Trump quer restringir entrada de sobreviventes do furacão Dorian

Peter Foley / EPA

O presidente norte-americano, Donald Trump, quer restringir a entrada de sobreviventes do furacão Dorian, alegando que as Bahamas estão cheias de “membros de gangues muito maus”.

Centenas de sobreviventes do furacão Dorian, vindos das Bahamas, tiveram de abandonar um navio humanitário por não terem vistos de entrada nos EUA. Os Serviços Alfandegários e de Proteção de Fronteiras (CBP) não autorizaram que os passageiros desembarcassem em Fort Lauderdale, na Flórida, naquela que foi uma “decisão de última hora”.

“Temos de ter muito cuidado. Toda a gente necessita de documentação apropriada. Não quero deixar entrar nos EUA pessoas que não deviam estar nas Bahamas, incluindo pessoas muito más“, disse Donald Trum, citado pela Rádio Renascença.

Entretanto, Mark Morgan, responsável do CBP, já veio falar a público, alegando que houve uma falha de comunicação em relação à entrada dos sobreviventes. “Vamos aceitar todas as pessoas que, por razões humanitárias, tenham que vir para cá”. No entanto, pessoas com crimes graves no cadastro serão rejeitadas.

Cerca de 4.500 pessoas foram já deslocadas das suas casas nas ilhas Abaco e Grand Bahama, as mais devastadas após a passagem do furacão Dorian pelas Bahamas, divulgaram na segunda-feira as autoridades locais.

Em conferência de impresa, o porta-voz da Agência de Gestão de Emergências das Bahamas (NEMA), Carl Smith, indicou que a maioria teve de se deslocar para Nassau, a capital deste arquipélago das Caraíbas.

O último balanço oficial aponta para 45 mortos, mas o número de vítimas deverá aumentar nos próximos dias, segundo o Comissário da Polícia, Anthony Ferguson. Pelo menos trinta e sete morreram nas ilhas Abaco e oito nas Grand Bahama.

As Nações Unidas calculam que há centenas de desaparecidos e 70 mil pessoas necessitam de ajuda humanitária urgente.

O Dorian, que no último fim de semana deixou mais de 200 mil pessoas sem luz na costa atlântica do Canadá, devastou primeiro o arquipélago das Bahamas, sobre o qual permaneceu por muito tempo, quase imóvel, com chuvas torrenciais.

Segundo o primeiro-ministro do arquipélago, Hubert Minnis, 60% de Marsh Harbour, a principal cidade das Ábaco, ficou destruída.

Os ventos fortes e as águas castanhas e lamacentas destruíram ou danificaram gravemente milhares de casas, incapacitando a atividade de hospitais e deixando muitas pessoas presas em sótãos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …