Duas décadas depois, o turismo espacial está finalmente pronto para o lançamento

Duas décadas após a ida de Dennis Tito ao Espaço, o turismo espacial está agora pronto para se tornar mais comum. Virgin Galactic, Blue Origin e SpaceX estão na linha da frente.

Para a maioria das pessoas, chegar às estrelas nada mais é do que um sonho. Em 28 de abril de 2001, Dennis Tito atingiu esse objetivo de vida — mas ele não era um típico astronauta. Tito, um empresário rico, pagou 20 milhões de dólares por um lugar numa nave russa Soyuz para ser o primeiro turista a visitar a Estação Espacial Internacional.

Apenas sete pessoas seguiram o exemplo nos 20 anos que passaram desde então, mas este número deve dobrar nos próximos 12 meses.

A NASA hesita, há muito tempo, em receber turistas espaciais e a Rússia tem sido a única opção disponível para quem procura este tipo de aventura extrema. No entanto, parece que o surgimento de empresas espaciais privadas tornará, para as pessoas comuns, mais fácil vivenciar o Espaço.

Com empresas como a SpaceX e a Blue Origin à espera de construir um futuro para a humanidade no Espaço, o turismo espacial é uma forma de demonstrar ao público em geral a segurança e a fiabilidade das viagens espaciais.

O desenvolvimento do turismo espacial

Voos para o Espaço como os de Dennis Tito são caros por um motivo. Um foguetão tem de queimar muito combustível caro para viajar alto e rápido o suficiente para entrar na órbita da Terra.

Outra possibilidade mais acessível será um lançamento suborbital, com o foguetão a voar alto o suficiente para alcançar a borda do espaço e voltar logo para baixo. Numa viagem suborbital, os passageiros sentem leveza e continuam a ter vistas incríveis.

A dificuldade e o custo de qualquer uma das opções significam que, tradicionalmente, apenas os Estados-nação foram capazes de explorar o Espaço. Isto começou a mudar na década de 1990, quando uma série de empreendedores entrou na arena espacial.

Três empresas lideradas por CEOs bilionários surgiram como os principais jogadores: Virgin Galactic, Blue Origin e SpaceX. Embora nenhum tenha levado clientes particulares para o espaço, todos antecipam isso num futuro muito próximo.

Perspetivas para o futuro

Agora, a SpaceX é a única opção para quem deseja ir ao espaço e orbitar a Terra. Atualmente, tem dois lançamentos turísticos planeados: o primeiro está programado para setembro de 2021, financiado pelo empresário bilionário Jared Isaacman; o outro, previsto para 2022, está a ser organizado pela Axiom Space.

Estas viagens serão caras, custando 55 milhões de dólares para o voo e uma estadia na Estação Espacial Internacional. O alto custo levou alguns a alertar que o turismo espacial — e o acesso privado ao Espaço de forma mais ampla — pode reforçar a desigualdade entre ricos e pobres.

As viagens suborbitais da Blue Origin e da Virgin Galactic têm um custo muito mais razoável, com preços entre 200 mil e 250 mil dólares. A Blue Origin parece ser a mais próxima de permitir clientes a bordo, dizendo, após um lançamento recente, que as missões tripuladas aconteceriam “em breve”.

A Virgin Galactic continua a testar a SpaceShipTwo, mas nenhum calendário específico foi anunciado para voos turísticos.

Embora estes preços sejam altos, vale a pena considerar que a passagem de 20 milhões de dólares de Dennis Tito em 2001 poderia pagar 100 voos na Blue Origin em breve. A experiência de ver a Terra do Espaço, entretanto, pode ser inestimável para uma nova geração de exploradores espaciais.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo se baseia num princípio errado… É que a ISS não está no Espaço. A ISS está a uns míseros 400 km da superfície terrestre! O Espaço verdadeiramente só começa para lá de 2 mil km!! Até lá tudo ainda pertence ao planeta terra! Se o senhor que gastou a fortuna pensa que esteve perto das estrelas… bem pode dizer que foi enganado, porque estrela mais próxima fica a 150 milhões de km! Milhares de pessoas já foram ao espaço e pagaram muito menos. Eu por exemplo já fui ao espaço duas vezes, paguei cerca de 150 euros!! É claro que não fui até 400 km… Só fui a 12 km!! Mas a diferença para não é assim tanta comparando com os milhões a que estão as estrelas. Quem quiser estar perto das estrelas… É ir às noite dos Óscares… Lá encontra muitas estrelas… (cadentes…)

RESPONDER

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco. Portugal não está em condições de …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …