Trump chega a acordo com os democratas sobre orçamento para evitar “shutdown”

Erik S. Lesser / EPA

O Presidente norte-americano anunciou, esta segunda-feira, ter chegado a acordo com a oposição democrata quanto ao orçamento, evitando assim a perspetiva de paralisação (“shutdown”) da administração federal até às próximas Presidenciais.

“Estou feliz por anunciar que chegámos a acordo (…) quanto a um orçamento para os próximos dois anos e o teto da dívida”, anunciou no Twitter Donald Trump, sublinhando “um verdadeiro compromisso”.

O acordo, que foi também anunciado num comunicado pela presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e pelo líder do Partido Democrata no Senado americano, Chuck Schumer, vai permitir ao Governo continuar a pagar as suas contas até às eleições do próximo ano e beneficia dos ganhos orçamentais conseguidos para o Pentágono e agências do país.

Pelosi e Schumer afirmaram que o acordo vai “reforçar a segurança nacional e investe nas prioridades da classe média que possibilitam mais saúde, segurança financeira e bem-estar ao povo americano“.

Ambos reclamam crédito pelo aumento de mais de 100 mil milhões de dólares (891 mil milhões de euros) destinados às prioridades internas desde que Trump assumiu o cargo.

O acordo apresenta em linhas largas uma despesa de 1,37 mil milhões de dólares (1,22 mil milhões de euros) no próximo ano e um pouco mais em 2021, o que significaria uma vitória para os legisladores que anseiam pôr Washington num caminho mais previsível, num cenário de turbulência e polarização políticas.

Os “falcões” da Defesa procuram consolidar o aumento das despesas militares enquanto os Democratas procuram proteger os programas domésticos.

Ninguém pode na realidade reivindicar uma grande vitória — embora o tenham feito —, mas os dois lados preferem o acordo a uma batalha prolongada neste outono que provavelmente não terminaria de forma muito diferente.

O acordo acontece numa altura em que o défice orçamental aumentou para um trilião de dólares (891 mil milhões de euros) — o que significa que o Governo tem de pedir emprestado um quarto de cada dólar gasto — apesar da economia próspera e das três rondas de propostas orçamentais de Trump, que tentou destruir os programas que Pelosi agora defendeu com sucesso.

O documento ignora igualmente os avisos sobre a insustentabilidade do défice e da dívida, que comprometem o futuro orçamental do país.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"50 sombras" da Idade Média. Páginas censuradas de um livro francês encontradas nos EUA

As páginas de um romance medieval foram descobertas nos arquivos da Diocese de Worcester, no estado norte-americano de Massachusetts.  Investigadores descobriram uma versão perdida de um romance medieval, que contém cenas eróticas. O poema francês - …

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …