UE vai proibir cotonetes, palhinhas e copos de plástico a partir de 2021

A União Europeia (UE) chegou a um acordo para a futura proibição a partir de 2021 de alguns plásticos de utilização única como cotonetes, copos, palhinhas e talheres de plástico, para reduzir a poluição marítima.

“O lixo marítimo é um problema global cada vez maior”, segundo um comunicado do Conselho de Ministros do Ambiente da UE, que esta terça-feira à noite chegou a um acordo com o Parlamento Europeu sobre a restrição do uso de plásticos.

As medidas aprovadas incluem a proibição de vários artigos de plástico de utilização única, incluindo pratos, talheres, recipientes de alimentos de esferovite e copos para bebidas. Mas também vão obrigar os fabricantes a pagarem pela gestão dos resíduos e pela limpeza de artigos de plástico descartáveis, o que inclui beatas de cigarros e artes de pesca.

Se nada for feito, em 2050 haverá mais plásticos do que peixes no mar, segundo este documento.

O acordo alcançado esta quarta-feira necessita ainda de ser formalmente ratificado pelos Estados-membros e pelo Parlamento Europeu (PE), esperando-se que o processo esteja concluído até à Primavera de 2019 e possa entrar em vigor em 2021.

A proposta apresentada pela Comissão Europeia em Maio passado prevê a proibição de categorias de produtos que representam 70% dos detritos que poluem oceanos e praias.

Em Outubro, o PE aprovou a proposta de Bruxelas, estipulando que em relação a outros produtos de plástico de utilização única, os Estados-membros devem tomar as medidas necessárias para obter uma redução ambiciosa e sustentada de pelo menos 25% até 2025.

Nesta categoria incluem-se caixas para hambúrgueres, sanduíches e saladas, bem como recipientes para frutos, legumes, sobremesas ou gelados.

Os 28 terão ainda de assegurar a recolha selectiva e a subsequente reciclagem de pelo menos 90% das garrafas de plástico descartáveis até 2025.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois habituem-se a expressões deste género “a UE vai proibir”, “a UE vai obrigar”, a “UE vai supervisionar”, “a UE ameaça”…. Começou com uma União económica, passando por uma União política, agora com a União de um exército Europeu anunciado por Macron, e rumo aos “Estados Unidos da Europa” com um governo central em Bruxelas. Só falta eliminar a soberania, a identidade cultural e qualquer sentimento nacionalista dos países membros, o que será concretizado com a diluição da população nativa com migrantes do terceiro mundo nas correntes de migração em massa que se avizinham após o recentemente assinado “Pacto para a migração” (ou “pacto para o suicídio colectivo”) das Nações Unidas, onde se prevê a entrada de mais de 50 milhões de migrantes (África, Médio Oriente e Ásia) na próxima década. A única esperança é a UE desmoronar com a saída de mais países e podermos ser um país normal que decide o seu destino.

    PS: Concordo com a política de reduzir os plásticos, embora quem mais polua o mar com plásticos são países subdesenvolvidos ou com pouca ética ambiental como Índia e China. Só me indigna ouvir “A UE vai probir”. Não tem nada que proibir nem deixar de proibir!

    • Subscrevo todas as suas palavras. Um comentário com cabeça, corpo e membros.
      Acrescento que os Estados da Europa pouco ou praticamente nada contribuem para a poluição dos mares, a percentagem deve ser abaixo de 1% a nível mundial.
      Os países subdesenvolvidos africanos, mais uns poucos asiáticos é que estão a destruir o oceano com as suas faltas de políticas contra a poluição. Esta política não vai em nada resolver o problema.

  2. Porquê só em 2021???
    Pelo menos 2020.. era mais que suficiente para quem vive disso arranjar alternativas.
    (se bem que palhinhas podiam simplesmente deixar de existir!)

    Enfim..

  3. Mais umas taxas. Eis o objectivo da conversa da treta dos plasticos e CO2. A poluicao com plasticos no mar vem da Asia onde nao têm a higiene da Europa

  4. A poluição por via dos plásticos, está em todo o lado… provavelmente começa na casa de muitos de nós, que não realizamos a separação seletiva de resíduos…

RESPONDER

Ana Gomes teme que processos BES e Operação Marquês acabem como o dos submarinos

A candidata presidencial Ana Gomes disse ontem temer que processos como os do BES e da Operação Marquês terminem como o dos submarinos, em que considerou que se "trabalhou para a prescrição". Na conversa online que …

Recuperação só em 2022, disse Vestager. Leão quer aprovação rápida dos planos para a UE

A vice-presidente executiva da Comissão Europeia, Margrethe Vestager, afirmou que a recuperação europeia só será "sentida como tal" em 2022, mas que no outono já poderão ser visíveis alguns sinais, caso a vacinação contra a …

Marcelo aprova novas medidas e anuncia reunião com especialistas para discutir situação das escolas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou esta terça-feira o decreto do Governo que altera a regulamentação do estado de emergência devido à pandemia de covid-19 e anunciou uma reunião com especialistas na …

Jerónimo na campanha de João Ferreira para homenagear os que "se levantaram contra o fascismo"

O candidato presidencial comunista contou com a presença do secretário-geral do PCP, esta segunda-feira, na Marinha Grande, que destacou a importância de lutar contra os atuais "traços de regressão democrática". Durante uma ação na Escola Secundária …

Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Waldschmidt infetados

Os futebolistas do Benfica Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Luca Waldschmidt são os mais recentes casos positivos ao novo coronavírus no plantel do Benfica, informou esta terça-feira o clube da Luz. “O Sport Lisboa e …

Hospital de Portalegre abre inquérito a morte de doente que esteve 3 horas em ambulância

O hospital de Portalegre vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um octogenário, na noite de segunda-feira, na área dedicada aos doentes respiratórios, depois de estar quase três horas numa ambulância, …

"Não somos heróis". Há quartéis que podem fechar se não houver vacinas para os bombeiros

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), Fernando Curto, disse que se o número de bombeiros infetados com covid-19 continuar a este ritmo muitos quartéis podem ter de encerrar. "As carrinhas de transporte de …

Mayan ouve lesados da pandemia e diz que "limitações têm de vir acompanhadas do cheque"

Tiago Mayan Gonçalves ouviu as lamentações de uma série de empresários algarvios afetados pela pandemia. O candidato aponta o dedo ao Governo, argumentando que "limitações severas têm de vir acompanhadas do cheque". Esta segunda-feira, Tiago Mayan …

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

Hospitais do Centro no limite. Em Lisboa, vão abrir dois hospitais de campanha

Várias unidades hospitalares têm dado conta nos últimos dias de uma situação de rutura nos serviços, devido à pressão de doentes internados com covid-19. Pela primeira vez, este domingo, os óbitos associados à covid-19 no Centro …