/

UE deve proibir venda de carros a gasóleo e gasolina a partir de 2035

A Comissão do Meio Ambiente do Parlamento Europeu aprovou, nesta semana, uma proposta que prevê a proibição da venda de carros novos a gasóleo e a gasolina nos países membros da União Europeia a partir de 2035.

Esta medida significa reduzir em cinco anos a meta que, inicialmente, estava prevista para 2040. O objetivo é terminar com a comercialização de veículos movidos a combustíveis fósseis.

A proposta foi aprovada por 46 votos a favor, 40 contra e duas abstenções, integrando o pacote global de medidas da Comissão do Meio Ambiente do Parlamento Europeu com vista à redução da emissão de gases poluentes. O objectivo é ter zero emissões em todos os sectores em 2050.

O tema é controverso, pois afectará de forma decisiva a indústria automóvel, um sector económico de peso na realidade de vários países europeus.

A meta é que em 2030, 55% dos carros novos comercializados sejam totalmente “limpos” em termos de emissões de CO2. Em 2035, todos os carros vendidos devem ter zero emissões.

O Parlamento Europeu vai votar a proposta nos próximos meses e depois caberá aos legisladores e aos países da UE negociar a forma de aplicação das eventuais regras aprovadas.

“Com os padrões de CO2, criamos clareza para a indústria automobilística e estimulamos a inovação e os investimentos para os fabricantes de automóveis”, refere o eurodeputado holandês Jan Huitema, o principal responsável pela proposta, conforme declarações citadas pela Euronews.

Jan Huitema nota que a aprovação destas medidas também vai tornar os veículos eléctricos mais baratos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE