Trump ameaça com novas taxas. China denuncia chantagem e admite retaliar

David Maxwell / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O cenário de guerra comercial entre a China e os Estados Unidos está a intensificar-se e parece cada vez mais inevitável.

Donald Trump ameaçou, esta segunda-feira, impor novas taxas sobre produtos chineses no valor de 200 mil milhões de dólares, cerca de 171 mil milhões de euros. Esta medida irá avançar caso a China “recuse mudar as suas práticas”.

Na semana passada, sob o argumento de que a China tem beneficiado injustamente de um desequilíbrio comercial com os EUA, Trump anunciou a imposição de taxas de 25% sobre produtos chineses no valor de 50 mil milhões de dólares.

A China não gostou e decidiu responder com taxas na mesma ordem de grandeza sobre produtos americanos. Com esta retaliação, respondeu Trump, a China está “a ameaçar as empresas, os trabalhadores e os agricultores americanos que não fizeram nada de errado”.

Agora, segundo o Público, Donald Trump ameaça cobrar ainda mais direitos aduaneiros, com uma taxa adicional de 10% sobre um leque ainda mais vasto de produtos chineses, num valor total de mais de 200 mil milhões de dólares por ano, cerca de 170 mil milhões de euros.

Esta taxa de 10% anunciada pelo Governo dos EUA soma-se assim à taxa de 25% aplicada sobretudo em bens industriais e agrícolas. Agora, esta taxa é alargada a outros produtos como ferramentas, brinquedos ou t-shirts.

Por sua vez, Pequim reagiu, prometendo tomar medidas “quantitativas e qualitativas” contra o que qualifica como “uma pressão extrema” e “chantagem“. “Se os EUA perdem o bom senso e publicam uma lista de produtos visados] a China ver-se-á na obrigação de adotar uma combinação de medidas quantitativas e qualitativas em forma de enérgicas represálias”, indicou o Ministério do Comércio chinês, em comunicado.

Caso a China retalie, o Presidente norte-americano vai agravar ainda mais a cobrança de direitos aduaneiros, aplicando ainda mais taxas para cobrar 200 mil milhões de dólares em cima dos 200 mil milhões que pediu esta segunda-feira para serem identificados.

Embora tenha uma boa relação com Xi Jinping, Presidente chinês, Donald Trump realça, num comunicado emitido esta terça-feira, que a atitude da China é “inaceitável” e que devem ser tomadas medidas “para que a China abra o mercado aos bens dos Estados Unidos e aceite uma relação comercial mais equilibrada”.

Mas Pequim sempre garantiu que não iria assistir de forma impávida, e que irá responder sempre com taxas próprias sobre produtos norte-americanos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Trampa ainda não percebeu que neste caso a China é quem manda e os EUA nunca vão ganhar esta guerra, simplesmente porque tem muito mais a perder do que a China?!
    E ainda há quem diga que ele é bom negociador!…
    Ele até tem razão, mas se os americanos (governo e privados – como Apple’s, etc) puseram tudo nas mãos dos chineses, não vai ser de um dia para o outro que isso vai mudar!…
    Principalmente enquanto não passarem do Made in China, para o Made in USA!
    E o mesmo se aplica à Europa!

RESPONDER

"Portugal tem margem" para ter défice em caso de crise

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, diz que Portugal pode deixar o défice subir em caso de crise, mas avisa que é preciso cuidado para que a despesa não se torne permanente. Numa entrevista …

Rui Rio continua "em ponderação" e não anunciará qualquer decisão na quarta-feira

A Comissão Política Nacional do PSD vai reunir-se na próxima quarta-feira, mas o presidente do partido não falará ainda publicamente sobre o seu futuro político e continua “em ponderação”, disse à Lusa fonte oficial social-democrata. Segundo …

Ministério nega "situação anómala" de alunos ainda sem professores

Milhares de alunos continuam sem professores um mês depois de as aulas terem começado e o Ministério da Educação diz não ter sido informado de qualquer “situação anómala ou de uma falta sistémica de docentes”. Ainda …

Gage Skidmore

John Bolton denunciou pressão sobre a Ucrânia dois meses antes de sair da Casa Branca

John Bolton, o antigo conselheiro de Segurança Nacional norte-americano que saiu do cargo em setembro em confronto com Donald Trump, fez saber aos advogados da Casa Branca, em julho, que estava em curso uma campanha …

Homem que violava e trancava mulher sem comida tinha sido absolvido do mesmo crime

Um homem de 38 anos que ficou em prisão preventiva por suspeitas de crimes de violência doméstica agravada, violação e sequestro agravado contra a companheira, já tinha sido absolvido antes pela prática do mesmo crime …

Portugal é dos países da UE que mais progrediram na igualdade de género

Portugal está a progredir para uma plena igualdade de género mais rapidamente do que a média da União Europeia, revela o Instituto Europeu para a Igualdade de Género, que coloca o país em 16.º posição, …

"Sem água potável e a urinar em latas". Assim vivem os seguranças dos jogadores do Real Madrid

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) de Espanha, um sindicato operário, denuncia as "péssimas condições" laborais dos seguranças que fazem vigilância a alguns jogadores do Real Madrid, nas suas moradias particulares. "Não há 'guaritas' de vigilância …

Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar

O ex-eurodeputado socialista Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar, no executivo de António Costa. A notícia foi avançada pela Antena Um/Açores e confirmada pelo Diário de Notícias.  Doutorado em Biologia pela Universidade …

Ex-presidente da Câmara da Covilhã começa a ser julgado por peculato

O antigo presidente da Câmara da Covilhã e também ex-vice-presidente do partido Aliança começa, esta terça-feira, a ser julgado em Castelo Branco, acusado de peculato e prevaricação. A SIC noticiou no fim-de-semana de 16 e 17 …

Dois anos depois dos fogos, há mais de 200 casas excluídas do processo de reconstrução

Dois anos depois dos incêndios na zona centro do país, mais de 200 casas de primeira habitação continuam excluídas do processo de reconstrução. Apesar de as obras estarem licenciadas, as habitações foram chumbadas pela Comissão de …