Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por “Estrela da Morte”, avaliada em mil milhões de dólares.

Enquanto se desenrolam as primárias democratas para escolher o candidato que vai defrontar Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas este ano, o diretor de campanha do presidente dos Estados Unidos vai dando uso a uma máquina de desinformação avaliada em mil milhões de dólares.

Num extenso artigo publicado esta semana no The Atlantic oferece algumas luzes daquela que é chamada de “Estrela da Morte”, numa clara referência à estação espacial bélica da saga cinematográfica de ficção científica Star Wars.

Esta máquina é oleada por Brad Parscale, o consultor digital e assessor político que foi o diretor de redes sociais de campanha presidencial responsável pela nomeação de Trump em 2016. Quatros anos depois, Parscale assume novamente a responsabilidade de reeleger Donald Trump por mais um mandato.

Neste artigo é explicado, de forma exaustiva, como é que Trump e Parscale recorrem à Internet Research Agency, uma empresa russa envolvida em operações de influência online em nome de interesses políticos e comerciais. O objetivo é, de acordo com o Raw Story, fazer uma lavagem cerebral a milhões de pessoas nas redes sociais através de propaganda personalizada e direcionada.

McKay Coppins, o autor do artigo, classifica esta estratégia como “a mais extensa campanha de desinformação da história dos Estados Unidos da América”.

E como é que a esta máquina trabalha? Recolhendo cerca de 3 mil indicadores sobre todos os votantes do país e ajustando anúncios específicos para estas pessoas nas redes sociais. Gostos, interesses, cor preferida e hobbies são apenas alguns dos dados recolhidos nesta mega-campanha.

A ideia passa por destruir a imprensa tradicional, apostando na propagação de desinformação nas redes sociais. Até fora de campanha, durante o seu primeiro mandato, Trump fez 16.241 afirmações falsas ou enganosas nos seus primeiros três anos na Casa Branca, de acordo com um levantamento de fact-checking feito pelo The Washington Post. Além disso, só em 2018, o chefe de Estado americano disse 15 mentiras por dia.

Se em 2016, com menos recursos, a campanha resultou na perfeição, imagine-se o que não conseguirá fazer com um mil milhão de dólares em 2020. Donald Trump saiu ainda recentemente revigorado de um processo falhado de impeachment, que mantém o seu nome no caminho necessário para a reeleição.

ZAP //

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. Bloomberg gastar aproximadamente 1M de dolares por dia em anuncios no facebook desde janeiro, ou seja, +/-31M contra +/- 6m de Trump já não é desinformação nem influencia online. Tenho pena das “ovelhas” que não veem os dois lados.

    • Não vás ao médico não…
      A clubite politica está a toldar-te os pensamentos…
      O trampas é a maior aberração que o mundo já viu, é um burro de todo o tamanho que só levou empresas à falência, teve sorte em ter o pai que teve de resto é um monte de esterco!
      Como pessoa não vale um chavo!
      E eu acho piada é tipos como tu meterem as mãos no fogo por anormais como esse animal.

      • Cara Ana Isabel, Não nascemos na mesma estrebaria nem andamos juntos na escola por isso, agradeço o respeito. Relativamente a clubite, não sei quem sofre mais porque quem não ter argumentos parte para o insulto. Primeiro cultive-se depois opine com fatos. Relativamente a medico, já é considerado doença o Trump Derrangement Syndrome, será que não sofre disso?

        • Hermes, os cães ladram e a caravana passa… Não se incomode com ignorâncias. Grande parte sofre do TDS, ficam logo todos empoladinhos, a partir para a ofensa. É a educação que receberam em casa… ou não…
          Com pessoas assim é muito díficil conseguirem olhar para os dois lados da moeda imparcialmente.

        • Adoro pessoal que cegamente defende energumenos sem qualquer tipo reserva.
          Sabes, o culto da personalidade nunca deu muito bom resultado…
          Pois de facto não nascemos mesmo, eu pelo menos não nasci, já tu com muita certeza deves ter nascido!
          Tinhas de comer muita papinha para chegar aos mesmo calcanhares, quer seja em cultura ou inteligência.
          Faz um favor ao mundo e tira essas palas dos olhinhos que não te dão amplitude de visão, quais óculos de Alcanena!

          • Cara Ana Isabel, Mais uma vez continua no insulto e mais uma vez fatos, zero!. Numa nota pessoal, sim assumo a minha douta ignorância e por esse motivo estou sempre disposto a aprender, não me fixo a dogmas. Se a senhora já é sábia ainda bem para si, mas ninguém sabe tudo sobre uma coisa, alias quanto mais sabe acerca de um tópico, mais constata a sua falta de conhecimento sobre o mesmo.
            Voltando ao texto eu não defendo nem critico a política da pessoa, mas sim constato a hipocrisia de que um lado é mau e o outro nem se fala, por isso a minha amplitude de visão se calhar é maior que a sua.
            Eu não tenho problema se de ser chamado de burro, porque é um animal extremamente inteligente, mas também muito teimoso e obstinado principalmente se tiver razão, sei porque cresci com um em casa que utilizava para trabalhar com o meu avô.

          • Os outros que lá estavam e babam de ódio o Trump ter ganho democraticamente é que são bons não é Ana? Deves andar mesmo muito mal informada, ou babar ódio também. Leia, cultive-se e dps pense bem no que diz. Passe bem.

      • Ana Isabel o Trump foi tão à falência que tem 4 biliões de dólares o que é muito mais do que o que o pai tinha e muito mais do que você alguma vez há-de ter.
        A inveja mata

    • «Bloomberg gastar aproximadamente 1M de dolares por dia em anuncios no facebook desde janeiro, ou seja, +/-31M contra +/- 6m de Trump já não é desinformação…»

      Não. Não é. O montante gasto (como é óbvio) não constitui, por si só, desinformação.

      Desinformação (já agora), é o que senhor acaba de tentar fazer, nessa sua tentativa pateta de associar montantes gastos em publicidade, a desinformação.

      Para o ajudar a cultivar-se, o que diz a wikipédia sobre «desinformação»: Desinformação é a utilização das técnicas de comunicação e informação para induzir a erro ou dar uma falsa imagem da realidade, mediante a supressão ou ocultação de informações, minimização da sua importância ou modificação do seu sentido. Tem como objetivo influenciar a opinião pública de maneira a proteger interesses privados.

      Se ler com atenção, a definição de «desinformação» é o espelho fiel do seu ídolo, Donald Trump. Um provado e comprovado mentiroso que só faz o que faz, COMO faz, porque conta com uma base de apoio de fanáticos.

      Ele (Donald Trump) já disse, numa das suas tristemente famosas tiradas, que mesmo que fosse apanhado a atingir alguém a tiro em plena 5ª Avenida, não seria preso. Eu, infelizmente, acredito nele.

      • Caro AT, finalmente um comentário com argumentação válida e sem insultos.
        Primeiro, o Trump não é o meu ídolo nem nunca será.
        Se o trump é desinformação então o que é o Bloomberg? Como deve saber ele é dono da CNN e da MSNBC que em termos de notícias já lá vai o tempo que eram fiáveis. Uma última campanha de “desinformação” foi os covington kids que a CNN pagou uma pequena fortuna para não ir a tribunal.
        Relativamente à tirada de matar alguém a tiro na 5ª avenida e não seria preso, concordo consigo, ele infelizmente não seria preso, tal como não foi o Bush, ainda estamos à espera das armas de destruição massiva e foi uma campanha de desinformação passada muito pela CNN e FOX, ou os clintons com benghazi e haiti.
        No caso da Hilary eu também desistia, senão quase de certeza “suicidava-me” como os outros da lista (mais recente Epstein).

        • Hermes, por alguma razão é que existe o termo “Clinton Body Count”.
          O caso SETH RICH, quando aprofundarem bem a investigação e for tornada pública, aí sim vamos ver quem faz parte do esgoto que o Trump disse que ia drenar.
          As coisas são bem mais profundas e macabras do que na realidade se consegue ver. O ódio ao Trump é porque ele vai ser quem vai fazer justiça contra essa gente corrupta. Vejam quantos “sealed indictements” foram feitos e que estão por abrir, desde que Trump subiu ao poder. Nunca houve um número tão alto em toda a história dos EUA.

      • Para si, só tenho esta resposta: PROJECT VERITAS CNN.
        Se tiver coragem, faça uma busca por esses termos, ou procure a página do Project Veritas e veja o que lá está dito pelos próprios jornalistas da CNN.

    • Hermes só mesmo um burro para apoiar um idiota. A conspiração de esquerda, que está aí pela calada a redistribuir riqueza pelo povo de facto é o pior problema dos nossos dias. Está tão forte e faz tudo tão pela calada que ninguém a sente. Já a nação mais bélica e influente do nosso planeta ser governada pelo político com o QI mais baixo da história da humanidade, isso já é ótimo. Este Trump é tão burro que nem conseguiria argumentar aqui com o Zé bêbado do café da esquina e tu a defende-lo ainda acabas por ser mais.

  2. tenho cá p/mim q este energúmeno vai ser reeleito, infelizmente. até porque não tem adversários com qualidade e carisma suficientes.

RESPONDER

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …