“Tsunami cerebral” no momento da morte pode ser reversível

(dr) UTSWIM

À esquerda, um cérebro vivo. À direita, o cérebro, sem fluxo sanguíneo, depois da morte

Pela primeira vez, cientistas conseguiram observar os “tsunamis cerebrais” que acontecem no cérebro no exacto momento em que a morte se torna irreversível, analisando o fenómeno em pacientes terminais enquanto morriam no hospital. Afinal, irreversível pode ser uma ideia muito relativa.

Talvez nunca possamos de facto vir a saber o que realmente acontece na hora da nossa morte, mas um grupo de cientistas da Universidade Charitée, em Berlim, em conjunto com uma equipa da Universidade de Cincinnati, nos EUA, realizou um estudo pioneiro sobre o tema, monitorizando o sistema nervoso e o cérebro de pacientes terminais no momento da sua morte.

A pesquisa, liderada pelo cientista alemão Jens Dreier e publicada em janeiro na revista Annals of Neurology, foi realizada com a autorização das famílias dos pacientes – tipicamente vítimas de acidentes de viação, AVCs ou paragens cardíacas, sem qualquer hipótese de sobrevivência.

O objectivo da pesquisa não era apenas o de compreender o funcionamento cerebral na hora da morte, mas também salvar vidas no futuro. Tratou-se do primeiro estudo a documentar literalmente a sequência de eventos cerebrais durante a morte.

A equipa de investigadores ptretendia obter mais detalhes sobre o que acontece com o cérebro humano, ainda um completo enigma. Para isso, à medida que o paciente terminal piorava, os cientistas vigiavam a sua actividade neurológica, com dezenas de eléctrodos.

De forma geral, os neurónios funcionam com iões carregados electricamente, o que cria desequilíbrios eléctricos entre eles e o seu ambiente. É isso que permite os pequenos choques, ou sinais eléctricos, que são transmitidos pelas sinapses. A manutenção desse sistema em equilíbrio torna-se mais difícil à medida que a morte se aproxima.

Para se alimentar, as células “bebem” oxigénio e energia química da corrente sanguínea. Quando o corpo morre e o fluxo de sangue que chega ao cérebro é interrompido, os neurónios – privados de oxigênio – tentam uma das suas últimas saídas: acumular os recursos que sobraram, explicam os autores do estudo.

O que sabíamos até agora sobre a morte cerebral era baseada em pesquisas com animais. Ainda que a nova pesquisa revele que a morte dos nossos cérebros seja semelhante à morte nos animais, o cérebro humano naturalmente traz especificidades e complexidades peculiares – e incríveis.

Uma das descobertas do estudo é o esforço enorme que os neurónios realizam para tentarem manter-se vivos – e, perante a falta de oxigénio e energia química causada pela ausência de fluxo sanguíneo, os neurónios silenciam-se, para acumularem e salvarem os recursos que lhes restam.

A energia é então utilizada não para enviar sinais, como normalmente acontece, mas para manter as cargas eléctricas internas, mantendo o cérebro “vivo” à espera de um novo fluxo sanguíneo – que infelizmente não virá. Este fenómeno incrível foi baptizado de “depressão não dispersa”, pois acontece no cérebro como um todo.

Em seguida, no entanto, o inevitável: a libertação dessa energia térmica, conhecida como “despolarização da difusão” ou “tsunami cerebral”, que leva à destruição das células. À medida que os níveis de oxigénio caiam nos pacientes monitorados, caíam também os níveis de actividade cerebral.

É então que a morte chega.

“A despolarização expansiva marca o início das mudanças celulares tóxicas que eventualmente levam à morte, mas não é o ponto chave da morte por si só. Essa despolarização é reversível até certo ponto, se o suprimento de energia for restaurado”, diz Jens Dreier.

Estes resultados parecem assim apontar que a morte cerebral pode ser reversível. Mas, como diz Dreier, a morte é um fenómeno complexo para o qual não há respostas fáceis.

PARTILHAR

RESPONDER

PGR de Angola admite emitir mandado de captura de Isabel dos Santos

No seguimento das revelações do Luanda Leaks, o procurador-geral de Angola, Hélder Pitta Grós, admite emitir um mandado de captura de Isabel dos Santos. A empresária fala de uma campanha "puramente política". O procurador-geral de Angola …

Wolves quer juntar Nélson Oliveira à armada portuguesa

O Wolves está em negociações com o AEK para a contratação do internacional português Nélson Oliveira. O jogador tem estado em destaque ao serviço do emblema helénico. O Wolverhampton está interessado na contratação do ponta-de-lança português …

Cientistas desvendaram alguns dos segredos do icónico "Ídolo de Pachacamac"

Investigadores revelaram novos detalhes sobre o Ídolo de Pachacamac, uma estátua icónica da arqueologia antiga peruana. O Ídolo de Pachacamac é uma estátua de madeira que se acredita representar um dos principais deuses da cultura Inca. …

Novas tabelas de IRS para 2020. Salários até 659 euros isentos de retenção na fonte

As novas tabelas de retenção na fonte a aplicar aos salários em 2020 foram publicadas esta terça-feira em Diário da República. Houve uma atualização das tabelas em 0,3%, mas o Governo desceu o montante da …

Paulo Pedroso deixou de ser militante do PS antes das eleições

O ex-ministro e antigo porta-voz do PS, Paulo Pedroso, disse esta segunda-feira à agência Lusa que deixou de ser militante do Partido Socialista antes das eleições legislativas de outubro, sem querer avançar as razões da …

Descoberto o aparelho digestivo fossilizado mais antigo já conhecido

Cientistas descobriram fósseis com 550 milhões de anos, no deserto do Nevada, nos Estados Unidos, que podem ter os aparelhos digestivos mais antigos já conhecidos. Entre cerca de 580 e 540 milhões de anos atrás, no …

Dois fetos encontrados sem vida em Espinho

Dois fetos foram encontrados esta segunda-feira sem vida em Espinho, adiantaram fontes da PSP à agência Lusa. Uma fonte da PSP de Aveiro avançou ter recebido às 12:22 um alerta para a existência de um …

Infarmed recomenda suspensão de medicamento devido a risco de cancro de pele

O Infarmed recomendou aos profissionais de saúde que deixem de prescrever Picato, um tratamento cutâneo de queratose atínica não-hiperqueratósica e não-hipertrófica, e aos doentes que não o usem. O gel, cuja substância ativa é o mebutato …

Três mísseis caem junto a embaixada dos EUA em Bagdade

Três projéteis caíram na noite de segunda-feira na designada '"zona verde" da capital iraquiana, perto da embaixada dos EUA, indicaram à AFP fontes dos serviços de segurança, que não mencionaram a existência de vítimas. A informação …

Estudo sugere que modernização reduz importância da religião na felicidade das pessoas

Em países mais desenvolvidos e em que há uma maior perceção de liberdade, a religião desempenha um papel menos importante na felicidade das pessoas. Um novo estudo sugere que em países em que a felicidade das …