UE ameaça sancionar EUA: exige que levantem levantem “tarifas injustificadas” a produtos europeus

european_parliament / Flickr

Comissário europeu do Comércio, Phil Hogan

A União Europeia ameaçou que fará “uso pleno dos seus próprios direitos de sanção” se os Estados Unidos não “levantarem imediatamente” as “tarifas injustificadas” a produtos europeus.

A Comissão Europeia ameaçou, esta sexta-feira, que a União Europeia (UE) fará “uso pleno dos seus próprios direitos de sanção” se os Estados Unidos não “levantarem imediatamente” as “tarifas injustificadas” a produtos europeus, nomeadamente em altura de crise.

“As tarifas injustificadas sobre os produtos europeus não são aceitáveis e (…) insistimos que os Estados Unidos devem levantá-las imediatamente”, sublinhou o comissário europeu do Comércio, Phil Hogan.

Numa alusão à disputa comercial entre Washington e Bruxelas criada por ajudas públicas à aviação norte-americana (Boeing) e europeia (Airbus), o responsável assinala que “a UE fez propostas específicas para alcançar um resultado negociado relativamente às disputas transatlânticas a longo prazo sobre (apoios) às aeronaves civis”, continuando ainda “aberta a trabalhar com os Estados Unidos para acordar um resultado justo e equilibrado, bem como sobre disciplinas futuras para subsídios no setor aeronáutico”.

E ameaça: “Na ausência de um acordo, a UE estará pronta a fazer uso pleno dos seus próprios direitos de sanção”.

Em outubro passado, a Organização Mundial do Comércio (OMC) decidiu a favor dos Estados Unidos e autorizou o país a aplicar tarifas adicionais de 7,5 mil milhões de dólares (quase sete mil milhões de euros) a produtos europeus, em retaliação pelas ajudas da UE à fabricante francesa de aeronaves, a Airbus. Esta foi a sanção mais pesada alguma vez imposta por aquela organização.

Com esta permissão, estão em causa taxas aduaneiras de 10% na aeronáutica e de 25% na agricultura na UE. O que Bruxelas ameaça agora fazer é adotar medidas semelhantes quando tiver “luz verde’ da OMC, já que Washington também foi considerado culpado por apoiar a Boeing, uma decisão que deverá ser conhecida nas próximas semanas.

“A OMC emitirá em breve a sua decisão de arbitragem no caso paralelo da UE contra os Estados Unidos sobre determinados subsídios ilegais à Boeing”, recorda Phil Hogan nesta declaração hoje publicada.

No documento, a UE dá também conta de que os governos de França e Espanha concordaram em alterar os moldes do financiamento público à Airbus para desenvolvimento do avião A350, visando assim cumprir as regras da OMC nestes subsídios à fabricante.

Para Bruxelas, “isto elimina qualquer fundamento para os Estados Unidos manterem as suas contramedidas sobre as exportações da UE e constitui um forte argumento a favor de uma rápida resolução do litígio a longo prazo”.

O comércio transatlântico de bens e serviços entre a UE e os Estados Unidos equivale a mais de três mil milhões de dólares por dia (quase o mesmo em euros).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Iniciativa Liberal apoia recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto

A Iniciativa Liberal vai apoiar a recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto nas próximas eleições autárquicas, considerando “inquestionável a mudança e o desenvolvimento” da cidade desde que o independente assumiu a presidência do …

Comissária europeia diz que variante Delta “diminui” proteção da vacina

A comissária europeia para a Saúde disse esta terça-feira que estão a surgir provas que demonstram que a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 “diminui a força do escudo protetor” criado pelas vacinas, instando à aceleração …

DGS diz que demora de conclusões sobre eventos-piloto não é por erro técnico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) rejeitou, esta terça-feira, que tenha havido erro técnico no tratamento de dados dos eventos-piloto da Cultura, ocorridos em abril e maio, mas admitiu que o processo está demorado. Numa declaração enviada …

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …

Cardiologista do Tottenham admite ponto final na carreira de Eriksen

O cardiologista do Tottenham, Sanjay Sharma, admite um ponto final na carreira de Christian Eriksen, que caiu inanimado no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do …

ARS Norte conta avançar com recuperação de consultas em atraso ainda este mês

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte conta avançar durante este mês com o programa especial de incentivos financeiros para recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários (CSP), propondo-se recuperar metade da …

Cristiano Ronaldo no Euro 2020

"Rei do Euro". Ronaldo fez história na Hungria (e ainda vai durar "mais uns 3 aninhos")

Cristiano Ronaldo marcou dois dos golos de Portugal na vitória frente à Hungria por 3-0, na estreia da Selecção no Euro 2020, e tornou-se no melhor marcador de sempre dos Campeonatos Europeus de futebol. Aos …