/

Trump luta para manter sob sigilo documentos sobre ataque ao Capitólio (e avança para tribunal)

7

Stefani Reynolds / EPA

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Donald Trump processou a comissão do Congresso responsável pela investigação do ataque ao Capitólio, alegando que fez um pedido ilegal dos seus registos da Casa Branca.

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump entrou com uma ação em tribunal para bloquear a divulgação de documentos da Casa Branca relacionados com o ataque de 6 de janeiro ao Capitólio – que este foi acusado de estimular.

No processo apresentado no Tribunal Distrital de Columbia, adianta o Público, Donald Trump afirma que os materiais procurados pela comissão de inquérito da Câmara dos Representantes estão abrangidos por uma doutrina jurídica.

O antigo Presidente invocou o “direito executivo” de manter certas informações sob sigilo, para evitar que ex-assessores forneçam provas ao Congresso, numa escalada dos esforços do magnata republicano para bloquear o trabalho dos investigadores.

A impugnação deve resultar numa luta prolongada nos tribunais, que testará a autoridade constitucional do Congresso para investigar o Executivo.

Milhares de apoiantes de Trump invadiram o Capitólio há nove meses, numa tentativa de reverter a vitória eleitoral de Joe Biden. O ato teve lugar após um discurso inflamado de Trump com alegações de fraude eleitoral.

Os investigadores do Congresso procuram depoimentos de funcionários que possam explicar o que Trump sabia sobre o ataque e o que fez enquanto o mesmo acontecia. Desde o fim de agosto que o Arquivo Nacional envia a Biden e Trump documentos volumosos exigidos pelos investigadores, dando aos mesmos 30 dias para rever o material.

O Supremo Tribunal determinou que o Presidente do país pode manter alguns documentos e conversas confidenciais, a fim de permitir diálogos mais francos com os seus assessores. No entanto, nenhum tribunal se pronunciou sobre uma extensão desse privilégio a ex-presidentes.

Por enquanto, o atual Presidente, Joe Biden, tem a palavra final sobre o assunto, e já permitiu a divulgação de um primeiro lote de documentos, apesar das objeções do seu antecessor.

Embora pareça provável que Trump perca o processo, a tentativa pode atrasar a divulgação dos arquivos por meses ou anos, ameaçando adiar o relatório sobre o ataque para datas que tenham maior impacto eleitoral.

  ZAP // Lusa

7 Comments

  1. Alguem me explica esta teoria da conspiração da CNN?
    “documentos da Casa Branca relacionados com o ataque”
    Foi a casa branca a mandar fazer ataques e ninguém sabe?

    • Defenitivamente a leitura e a interpretação não é o forte dos negacionistas terra-planistas… já a imaginação…
      CNN onde?
      Esta notícia é da Reuters.

      Mas eu explico: não o foi a Casa Branca; foi o Trump quem incitou a manada aos ataques enquanto estava na Casa Branca!

        • A sério?!
          As crenças toldam mesmo o raciocínio…

          Não consigo colocar links, mas quem terá disto isto: “We are going to the Capitol’ ou ‘If you don’t fight like hell you’re not going to have a country anymore’??

            • Tu queres “música”…
              É??!
              Onde e quando algum presidente democrata disse algo parecido – e, em cima da contagem dos votos??
              Ainda por cima, sabendo o Trump que tem/tinha uma manada de retardados com pouca inteligência e dificuldade de entender a realidade, prontos a fazer estragos – ou até a matar ou a morrer; como aconteceu?!
              Pois….

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE