Um asteróide passou a rasar a Terra (e só se soube no último instante)

(dr) Detlev van Ravenswaay

Um asteróide de 35 metros passou invulgarmente perto da Terra, e foi detectado pelos cientistas apenas no último momento.

A 27 de agosto, astrónomos do Centro de Planetas Menores (MPC) da União Astronómica Internacional, uma instituição norte-americana encarregada de compilar observações de asteróides e cometas, descobriram um asteróide a que chamaram 2016 QA2,

Segundo o Science Alert, este asteróide, que tem entre 16 e 42 metros de largura, chegou ao seu ponto mais perto da Terra no dia seguinte à sua detecção, a 28 de agosto.

Nessa data, o asteróide esteve a apenas 0,22 distâncias lunares da superfície do nosso planeta, aproximadamente 85 mil quilómetros.

Ou seja, o asteróide passou a cerca de um quinto da distância da Terra à Lua, que é de 384.403 quilómetros.

Uma distância de cerca de 100 mil quilómetros é considerada segura pelos cientistas, mas outro aspecto chama a atenção: como é que um objeto celeste relativamente grande e tão próximo esteve quase a escapar da vista dos astrónomos?

A NASA estima que mais de 90% dos Near-Earth Objects (os “objetos próximos da Terra”) com diâmetro superior a um quilómetro tenham sido descobertos.

No entanto, até agora, terão sido detectados apenas 30% dos NEO com 160 metros, e 1% dos NEO de 30 metros de diâmetro.

Estas rochas espaciais são demasiado pequenas para serem detectadas a não ser quando se encontram a uma distância suficientemente perto, mas suficientemente grandes para causar danos em caso de impacto.

Segundo explica o Gizmodo, o 2016 QA2 tem uma órbita elíptica incomum, que cruza as regiões planetárias de Mercúrio, Vénus e Marte, pouco visível a partir da Terra.

Gizmodo / NASA

A órbita elíptica do asteróide 2016 QA2

Em suma, a Terra viveu para ver mais um nascer do Sol, e disse adeus a mais uma rocha espacial.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

NASA revela que há água na Lua

A NASA revelou, esta segunda-feira, que foi encontrada água em forma de gelo numa superfície da Lua. Os investigadores apontam ainda para a possibilidade de existirem múltiplos depósitos subterrâneos na Lua onde esteja armazenada água …

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …