva”, ou seja, fortalecer a rede neurológica no cérebro para que continue a funcionar bem na terceira idade. O aprendizagem contínua, por exemplo, estimula o desenvolvimento dessas redes, e é por isso que especialistas identificaram a a não conclusão do ensino médio como um dos maiores factores de risco.

Outro factor de risco é a perda de audição na meia idade, porque impede os indivíduos de fazerem parte de um ambiente cognitivamente rico, levando ao isolamento social e à depressão.

Uma das principais conclusões da investigação é que o que faz bem ao coração também faz bem ao cérebro. Não fumar, fazer exercício, manter o peso saudável, cuidar da pressão arterial e da diabetes pode reduzir o risco de demência da mesma forma que reduz o de doenças cardiovasculares e cancro.

Os especialistas não tinham dados suficientes para incluir factores de alimentação ou consumo de álcool nos cálculos, mas acreditam que ambos também sejam importantes.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Há cada vez mais cidades chinesas com cortes de energia — e isso poderá ter consequências globais

Embora o problema já se tenha começado a sentir em julho, na última semana deixou de atingir apenas as zonas industriais para se estender aos bairros residenciais. População foi desaconselhada a não usar dispositivos com …

Barack Obama: "Taxem os ricos, como eu," para financiar proposta de Biden

Apelo está relacionado com a aprovação de um grande plano legislativo proposto por Joe Biden e que deverá ser negociado nas duas câmaras do Congresso norte-americano ao longo das próximas semanas. Numa semana decisiva da governação …

As origens dos antigos Etruscos foram finalmente reveladas

Vestígios de ADN encerraram, finalmente, o debate sobre a origem dos Etruscos,  uma antiga civilização cujos restos mortais foram encontrados em Itália. De acordo com quase dois mil anos de dados genómicos, recolhidos de 12 locais …

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …