/

Um morto e três desaparecidos em naufrágio ao largo de Espinho

Tiago Petinga / Lusa

Uma pessoa morreu, três estão desaparecidas e uma foi resgatada com vida na sequência do naufrágio de hoje ao largo de Espinho, distrito de Aveiro, disse à Lusa José Festas, da Associação Pro-Maior Segurança dos Homens do Mar.

De acordo com José Festas, a embarcação “mestre Silva”, que naufragou esta segunda-feira em Espinho, tinha cinco tripulantes, sendo que um deles morreu, outro foi resgatado com vida e três continuam desaparecidos.

A embarcação da Póvoa de Varzim saiu para a faina na noite de domingo, e pelas 9 horas da manhã desta segunda-feira, a bóia do barco emitiu um sinal de alerta, apurou o Jornal de Notícias. De imediato foram iniciadas as operações de busca e salvamento, que ainda prosseguem ao largo de Esmoriz.

“Estariam certamente na faina e o incidente poderá estar relacionado com o mau tempo, mas ainda não temos confirmação”, revelou fonte da Polícia Marítima em declarações ao diário, adiantando que, para resgate dos tripulantes, “estão a ser efetuadas buscas com embarcações do Instituto de Socorros a Náufragos” e com “um avião e um helicóptero da Força Aérea”.

“O helicóptero da Força Aérea detetou uma pessoa à superfície que depois se confirmou ser o mestre da embarcação que foi recolhido com vida”, revelou o porta-voz da Marinha à TSF, notando que há “a lamentar a recolha de um tripulante sem vida” e “três tripulantes desaparecidos”.

O capitão do porto da Póvoa de Varzim, Marques Coelho, garantiu também à TSF que o barco, com 12 metros, “cumpre os requisitos de segurança” e “faz as inspecções anuais”.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.