Um terço dos trabalhadores vai ganhar o salário mínimo

António Costa leva esta quarta-feira à concertação social uma proposta de aumento do Salário Mínimo Nacional de 505 para 530 euros já em 2016, mas os patrões querem que a subida seja ligada a indicadores económicos.

Se a proposta de António Costa for aprovada, mais de meio milhão de trabalhadores, 1/3 dos trabalhadores por conta de outrem, vai passar a ganhar o Salário Mínimo Nacional.

Segundo o DN, os sindicatos consideram a proposta insuficiente, enquanto as confederações empresariais pedem sobretudo prudência e contrapartidas do estado que compensem o aumento de custos que a medida provoca.

Os patrões defendem também que os patamares de aumento tenham em conta indicadores como o crescimento da economia, a produtividade e a inflação.

“Estamos disponíveis para discutir valores indicativos de actualização do salário mínimo para os próximos anos, mas não para transformar esses valores em metas de cumprimento obrigatório”, referiu João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio, citado pelo DN.

O presidente da CIP, António Saraiva, defende por seu turno que a medida devia prever uma subida mais modesta, inferior aos 530 euros.

A proposta do governo prevê uma subida do SMN para 530 euros em 2016 e aumentos progressivos nos anos seguintes, de forma a chegar 600 euros em 2019.

Estes valores são próximos dos defendidos no caderno reivindicativo de Carlos Silva, secretário-geral da UGT, mas para a CGTP é uma subida insuficiente.

“Continuamos a achar que é insuficiente”, diz Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP, “deve haver margem para encontrar uma solução”.

A CGTP quer que o SMN chegue aos 600 euros já em 2016.

Segundo o Observatório sobre Crises e Alternativas do Centro de Estudos Sociais, uma subida do SMN para 530 euros terá um impacto de apenas 0,65% na massa salarial das empresas.

O impacto será de 2,87% no caso de um aumento para 600 euros.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Gostava de saber quanto ganhava o Rei dos patrões na Lisnave. Tenham vergonha e imitem a UE nos salários mínimos que já é tempo. Só sabem imitar os altos rendimentos, mordomias e corrupção? Ou só se lembram de palavras ajuda, solidariedade, igualdade etc quando cobram impostos ou no Natal com caridade às carradas com popotas leopoldinas bancos alimentares etc etc. Interessa haver pobreza para alimentar a corja dos hipermercados com estas campanhas e as tias que as promovem, para depois virem dizer que brincam aos pobrezinhos e que comer carne é luxo para o pobre……………………………

  2. Tudo dito Raúl só somos bons no que é mau já quando passamos do escudo para o euro os ordenados foram convertidos sem aumentos mas de resto para o consumidor tudo aumentou praticamente para o dobro e quem ganhou ?
    Gostava de ver aqui muitos empresários que hoje em dia se queixam responder o que fizeram ao dinheiro que nem contavam antes da mudança e algum com vendas de produtos que ainda tinham comprado ao preço do escudo tendo ainda mais lucro que ganharam nessa altura.
    Sim sem dúvida interessa haver pobreza para muitos ficarem cada vez mais ricos….

RESPONDER

Nakajima recusa-se a treinar com a equipa portista

O avançado japonês recusa-se a treinar com o restante plantel portista, tendo invocado os problemas de saúde da mulher, e está naturalmente de fora do jogo desta quarta-feira com o Famalicão. Esta terça-feira, na conferência de …

Tribunais retomam atividade. Juízes recusam fazer julgamentos em salas sem condições

Os tribunais retomam hoje a realização de diligências presenciais, mas dirigentes do setor anteveem que o regresso à atividade normal será assimétrico e progressivo, sendo em alguns casos difícil assegurar totalmente as medidas de segurança …

Espanha sem mortes pelo segundo dia consecutivo. Há 41 mil profissionais de saúde infetados

Espanha registou esta terça-feira o segundo dia consecutivo sem mortes associadas à covid-19, mantendo-se o total 27.127 de óbitos desde o início da pandemia, anunciaram as autoridades de saúde. O ministério da Saúde de Espanha informou …

Petição pela "anulação imediata" do Avante já conta com mais de 16 mil assinaturas

Uma petição online para a "anulação imediata" da Festa do Avante!, a festa anual organizada pelo PCP, conta já com mais de 16 mil assinaturas. Às 10:30 desta quarta-feira, a petição, disponível no portal Petição Pública, …

Venda de Wendel ao Everton sofre revés. Nápoles e Nice entram em jogo

A licença de trabalho pode deitar por terra uma eventual transferência de Wendel para o Everton. O Nápoles é o favorito na corrida à sua contratação, mas o Nice também está atento. As negociações entre o …

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …