Twitter proíbe publicidade política a partir de 22 de novembro

Tom Raftery

A rede social Twitter vai proibir todo o tipo de publicidade política, anunciou o diretor executivo da empresa, Jack Dorsey, esta quarta-feira.

A decisão entrará em vigor no dia 22 de novembro e vai ser aplicada globalmente a todos os anúncios sobre questões políticas, incluindo eleições.

O anúncio foi feito na conta do Twitter de Dorsey. “Nós acreditamos que o alcance das mensagens políticas deve ser conquistado, não comprado”, pode ler-se.

https://twitter.com/jack/status/1189634360472829952

O Twitter já havia implementado regras e restrições para publicidade política, mas concluiu que não eram suficientes. “Precisamos de mais regulamentação de anúncios políticos voltada para o futuro. Os requisitos de transparência de anúncios são um progresso, mas não o suficiente”, escreveu o diretor executivo da empresa na publicação.

“A Internet oferece recursos totalmente novos, e os reguladores precisam de pensar para além dos dias atuais para garantir condições equitativas”, acrescentou.

Jack Dorsey explicou ainda as motivações que levaram a esta decisão, com comentários no seu próprio tweet, dizendo que, inicialmente, a empresa ponderou proibir apenas os anúncios de candidatos, mas considerou que não seria justo, optando por banir toda a publicidade referente a política.

“Não se trata de liberdade de expressão”, acrescentou. “Trata-se de pagar pelo alcance. E pagar para aumentar o alcance do discurso político tem ramificações significativas com as quais a infraestrutura democrática de hoje pode não estar preparada para lidar. Vale a pena dar um passo atrás”.

O diretor da campanha para a reeleição de Trump, Brad Parscale, classificou a medida do Twitter como “uma tentativa de silenciar conservadores” e “uma decisão muito idiota” para os acionistas da empresa. “O Twitter também vai impedir anúncios de meios de comunicação liberais tendenciosos, que agora não serão verificados ao comprarem conteúdo político óbvio, destinado a atacar republicanos?”, questionou-se, em comunicado. Reforçando a ideia de que a medida visa “silenciar conservadores”, Parscale lembra que “o Presidente Trump tem o programa online mais sofisticado alguma vez conhecido”.

Já o vice-diretor de comunicações da campanha de Biden, Bill Russo, saudou a medida. “Saudamos que o Twitter reconheça que não deve permitir que difamações refutadas, como as da campanha de Trump, apareçam em anúncios na sua plataforma”, disse, num comunicado citado pela Reuters.

A proibição agora anunciada será aplicada a tempo das eleições antecipadas no Reino Unido, recorda o jornal britânico The Guardian.

Facebook não segue os passos do Twitter

As empresas de redes sociais, incluindo o Facebook, enfrentam uma pressão crescente para deixarem de veicular anúncios que espalham informações falsas, capazes de influenciar o resultado de eleições.

B!T

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook

O Facebook comprometeu-se a desenvolver esforços para lidar com a desinformação depois de se ter apurado que a propaganda russa na sua plataforma afetou o resultado das presidenciais norte-americanas de 2016, ganhas por Trump.

No entanto, o Facebook tomou a decisão de não verificar os anúncios de políticos. O CEO, Mark Zuckerberg, defendeu a política da empresa, dizendo que não pretendiam sufocar o discurso político.

De acordo com o semanário Expresso, estas declarações provocaram críticas de candidatos à nomeação democrata para as eleições do próximo ano, como o ex-vice-Presidente Joe Biden e a senadora Elizabeth Warren, os dois mais bem posicionados para conseguirem a nomeação.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

EMA aprova terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu luz verde, esta segunda-feira, à administração da terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos. Em comunicado, a agência refere que os dados apontam que uma …

Câmara do Porto aprova sistema de videovigilância no centro histórico

Esta segunda-feira, na reunião do Executivo portuense, foi aprovado, com o voto contra da CDU e do BE, o protocolo a celebrar com a PSP para implementação da videovigilância na Baixa do Porto. O presidente da …

Conselho das Finanças Públicas alerta para riscos na TAP e falta de orçamentação para Novo Banco

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alertou esta segunda-feira, numa análise à proposta do Governo para o Orçamento do Estado de 2022 (OE2022), para a possibilidade de se injetar mais dinheiro na TAP e no …

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho

Novo Banco apresenta nova imagem. "Agora é o renascimento", diz Ramalho

O presidente do Novo Banco disse, esta segunda-feira, que a nova imagem representa o "renascimento" da instituição financeira, que está numa "rota de lucro e rendibilidade". Na apresentação da nova imagem de marca do Novo Banco, …

Governo disponível para suspender caducidade de convenções coletivas "sem limite de tempo"

O Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", disse, esta segunda-feira, no Parlamento a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A medida foi …

PEV também vota contra o Orçamento do Estado para 2022

O partido ecologista "Os Verdes" (PEV) anunciou, esta segunda-feira, que também vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022. Em conferência de imprensa, na Assembleia da República, José Luís Ferreira disse que "o grupo parlamentar …

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …

PCP duvida do "golpe de asa" do Governo. BE estranha a sua "indisponibilidade"

O Partido Comunista anunciou, esta segunda-feira, que vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) na generalidade, juntando-se ao Bloco de Esquerda. "Não acredito em bruxas (...). Nunca faltámos à chamada e procurámos sempre …