Tribunal da UE decide que Bruxelas pode obrigar Estados a receber refugiados

O Tribunal de Justiça da União Europeia (UE) rejeitou, esta quarta-feira, na sua totalidade, os recursos interpostos pela Eslováquia e pela Hungria contra as quotas de acolhimento de refugiados fixadas em 2015 pelo Conselho Europeu.

Num acórdão hoje divulgado, o tribunal considera que o Conselho não estava obrigado a aprovar a decisão por unanimidade, um dos argumentos apresentados no recurso.

Por outro lado, o tribunal defende que as alterações efetuadas à proposta inicial do Conselho, nomeadamente a que retira a Hungria da lista dos Estados-membros beneficiários do mecanismo de recolocação e qualificando este país como de recolocação, foram aprovadas pelo Colégio de Comissários, no qual a Eslováquia e a Hungria estão representadas.

O Tribunal de Justiça da UE considera ainda que o mecanismo de recolocação de refugiados contestado pelos dois países contribuiu efetivamente para a Itália e a Grécia fazerem face ao fluxo massivo de migrantes.

No acórdão, os dois países são ainda condenados a pagar as suas custas e as do Conselho da UE.

Em resposta à crise migratória que atingiu a Europa durante o verão de 2015, o Conselho da União Europeia adotou uma decisão que prevê a recolocação, a partir da Itália e da Grécia e ao longo de um período de dois anos, de 120 mil pessoas que tenham manifestamente necessidade de proteção internacional, nos restantes Estados-membros.

A decisão foi adotada com os votos contra da Eslováquia, Hungria, República Checa e Roménia.

Os objetivos do programa de recolocação, que termina no final deste mês, continuam, no entanto, longe de serem alcançados, com menos de 28 mil pessoas retiradas da Grécia e Itália.

Entretanto, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, tinha enviado na terça-feira uma carta ao primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, pedindo-lhe que cumpra as suas obrigações em matéria de crise migratória e apelando à solidariedade europeia.

A carta responde ao pedido de Budapeste de reembolso de 400 milhões de euros, metade do que alega ter gasto a proteger a fronteira externa da UE, incluindo a construção de uma vedação.

A solidariedade é válida nos dois sentidos. Há momentos em que os Estados-membros podem esperar receber um apoio e outros em que, em troca, devem estar prontos para contribuir”, escreveu Juncker.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Brasil, EUA e Canadá. TAP prevê aumento de voos entre outubro e março

A TAP já está de olhos postos em novos voos para recuperar a sua operação no segundo semestre do ano e no inverno IATA – entre outubro e março. A empresa “espera progressos em termos de …

Vulcão, La Palma

Uma tragédia anunciada em Janeiro. Cinzas do vulcão de La Palma a caminho de Portugal

A lava do vulcão Cumbre Vieja continua a cobrir La Palma, nas Canárias, e já destruiu mais de 300 casas. E enquanto as cinzas vulcânicas se estão a deslocar para a Península Ibérica, surge a …

Líder parlamentar do BE diz que Costa "transformou eleições numa caricatura"

O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, afirmou na quarta-feira que António Costa transformou as eleições autárquicas de 26 de setembro numa “caricatura”, considerando que o primeiro-ministro “vai a todo o lado prometer tudo”. O …

Estalou o verniz entre a UEFA e a FIFA. Órgão Europeu critica Mundial a cada dois anos e admite boicote

A UEFA aponta vários riscos associados ao aumento da frequência do Mundial, como a perda de importância dos torneios femininos e juvenis, o impacto no calendário das outras competições e os efeitos na saúde dos …

Centro de Cancro do Pâncreas Botton-Champalimaud

Novo Centro de Cancro do Pâncreas em Lisboa é único no mundo (e tem a bênção dos Reis de Espanha)

Inaugura, na próxima segunda-feira, o novo Centro de Cancro do Pâncreas Botton-Champalimaud que resulta de uma parceria entre a Fundação Champalimaud e o casal espanhol Maurizio e Charlotte Botton. Os Reis de Espanha vão marcar …

Fiat, Jeep e Alfa Romeu julgadas em Lisboa por suspeita de falsearem emissões

Três fabricantes de carros são acusadas de instalar mecanismo que esconde a emissão de gases acima do limite legal. O Tribunal Central Cível de Lisboa aceitou julgar uma ação popular intentada por uma associação europeia de …

Entre sorrisos e avisos sobre a Irlanda do Norte, Biden chuta para canto acordo comercial com o Reino Unido pós-Brexit

Um possível acordo comercial, a fronteira entre as duas Irlandas, a retirada do Afeganistão e as alterações climáticas foram alguns dos temas em cima da mesa na recepção de Boris Johnson na Casa Branca. Foi um …

UEFA duplica prémios do Europeu feminino

De oito para 16 milhões de euros. Prémio monetário bem diferente do Europeu anterior. A UEFA informou nesta quinta-feira que vai ser duplicado o total do prémio monetário para as selecções participantes no próximo Europeu feminino. O …

Número de animais abatidos continua a cair nos canis portugueses

É esperada uma estabilização do número de abates, dois anos após a entrada em vigor da legislação que regula o ato. Dois últimos anos foram marcados por quedas. Em 2020, foram abatidos em nos canis portugueses …

Entre professoras e uma personal trainer, Braga é o concelho do país com mais candidatas mulheres

Cerca de 63% dos 308 concelhos de Portugal têm, pelo menos, uma mulher candidata à presidência de uma Câmara Municipal. A liderar surge Braga com cinco candidatas mulheres às eleições autárquicas de domingo. Há 194 concelhos …