Trump quer restringir entrada de sobreviventes do furacão Dorian

Peter Foley / EPA

O presidente norte-americano, Donald Trump, quer restringir a entrada de sobreviventes do furacão Dorian, alegando que as Bahamas estão cheias de “membros de gangues muito maus”.

Centenas de sobreviventes do furacão Dorian, vindos das Bahamas, tiveram de abandonar um navio humanitário por não terem vistos de entrada nos EUA. Os Serviços Alfandegários e de Proteção de Fronteiras (CBP) não autorizaram que os passageiros desembarcassem em Fort Lauderdale, na Flórida, naquela que foi uma “decisão de última hora”.

“Temos de ter muito cuidado. Toda a gente necessita de documentação apropriada. Não quero deixar entrar nos EUA pessoas que não deviam estar nas Bahamas, incluindo pessoas muito más“, disse Donald Trum, citado pela Rádio Renascença.

Entretanto, Mark Morgan, responsável do CBP, já veio falar a público, alegando que houve uma falha de comunicação em relação à entrada dos sobreviventes. “Vamos aceitar todas as pessoas que, por razões humanitárias, tenham que vir para cá”. No entanto, pessoas com crimes graves no cadastro serão rejeitadas.

Cerca de 4.500 pessoas foram já deslocadas das suas casas nas ilhas Abaco e Grand Bahama, as mais devastadas após a passagem do furacão Dorian pelas Bahamas, divulgaram na segunda-feira as autoridades locais.

Em conferência de impresa, o porta-voz da Agência de Gestão de Emergências das Bahamas (NEMA), Carl Smith, indicou que a maioria teve de se deslocar para Nassau, a capital deste arquipélago das Caraíbas.

O último balanço oficial aponta para 45 mortos, mas o número de vítimas deverá aumentar nos próximos dias, segundo o Comissário da Polícia, Anthony Ferguson. Pelo menos trinta e sete morreram nas ilhas Abaco e oito nas Grand Bahama.

As Nações Unidas calculam que há centenas de desaparecidos e 70 mil pessoas necessitam de ajuda humanitária urgente.

O Dorian, que no último fim de semana deixou mais de 200 mil pessoas sem luz na costa atlântica do Canadá, devastou primeiro o arquipélago das Bahamas, sobre o qual permaneceu por muito tempo, quase imóvel, com chuvas torrenciais.

Segundo o primeiro-ministro do arquipélago, Hubert Minnis, 60% de Marsh Harbour, a principal cidade das Ábaco, ficou destruída.

Os ventos fortes e as águas castanhas e lamacentas destruíram ou danificaram gravemente milhares de casas, incapacitando a atividade de hospitais e deixando muitas pessoas presas em sótãos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Défice está a agravar-se. Medidas contra a pandemia custaram 660 milhões ao OE

O défice orçamental em abril agravou-se em 341 milhões de euros, quando comparado com o mesmo mês do ano passado. Os impactos da pandemia de covid-19 já se estão a fazer sentir. De acordo com os …

Equipas da I Liga vão poder fazer cinco substituições até ao final da época

As equipas da I Liga vão poder fazer cinco substituições e ter nove jogadores suplentes nos restantes encontros da edição 2019/20, anunciou a Liga de clubes. "No remanescente da época desportiva 2019/20, os clubes devem designar …

António Costa avisa TAP. Plano de rotas "não tem credibilidade"

O primeiro-ministro considera que a Comissão Executiva da TAP tem o dever legal de "gestão prudente" e "não tem credibilidade" um plano de rotas sem prévia informação sobre a estratégia de reabertura de fronteiras de …

Acordo iminente entre FC Porto e PSG por Alex Telles. Dragões encaixam 25 milhões

O desportivo A Bola garante esta quarta-feira que está praticamente alcançado o acordo para a para a transferência de Alex Telles do FC Porto para o PSG. De acordo com o jornal, o negócio que levará …

Líder do CDS não descarta coligações com o Chega (nem apoio a Marcelo nas Presidenciais)

Francisco Rodrigues dos Santos disse, esta quarta-feira, que os "partidos à direita do PS" devem ter as mesmas ferramentas que a geringonça. Por esse motivo, não descarta coligações com o Chega. Numa entrevista à TSF, o …

Sem contrato com Estado, CP só tem dinheiro até junho

A CP - Comboios de Portugal enfrenta dificuldades de liquidez, não só por causa do impacto económico da pandemia, mas também porque o Estado ainda não pagou a respetiva compensação anual pelo serviço público prestado. De …

Encontradas ruínas de uma cidade chinesa construída há 5.300 anos

As ruínas de uma antiga cidade chinesa com 5.300 anos foram encontradas por uma equipa de investigadores. A descoberta revela um planeamento urbano sem precedentes. Uma equipa de investigadores encontrou as ruínas de uma antiga cidade …

Twitter coloca alerta de "verificação de factos" em publicações de Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos rejeitou na terça-feira a interferência do Twitter na "liberdade de expressão" que a rede social exerceu diretamente contra um texto publicado, através do novo processo de verificação de mensagens. "O Twitter …

PSP detém dois polícias suspeitos de integrar grupo criminoso violento

Dois polícias foram detidos numa operação que a PSP está a realizar, esta quarta-feira, em várias zonas do país, em particular em Lisboa e em Setúbal, no âmbito de uma investigação sobre um grupo criminoso …

Queda de 7% do PIB e desemprego nos 10%. As previsões do Governo divulgadas aos partidos

Queda de 7% no PIB, défice de 6,5% e taxa de desemprego a atingir os 10%. Estas são as previsões macroeconómicas do Governo, que continuou esta terça-feira a ronda com os partidos com assento Parlamentar. …