Trump lança imposto sobre bens mexicanos para pagar muro na fronteira

O Presidente dos Estados Unidos planeia financiar a construção do muro na fronteira com o México, impondo um imposto de 20% sobre todos os bens provenientes daquele país.

O financiamento para a construção do muro na fronteira está a provocar uma grande tensão entre os dois países. Na quinta-feira, o Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, chegou mesmo a cancelar a sua visita a Washington, prevista para a próxima terça-feira.

De acordo com o porta-voz de Donald Trump, a ideia é que o muro seja pago através de um imposto de 20% sobre todos os produtos mexicanos.

“Ao fazer isto, conseguimos recolher 10 mil milhões de dólares por ano e facilmente pagar o muro”, disse Sean Spicer, a bordo do avião presidencial Air Force One.

O porta-voz não entrou em detalhes sobre como o imposto iria funcionar ou quando poderá ser implementado. Segundo estimativas dos líderes republicanos no Congresso, o muro poderá custar entre 12 mil milhões e 15 mil milhões de dólares.

Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros do México, Luis Videgaray, que já estava em Washington a preparar a visita de Peña Nieto, considerou esta questão do muro inaceitável.

“Há assuntos que são [inaceitáveis] por uma questão de dignidade, que não têm que ver com as exportações ou com a economia, mas com o coração e o orgulho dos mexicanos”, sublinhou o chefe da diplomacia mexicana.

Apesar do cancelamento do encontro entre os dois líderes e da “desilusão” e “estranheza” relativamente ao anúncio de Trump sobre a construção do muro, o ministro mostrou-se confiante na retoma de reuniões de alto nível com a Administração norte-americana nas “próximas semanas”.

“Reiteramos a vontade indeclinável do Governo do México de manter uma comunicação estreita ao mais alto nível com a Administração dos Estados Unidos. Vamos continuar a negociar e a alcançar bons acordos“, afirmou.

Questionado sobre este possível imposto, Videgaray acredita que o que vai acontecer é que o muro fronteiriço vai acabar por ser pago pelos próprios consumidores americanos.

“Um imposto às importações de produtos mexicanos por parte Estados Unidos não é forma de fazer com que o México pague o muro, mas antes o consumidor norte-americano, que vai passar a pagar mais pelos abacates, máquinas de lavar roupa ou televisões”, afirmou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Travar margens nos combustíveis pode acabar por prejudicar os consumidores (e até fechar bombas)

A proposta de lei do Governo aprovada, na semana passada, para a limitação das margens das petrolíferas nos preços dos combustíveis pode acabar por travar a concorrência e até levar ao encerramento de bombas de …

"Nunca se pode tirar Messi" (mas há um gesto que pode explicar a sua substituição)

A substituição de Messi, e a forma como reagiu, no jogo entre o Paris Saint-Germain e o Lyon da Liga francesa, continua a dar que falar. E agora avança-se a possibilidade de o craque argentino …

Médicos querem que norma de isolamento tenha em conta a atual taxa de vacinação

Com o regresso às aulas, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a elevada taxa de vacinação. O ano letivo arrancou …

Com Moedas como alvo e Temido como "guardiã", Medina prometeu um novo futuro para Lisboa

O candidato da coligação PS/Livre à presidência da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, acusou a direita de ambicionar nas autárquicas de domingo “a segunda volta do jogo que perdeu na disputa do poder legislativo”. Fernando Medina …

Descoberto sistema de esgotos intacto construído por romanos há 2.000 anos

Uma equipa de arqueólogos turcos encontrou um sistema de esgotos perfeitamente intacto na antiga cidade de Tripolo no Meandro. A infraestrutura foi construída por romanos. A antiga cidade de Tripoli no Meandro — também conhecida por …

De calculadora em riste, PSD faz contas para evitar um resultado "igual, pior ou muito pouquinho melhor" nas autárquicas

PSD tenta recuperar de duas eleições autárquicas menos conseguidas, agarrando-se aos municípios em que a obra feita pelos autarcas do PS não recebe nota positiva de forma unânime da população ou onde haverá uma transição …

Um Barcelona "de juniores" quebrou um recorde (mas quase perdia em casa)

Domingos Duarte marcou cedo e Granada esteve a ganhar em Camp Nou até perto dos 90 minutos. Equipa muito jovem do Barcelona mas mais uma exibição modesta. Quinta jornada da Liga espanhola de futebol, mais uma …

Galp recusou proposta para salvar empregos em Matosinhos (mas é Costa quem está "no olho do furacão")

O Governo tentou evitar o despedimento colectivo na refinaria da Galp em Matosinhos, desafiando a empresa a pagar uma formação feita "à medida" dos trabalhadores abrangidos. Mas a Galp recusou. Pelo meio, António Costa também …

Análise de ADN revela que japoneses modernos são descendentes de três povos diferentes

O território que hoje dá lugar ao Japão está ocupado desde o período do Paleolítico Superior. Até agora pensava-se que a ancestralidade genética japonesa era dupla, mas uma nova pesquisa vem trazer novos detalhes.  Um novo …

"Engodo dos eleitores". Jerónimo acusa PS de usar aparelho do Estado para conquistar votos

O secretário-geral do PCP acusou o PS de estar a utilizar o aparelho do Estado, nomeadamente a “bazuca europeia”, para conquistar votos nas eleições autárquicas, e exigiu que seja garantida a neutralidade dos órgãos de …