Trump ameaça com novas taxas. China denuncia chantagem e admite retaliar

David Maxwell / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O cenário de guerra comercial entre a China e os Estados Unidos está a intensificar-se e parece cada vez mais inevitável.

Donald Trump ameaçou, esta segunda-feira, impor novas taxas sobre produtos chineses no valor de 200 mil milhões de dólares, cerca de 171 mil milhões de euros. Esta medida irá avançar caso a China “recuse mudar as suas práticas”.

Na semana passada, sob o argumento de que a China tem beneficiado injustamente de um desequilíbrio comercial com os EUA, Trump anunciou a imposição de taxas de 25% sobre produtos chineses no valor de 50 mil milhões de dólares.

A China não gostou e decidiu responder com taxas na mesma ordem de grandeza sobre produtos americanos. Com esta retaliação, respondeu Trump, a China está “a ameaçar as empresas, os trabalhadores e os agricultores americanos que não fizeram nada de errado”.

Agora, segundo o Público, Donald Trump ameaça cobrar ainda mais direitos aduaneiros, com uma taxa adicional de 10% sobre um leque ainda mais vasto de produtos chineses, num valor total de mais de 200 mil milhões de dólares por ano, cerca de 170 mil milhões de euros.

Esta taxa de 10% anunciada pelo Governo dos EUA soma-se assim à taxa de 25% aplicada sobretudo em bens industriais e agrícolas. Agora, esta taxa é alargada a outros produtos como ferramentas, brinquedos ou t-shirts.

Por sua vez, Pequim reagiu, prometendo tomar medidas “quantitativas e qualitativas” contra o que qualifica como “uma pressão extrema” e “chantagem“. “Se os EUA perdem o bom senso e publicam uma lista de produtos visados] a China ver-se-á na obrigação de adotar uma combinação de medidas quantitativas e qualitativas em forma de enérgicas represálias”, indicou o Ministério do Comércio chinês, em comunicado.

Caso a China retalie, o Presidente norte-americano vai agravar ainda mais a cobrança de direitos aduaneiros, aplicando ainda mais taxas para cobrar 200 mil milhões de dólares em cima dos 200 mil milhões que pediu esta segunda-feira para serem identificados.

Embora tenha uma boa relação com Xi Jinping, Presidente chinês, Donald Trump realça, num comunicado emitido esta terça-feira, que a atitude da China é “inaceitável” e que devem ser tomadas medidas “para que a China abra o mercado aos bens dos Estados Unidos e aceite uma relação comercial mais equilibrada”.

Mas Pequim sempre garantiu que não iria assistir de forma impávida, e que irá responder sempre com taxas próprias sobre produtos norte-americanos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Trampa ainda não percebeu que neste caso a China é quem manda e os EUA nunca vão ganhar esta guerra, simplesmente porque tem muito mais a perder do que a China?!
    E ainda há quem diga que ele é bom negociador!…
    Ele até tem razão, mas se os americanos (governo e privados – como Apple’s, etc) puseram tudo nas mãos dos chineses, não vai ser de um dia para o outro que isso vai mudar!…
    Principalmente enquanto não passarem do Made in China, para o Made in USA!
    E o mesmo se aplica à Europa!

RESPONDER

Genoma do tubarão branco revela razões para resistência a doenças e longevidade

Uma equipa internacional de cientistas descodificou o genoma do tubarão branco, descobrindo razões para o sucesso evolutivo de um predador que está no topo da cadeia alimentar e que resiste a doenças e ferimentos. A equipa …

Morreu o cientista que tornou popular o termo “aquecimento global”

O cientista que fez soar os primeiros alarmes sobre as alterações climáticas e tornou popular o termo "aquecimento global", Wallace Smith Broecker, morreu aos 87 anos, foi anunciado esta terça-feira. O antigo professor e investigador da …

Descoberta super-Terra a apenas oito anos-luz do Sistema Solar

Uma equipa internacional de investigadores, em colaboração com o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), no Porto, descobriu uma nova super-Terra, a "apenas" oito anos-luz de distância do Sistema Solar.  Segundo o IA, o …

Homem que assassinou uma mulher em 1993 foi detido graças a um guardanapo

O empresário Jerry Westrom foi preso e acusado de esfaquear uma mulher em Minneapolis em 1993, graças a um site de genealogia e um guardanapo que deitou fora depois de limpar a boca. O corpo de …

México vai converter ilha-prisão num centro educativo e cultural

O estabelecimento prisional foi construído em 1905 e vai ser encerrado por decreto presidencial, para dar lugar ao centro cultural Muros de Água Jose Revueltas. Dos 600 presos, 200 vão ser libertados. A prisão existente numa …

Depois de defender o Brexit, o homem mais rico do Reino Unido muda-se para o Mónaco

Jim Ratcliffe, o homem mais rico do Reino Unido e fundador da multinacional de produtos químicos Ineos, vai mudar-se para o Mónaco juntamente com dois dos seus principais executivos para poupar até 4,6 mil milhões …

Surto de sarampo nas Filipinas escala para 8.400 casos e 130 mortos

O surto de sarampo continua a agravar-se nas Filipinas, com 8.443 casos confirmados desde o início do ano e 136 mortes causadas pela doença, na maioria crianças menores de cinco anos, indicaram as autoridades. De acordo …

Estado deixa de apoiar compra de carros elétricos acima de 60 mil euros

O Estado vai deixar de apoiar a compra de carros elétricos com um preço superior a 60 mil euros. Esta alteração vai constar nas novas regras de incentivos à introdução no consumo de veículos de baixas …

Bolsas do IEFP para estagiários com mestrado e doutoramento vão aumentar

O programa Estágios Profissionais vai ser alterado com o objetivo de dar uma resposta mais célere às empresas, prevendo-se ainda um aumento do valor das bolsas para estagiários com mestrado e doutoramento, de acordo com …

Filipe Santos volta a fazer história ao bater recorde do Mundo de natação adaptada

Filipe Santos voltou a fazer história. O nadador algarvio bateu o recorde do Mundo na prova dos 25 metros mariposa, na Classe SM21 - Síndrome de Down, durante o Campeonato de Inverno de Natação Adaptada. …