E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema norte-americano.

Adaptado do romance com o mesmo nome de Margaret Mitchell, vencedora do prémio Pulitzer, Gone with the Wind (o título original) tem cerca de quatro horas de duração, mas apesar de muitos o considerarem uma “seca”, a verdade é que as quatro horas de E Tudo o Vento Levou são uma autêntica odisseia que nos espera, cheia de reviravoltas e contratempos tão característicos de uma época que marcou a história norte-americana.

A conturbada vida de Scarlett O’Hara durante a longa Guerra Civil Americana, no cinema interpretada por Vivian Leigh, recebeu várias nomeações aos Óscares, conseguindo sair vitoriosa em dez categorias, incluindo o primeiro prémio de sempre para uma mulher afro-americana, a atriz Hattie McDaniel, que venceu na categoria de Melhor Atriz Secundária.

Aclamada e imortalizado não só pelas suas lendárias atuações, E Tudo o Vento Levou é também o retrato de uma sociedade e tempos de mudança. Uma sociedade que viu o amanhecer de um novo dia e que se apercebeu que a noite que viviam já não poderia regressar, entrando então em conflito consigo mesma, com os outros e com o próprio virar da página.

A mulher forte e independente

A personagem de Vivian Leigh, Scarlett O’Hara, é, até hoje, uma das personagens mais emblemáticas do cinema. A heroína problemática a quem o mundo parece virar costas, leva consigo vários ensinamentos e é tida como um dos símbolos do feminismo. Forte, independente, determinada e rebelde, Scarlett era tudo o que uma mulher na década de 30 não deveria ser.

No início da obra, Scarlett é frívola e totalmente consumida por questões triviais, afundada na sua própria ilusão do mundo que a rodeia e protegida pela família em que se insere. Porém, quando a guerra bate à porta e a mudança é lhe atirada como uma obrigação, Scarlett demonstra a capacidade adaptação e uma grande sede de sobrevivência, assumindo um papel de liderança e de forte caráter.

Até mesmo no amor, Scarlett parece negligenciar os seus parceiros e apesar de aparentemente nunca se apaixonar por quem lhe queria verdadeiro bem, a jovem vê em Rhett Butler (Clark Gable) a sua salvação. Apesar dos quinze anos que separam ambas as personagens, a relação desenvolve-se após dois casamentos falhados de Scarlett (mais uma prova da sua rutura com as tradições), em parte porque Rhett admirava a herança da jovem, tal como ela admirava o charme de Butler.

O filme com maior bilheteira de sempre

Quando ajustado à inflação, E Tudo o Vento Levou é o filme mais lucrativo da história do cinema. Tendo em conta que atualmente os preços dos bilhetes de cinema são mais altos do que alguma vez foram, em 1939 a história era outra e o filme de Victor Fleming levou milhões às salas de cinema.

Com mil e 800 milhões de dólares de bilheteira, segundo o Box Office Mojo, E Tudo o Vento Levou seria o filme mais rentável da história do cinema. Porém, sem ser feito o ajuste dos valores à inflação, o filme conquistou uma bilheteira de 200 milhões de dólares, bilheteira comparável à do primeiro filme de Toy Story, por exemplo.

“Frankly, my dear, I don’t give a damn” 

É a última frase do filme. Em português “Francamente, minha querida, eu não quero saber“, ficou marcada na história e é, até hoje, uma das frases mais memoráveis do cinema.

A polémica ter-se-á dado devido à palavra “damn” que apesar de hoje estar totalmente banalizada, era considerada vocabulário calão e não era bem visto quando representado no grande ecrã.

Em 2005, o American Film Institute elegeu a frase como a mais emblemática da história do cinema. Polémicas à parte, o final de E Tudo o Vento Levou é certamente memorável. Oitenta anos depois, a obra de Victor Fleming continua a ser um dos filmes mais lembrados e um dos mais premiados de sempre.

PARTILHAR

RESPONDER

Uma inexplicável explosão de ondas gravitacionais atingiu a Terra (e atordoou os astrónomos)

Uma equipa de investigadores detetou uma misteriosa explosão de ondas gravitacionais, cuja natureza deixou os astrónomos totalmente perplexos. O fenómeno foi registado a 14 de janeiro deste ano pelo Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferómetro Laser …

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …